Plantas Medicinais Saúde

Conheça os benefícios da cúrcuma (açafrão-da-terra) para a saúde

Muito provavelmente, você já deve ter experimentado em algum restaurante ou, pelo menos, ouvido falar do famoso curry, aquela mistura de especiarias usadas em pratos indianos que possuem uma cor amarela majestosa, além de um sabor e aroma característicos de dar água na boca, não é verdade? Bom, se ainda não conhece, vale a pena conhecer…

O fato é que um dos ingredientes utilizados no preparo dessa especiaria tem sido considerado muito importante para a saúde, capaz de prevenir e tratar vários tipos de doença: a cúrcuma, ou açafrão-da-terra, açafrão-da-Índiaaçafroa, cúrcuma longagengibre amarelo, raiz de solturmérico, como esse poderoso tempero é conhecido em algumas regiões e países.

Utilizada há mais de 2,5 mil anos como corante na Índia, onde data-se o início do período no qual ela foi utilizada pela primeira vez para este fim, a cúrcuma é uma planta herbácea, da mesma família do gengibre, originária da Ásia, que possui poderes antioxidantes e anti-inflamatórios, capazes de auxiliar na saúde da pele, proteger o fígado, atuar contra o câncer, auxiliar no processo de digestão das proteínas e regular o metabolismo.

Ainda, alguns estudos comprovaram a redução da inflamação e melhoria no tratamento de casos de osteoartrite, artrite reumatoide, Mal de Alzheimer, inflamação de vias respiratórias e diabetes. Mas, afinal, será que tudo isso é verdade?! Se você quer conhecer os benefícios e usos da cúrcuma (açafrão-da-terra), me acompanhe nos próximos parágrafos desse artigo que eu te conto tudo sobre os poderes dessa plantinha medicinal! Vamos lá?

Para que serve a cúrcuma?

A cúrcuma, ou açafrão-da-terra, é uma planta medicinal com poderes antioxidantes e anti-inflamatórios, possíveis devido à presença da curcumina em sua composição, um pigmento fenólico que dá cor amarelo-ouro à raiz.

Com um sabor ligeiramente amargo e picante, além de um cheiro bastante característico que lembra a mostarda, é esse ingrediente que dá ao tempero que tanto usamos na nossa cozinha a propriedade anti-inflamatória e seu caráter preventivo em relação ao câncer.

E, embora ainda estejam sendo feitos estudos a respeito dos efeitos da curcumina sobre o câncer, já foi observado que em países como a Índia e o Sri Lanka, onde a cúrcuma é consumida diariamente, a incidência de câncer de útero, colo, próstata e pulmões é muito mais baixa do que nos países que não têm o hábito de consumi-la.

Além disso, como falamos anteriormente, a ciência comprovou também que o tempero pode auxiliar na saúde da pele, proteger o fígado, ajudar no processo de digestão das proteínas e regular o metabolismo.

E para as antenadas que estão sempre em busca de remédios naturais para emagrecer e manter a boa forma, diz-se que a cúrcuma também pode ser uma grande aliada de quem precisa emagrecer! Vamos entender melhor todos esses benefícios a seguir…

Benefícios

Depois de ler os parágrafos anteriores, você deve estar curiosa para saber o que acontece com o nosso corpo se colocarmos um pouquinho dessa especiaria em nossos pratos todos os dias, estou certa? Pois bem! Confira abaixo os principais benefícios da cúrcuma para a saúde e saiba por que é tão importante inserir esse poderoso tempero na sua alimentação:

Alivia dores nas articulações

Uma pesquisa realizada Centro Médico Nirmala, na Índia, em 2012, comprovou que a curcumina presente na composição do açafrão-da-terra pode ser mais eficiente que o medicamento tradicional no tratamento dos sintomas da artrite reumatoide e osteoartrite, doenças que consistem na inflamação das articulações.

