Beleza Cabelos

Banho de brilho caseiro: como fazer, benefícios e desvantagens

Você se olha no espelho e o que vê sobre a sua cabeça é a representação peluda de uma coletiva de imprensa de um jogador de futebol, o especial de fim de ano do Roberto Carlos ou os comentários políticos do Merval Pereira, ou seja, algo sem vida, desprovido de qualquer tipo de brilho, um aspecto envelhecido, datado, cinzento, modorrento, apático, insosso, vencido, mofado, um emaranhado de interligações frágeis e quebradiças que parecem que vão se esfarelar feito cinzas ante a primeira ameaça de animosidade refrescante. É sinal de que você precisa de um banho de brilho caseiro.

Na verdade você pode precisar de um tratamento completo, uma mudança radical do estilo de vida, já que a alimentação pode ser um dos fatores que contribuem para que o seu cabelo fique nesse estado lamentável.

Exposição excessiva ao sol sem proteção também é um fator de risco e que requer cuidados para não deteriorar a saúde do cabelo. Tinturas capilares muito recorrentes são outra possível causa para a danificação dos fios, pois são submetidos a desgaste muito grandes em cada aplicação por causa dos produtos químicos.

Independente do seu caso, o banho de brilho caseiro pode ajudar, preste bem atenção, ajudar, a revitalizar a coloração dos fios, a realçar o tom, a tratar e colorir os fios já desbotados, além de deixar os fios maleáveis e hidratados, já que o tempo de duração é reduzido em comparação a uma coloração profissional, por exemplo, mas ajuda a quebrar um galho com as despesas ao adiar a ida ao cabeleireiro para uma coloração completa.

Por isso, o banho de brilho caseiro é indicado para ser aplicado em período de transição entre a última e nova data para tingir o cabelo. O banho dura somente oito lavagens.

Neste post que o TudoEla preparou sobre banho de brilho caseiro, vamos explicar os produtos utilizados na fórmula de preparo, como aplicar na madeixa, quais as desvantagens de se recorrer a esse método e as precauções a serem tomadas.

Saiba tudo sobre banho de brilho caseiro a seguir.



Do que é feito o banho de brilho caseiro?

Existem as misturas que utilizam produtos já prontos no salão de beleza e produtos caseiros, o mais econômico.

Começando com os produtos industriais:

Banho de brilho caseiro com tinta

É indicado para as pessoas que já tenham feito tintura geral na cabeça ou que tenham cabelo virgem.

Resulta em realce do brilho, seja o da cor da tintura ou dos fios naturais.

Os ingredientes desse tipo de banho de brilho caseiro são:

  • Creme hidratante branco;
  • Vitamina (a depender de sua necessidade);
  • Tinta na cor do cabelo;
  • Vinte (20 volumes) de água oxigenada.

Banho de brilho caseiro com tonalizante

Recomendado para as que já fizeram luzes, mechas, reflexos ou que já faça uso de tonalizantes. A proposta é a mesma do anterior: realçar o brilho dos fios. O mesmo quanto aos ingredientes, diferindo, claro, que em vez de tinta irá colocar o tonalizante preferencialmente da cor de suas madeixas. Mas caso tenha dificuldade para encontrar um do mesmo tom, a versão incolor serve para todos os tipos de cabelos.

Banho de brilho com produtos caseiros

Serve para todo tipo de fio.

O de café e chocolate é indicado para cabelos escuros:

  • Água;
  • Creme de hidratação;
  • Três (3) colheres de sopa de pó de café;
  • Três (3) colheres de sopa de chocolate em pó.

A receita para todos os tipos de cabelo é a que inclui abacate e limão.

Os ingredientes da mistura com limão:

  • Água;
  • Limão;
  • Vaporizador de 300 ml (mínimo).

Preparo e modo de aplicação

O preparo de todos os tipos de banho de brilho caseiro que, a propósito, pode ser feito junto a um profissional em um salão de beleza, mas se a ideia é economizar e ganhar tempo a solução caseira é tão eficiente quanto e nenhum bicho de sete cabeças para preparar, é bem simples.

Basta misturar todos os ingredientes até que fique uma pasta homogênea e depois aplicar nos fios.

A exceção é a mistura com café e chocolate, pois precisará primeiro esquentar a água, misturada com o café, e depois acrescentar o chocolate, quando o líquido estiver esfriado, junto ao creme hidratante.

Para aplicar não é nada de outro mundo. Aconselha-se a usar luvas e pincel para não manchar a pele. Outras dicas preventivas serão apresentadas a seguir.

Depois de já ter lavado o cabelo com xampu, a partir das pontas, comece a aplicar a mistura. Após passado o banho de brilho caseiro em toda extensão das madeixas, aguarde um intervalo de vinte a trinta minutos. Finalize enxaguando com água fria.

Cuidados

Passe vaselina ou um creme que contenha a substância na região mais próxima do cabelo, têmporas, testas, nuca, orelhas. Isso evitará que sua pele seja manchada, pois o risco existe como com a coloração comum, principalmente se usar as soluções com tinta ou tonalizantes.

Escolha a tinta da mesma cor do cabelo ou um pouco mais clara, pois apesar de não ser um processo de tingir o cabelo, já que a mistura não contém amônia, por exemplo, a tinta usada pode marcar o cabelo.

Outra dica é retocar a raiz antes de se submeter ao procedimento caso a cor que tinge os fios seja muito diferente do entretom original. O banho de brilho caseiro não tem o mesmo poder de coloração do processo mais recorrido, é uma técnica de realce, para dar brilho, por isso é mais fraco. Um descuido nesse sentido pode resultar em um estilo heterogêneo.

Desvantagens

É econômico, colabora para dar uma nova vida, sobrevida aos fios, mas nem tudo são flores.

  • Por motivos já explicados a cor não fica tão forte;
  • Tem baixa duração;
  • Não elimina o risco de danos nos fios;
  • Apesar de ser fácil de aplicar, é trabalhoso.

Considerações finais

O banho de brilho caseiro é indicado para ser aplicado entre o período pós tingimento e data de novo processo de coloração geral, pois o seu efeito é menos prolongado: dura 8 banhos.

Sua finalidade é realçar o brilho do cabelo, hidratá-lo, deixá-lo mais maleável, sendo um bom recurso para adiar a ida ao cabeleireiro e economizar uma grana.

Existem fórmulas com tinta, tonalizantes e com produtos caseiros.

As desvantagens são a baixa duração, coloração mais fraca, não elimina o risco de dano aos fios, e o trabalho de se aplicar.

Gostou do conteúdo?

Então curta, compartilhe, avalie. Sua opinião é muito importante para nós.

Leia mais de nossa sessão de cabelos.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Giovanna Cóppola

Trabalha com web, design, criação, conteúdo, SEO e fotografia. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência, além de colocar a mão na massa em todos os projetos. Paralelamente, tem outros três projetos: Viva com Felicidade, BlogGeek e Mapa dos Bichos. Ama música, cinema, jogos, arte, tecnologia, tatuagens e pandas.

/* ]]> */