Frutas Nutrição

Banana mongee: a banana com casca que é febre no Japão

A empresa japonesa D & T Farm criou uma fruta que já está dando e ainda vai dar muito que falar nos próximos meses. É uma nova variedade de banana, a banana mongee, que tem a casca mais fina que a das bananas convencionais. Também é muito menos amarga, por isso é comestível.

Seus criadores dizem que, embora não seja especialmente saborosa, você pode comer sem nenhum problema. Assim, aproveitará todos os benefícios nutricionais dessa parte da fruta que a maioria de nós descarta.

Ela foi criada seguindo uma pesquisa conduzida por Setsuzo Tanaka que trabalhou nisso por muito tempo como hobby. A motivação para o seu desenvolvimento foi o fato de ele querer comer uma banana que era deliciosa e segura. Com a mongee as pessoas podem comer a casca porque é cultivada organicamente sem produtos químicos.

A D & T Farm afirma que a casca da banana mongee é rica em vitamina B6 e magnio. Esses dois compostos estão relacionados com a síntese de serotonina, um neurotransmissor que nos deixa relaxados e felizes. Além disso contém triptofano, um aminoácido a partir do qual é sintetizado a já mencionada serotonina.

Os benefícios para a saúde da banana e sua casca

O valor nutricional das cascas de banana é alto, portanto, a fruta é capaz de proporcionar inúmeros benefícios para a saúde. Ela fornece potássio, ferro, vitamina B6, C, K. Também são ricas em antioxidantes, manganês, fibra, biotina e cobre.

Aliada para a saúde dos seus olhos

A casca da banana contém uma grande concentração de betacaroteno (que dá a cor amarela) que o corpo precisa para ter os olhos saudáveis. Ela também funciona como um protetor da retina.

Elimina as verrugas

Um dos remédios caseiros para eliminar aquelas verrugas feias é com essa casca. As melhores são as verdes ou levemente amarelo-esverdeadas. A umidade suaviza a verruga, permitindo que suas enzimas matem os vírus. Cubra o local com um pedaço da casca. Quando secar, substitua. Repita o processo quantas vezes forem necessárias.

 Alivia a constipação

Se você tiver problemas digestivos, definitivamente, a casca da banana é um dos alimentos que precisa consumir. Sua abundante fibra dietética estimula os movimentos intestinais, melhorando a digestão e a absorção de gorduras e carboidratos.

Melhora seu humor

Pesquisadores descobriram que o extrato da casca da banana é útil para aliviar a depressão por ser rica em triptofano. Essa substância é convertida pelo corpo em serotonina, vital para a regulação do humor neurotransmissor.

O benefício é obtido quando duas cascas de banana são consumidas por dia durante três dias. Os níveis de serotonina no sangue atingem até 16%.

Fortalece seus ossos

A casca dessa fruta contém abundantes fruto-oligossacarídeo. Estes hidratos de carbono estimulam a produção de probióticos e melhoram a capacidade do corpo de absorver o cálcio.

Processos inflamatórios

A casca de bananeira também tem propriedades anti-inflamatórias para aliviar a dor e o inchaço de picadas de insetos ou plantas. Até funciona como um repelente para manter os mosquitos afastados.

Você pode conseguir múltiplas combinações na preparação de alimentos. É possível comer a casca da banana crua, embora seu sabor seja seco e, por vezes, amargo.

Como consumir a casca de banana?

Deve-se ferventar a casca por aproximadamente 10 minutos antes de comer. Recomenda-se liquefazê-la ou misturá-la com outras frutas. Antes de ingerir, é essencial que você a desinfete.

A empresa sugere que se espere até que pontos marrons comecem a aparecer na casca, depois corte tudo em fatias e desfrute da fruta pedaço por pedaço.

Banana mongee: como a casca mudou?

Nenhuma técnica muito elaborada foi usada para modificar geneticamente a bananeira. Os pesquisadores se utilizaram do “Frozen Thawing Awakening“, recriando as condições de 20.000 anos atrás, o fim da Idade do Gelo, de modo que a casca dessa fruta mudasse.

Para fazer isso, eles primeiro sujeitaram plantas da banana a temperaturas de 60º C abaixo de zero e, em seguida, replantaram em climas quentes, com uma temperatura média de cerca de 30º C durante o processo de descongelamento.

Esse contraste térmico ativou uma função no DNA da planta que a adaptou a climas frios e, além disso, acelerou seu crescimento. Enquanto as diferentes variedades de banana exigem até 2 anos para crescer o suficiente para seu consumo, a mongee precisa de apenas 4 meses de tempo.

O resultado são estas bananas mongee (um jargão de Okayama que significa “incrível”), que têm uma casca muito mais fina, menos amarga e comestível.

De acordo com aqueles que já tiveram contato com a fruta, ela é muito mais doce do que uma banana comum. Isso porque contém em um alto teor de açúcar (24,8 gramas, comparado aos 18,3 gramas de uma banana normal). Seu cheiro é mais forte e seu sabor muito mais tropical.

Como experimentar a banana mongee?

Bem, não será muito fácil, uma vez que a empresa produz apenas poucas unidades por semana e são vendidas localmente. Ou seja, você pode conseguir algumas se viajar para o Japão.

No entanto, mesmo que elas custem cerca de US $ 6 cada, as bananas especiais não tiveram problemas para atrair clientes para o único lugar no país onde são vendidos, a loja Tenmaya na cidade de Okayama, no sudoeste do país.

Tudo indica que a produção será aumentada em uma maior escala e de forma bem sucedida para atender à demanda. Mas com certeza a banana mongee ainda assim estará no grupo dos alimentos mais caros do mundo.

Aqueles que experimentaram essa nova fruta, garantem que sua polpa branca é muito mais doce e tropical , quase como abacaxi, isso porque contém mais açúcar: 24,8 gramas, comparado à média de 18,3 gramas .

Depois de ler esse artigo deu até vontade de experimentar a banana mongee, não deu? Ah, não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.