A justificativa dos especialistas é a de que a curcumina atinge a causa da doença, aliviando a dor, inchaço e rigidez, em vez de apenas “fingir” o combate dos sintomas, como faz os fármacos industrializados. Além disso, o tempero também pode tratar os efeitos secundários dessas doenças, como náuseas ao sangramento, que são bastante relatados pelos pacientes.

Melhora a digestão

Você sofre com gases, náuseas, flatulência ou qualquer outro problema digestivo? A boa notícia é que a cúrcuma também pode ajudar na prevenção e alívio desses males que acometem o nosso estômago, já que os ativos presentes no tempero estimulam a produção de bílis no fígado, grande aliado na hora de digerir alimentos e bebidas.

Além disso, o açafrão-da-terra também pode ser indicado que pode reduzir sintomas de gás e inchaço no caso de pessoas suscetíveis à indigestão.

Trata eczemas e coceiras

Devido à sua ação anti-inflamatória e antibacteriana, o açafrão-da-terra também pode ajudar a amenizar afecções na pele, como eczemas e coceiras. E o seu poder de melhorar a saúde da pele se deve, mais uma vez, à curcumina, que age nas regiões irritadas, tratando-as.

Combate a depressão

A curcumina presente na composição do tempero também ajuda no crescimento de células novas na região do cérebro, o que ajuda a prevenir a depressão, a temida “doença do século”, como passou a ser denominada pelos especialistas.

Ainda, esse ativo também pode auxiliar na liberação de certos neurotransmissores no cérebro, como é o caso da dopamina, diretamente ligada aos sistemas de recreio e recompensa do cérebro, o que conduzem a sensações de prazer e motivação. Portanto, ao consumir a cúrcuma diariamente, senta que lá vem chuva de bom humor por aí!

Combate o câncer

Como falamos anteriormente, embora ainda estejam sendo feitos estudos a respeito dos efeitos da curcumina sobre o câncer, já foi observado que em países como a Índia e o Sri Lanka, onde a cúrcuma é consumida diariamente, a incidência de câncer de útero, colo, próstata e pulmões é muito mais baixa do que nos países que não têm o hábito de consumi-la.

De acordo com um estudo feito pelo Instituto de Pesquisa do Câncer de Jiangsu, na China, a curcumina também é, neste caso, a principal responsável por resultados favoráveis na reversão da doença em pacientes já diagnosticados.

Desintoxica o fígado

Diariamente, várias toxinas entram no nosso corpo, deixando o organismo mais vulnerável à doenças ao lutar contra cada uma delas para eliminá-las. O fígado é um dos principais sistemas de desintoxicação e, por esta razão, ele é o primeiro lugar em que as toxinas atacam.

Por isso, ao inserir o açafrão-da-terra na sua rotina alimentar, a curcumina presente em sua composição, quando ingerida, pode estimular o aumento de enzimas neste órgão, auxiliando no processo de desintoxicação e impedindo, desta forma, que as toxinas se acumulem e gerem complicações à nossa saúde.

Melhora a saúde do cérebro

Mais uma vez, por atuar no crescimento de células novas na região do cérebro, oferecendo-lhe propriedades neuroprotetivas, a cúrcuma também pode ajudar a melhorar as nossas capacidades cognitivas, como concentração, memória e aprendizado, além de prevenir a ocorrência de doenças neurodegenativas, como é o caso do Alzheimer e do Parkinson.

Protege o coração

Ao consumir a cúrcuma frequentemente, você também pode ajudar a fortalecer o seu coração. Isso porque a curcumina presente no açafrão-da-terra também exerce um efeito positivo no endotélio, a camada celular que reveste internamente as câmaras do coração, artérias, veias e vasos linfáticos, contribuindo para a regulação da pressão sanguínea e da coagulação.

Ainda, as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes dessa substância também são fatores importantes na prevenção de doenças cardíacas, já que elas são capazes reduzir os níveis do colesterol ruim LDL e fazer uma limpeza nas artérias removendo placas e prevenindo a coagulação do sangue.

Previne o diabetes

Além de todos os benefícios listados anteriormente, também foi comprovado que a cúrcuma pode ser essencial na redução de açúcar no sangue e para reversão da resistência à insulina, dois fatores cruciais para prevenir a ocorrência do diabetes, especialmente do tipo 2.

Para se ter uma ideia, um estudo publicado pela revista Biochemistry and Biophysical Research Communications, em 2009, mostrou que o açafrão-da-terra é literalmente 400 vezes mais potente do que a metformina, uma droga usada comumente para melhorar a sensibilidade à insulina e ajudar a reverter o diabetes tipo 2.

Ajuda a emagrecer

Alguma vez você imaginou que o açafrão-da-terra poderia te ajudar a mandar embora aqueles incômodos quilinhos extras? Pois acredite! Ele pode sim. Devido às suas propriedades anti-inflamatórias, o tempero auxilia na redução dos episódios de compulsão alimentar, evitando que o indivíduo ultrapasse o limite calórico diário.

Além disso, a curcumina, principal ativo do tempero, também diminui a irrigação sanguínea no tecido adiposo, enfraquecendo as reservas de gordura do corpo e auxiliando, assim, no emagrecimento.

Como usar a cúrcuma?

A cúrcuma pode ser incorporada a pratos de sabor doce, peixes, frango, carne vermelha, sopas, arroz, verduras e legumes cozidos, além de molhos em geral. A sugestão é usar ½ colher (chá) do pó de açafrão-da-terra ao dia no preparo de quaisquer dos alimentos listados anteriormente ou dissolvê-lo em 1 colher (sopa) de azeite para temperar a salada.

Se optar usar a cúrcuma pura, feita a partir da raiz, você deve apenas regular a quantidade, pois ela é muito picante e seu sabor vai se sobressair aos demais. Esse tempero só não combina muito bem com os doces e receitas de sabor muito leve.

É possível também utilizar esse pó para fazer um chá. Basta juntar 1 colher (café) de cúrcuma a 150 ml de água fervente e deixe descansar por 10 minutos antes de tomar. Recomenda-se beber 3 xícaras por dia entre as refeições.

Além disso, você também pode ser usada para fazer um gel com propriedades anti-inflamatórias. Para isso, misture 1 colher (sopa) de babosa com meia colher (chá) do pó e aplique sobre as inflamações na pele, como a psoríase.

Apesar de todos os seus benefícios, a cúrcuma não é recomendada para pacientes que tenham pedras na vesícula ou que estejam tomando medicamentos anticoagulantes. Caso você esteja grávida ou amamentando, sempre consulte seu médico antes de iniciar o uso de qualquer substância com finalidades terapêuticas.

Efeitos colaterais e contraindicações

O açafrão-da-terra não é um tempero conhecido por causar alergias, já que não contém quantidades mensuráveis ​​de purinas ou oxalatos. No entanto, algumas pessoas relataram reações alérgicas à cúrcuma, principalmente após a exposição da pele ao sol. Nestes casos foram relatadas suaves erupções cutâneas acompanhadas de coceira.

Há registros de reações adversas em pessoas que consumiram doses elevadas de açafrão. Nestes casos foram observadas as seguintes reações:

  • Náusea;
  • Retardo na coagulação do sangue;
  • Diarreia;
  • Função hepática aumentada;
  • Hipotensão (pressão arterial baixa);
  • Contrações da vesícula biliar;
  • Contrações uterinas em mulheres grávidas;
  • Diminuição na absorção de ferro;
  • Diminuição drástica do nível glicêmico em diabéticos;
  • Aumento do fluxo menstrual;
  • Dores no estômago.

E atenção! Pessoas que tomam medicamentos controlados também devem ter cuidado ao ingerir cúrcuma ou usar suplementos que a contenham em sua composição. Seu princípio ativo, a poderosa curcumina, pode interferir na ação de anticoagulantes, como a aspirina, e na absorção de medicamentos não esteroides, anti-inflamatórios e outros suplementos que estejam sendo tomados.

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */