Curiosidades

Bicuíba: tudo sobre essa árvore poderosa

Você conhece ou já ouviu falar sobre a bicuíba, árvore originária da Mata Atlântica e que traz inúmeros benefícios à saúde? Acompanhe a matéria e saiba tudo sobre ela.

Características da bicuíba

A bicuíba é uma árvore originária da Mata Atlântica sendo especialmente encontrada no Espírito Santo, em Minas Gerais na região do Achado próximo a Ipatinga, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Pertencente à família Myristicaceae, de nome científico Virola oleífera, conhecida popularmente como bucuuvaçu, bicuiba de folha miúda, bicuiva e noz-moscada brasileira, a bicuíba é uma árvore de porte médio a grande podendo atingir até 30 metros de altura e 2 metros de diâmetro na idade adulta.

Suas folhas são simples, lisas e finas medindo 20 cm de comprimento. Seus frutos são arredondados, com 4 cm de diâmetro, parecidos com uma cereja, de sabor amargo, mas muito aromáticos, duros e, quando abertos ao meio, liberam a semente envolta em fino arilo avermelhado.

A sua época de floração e frutificação ocorre entre os meses de setembro a outubro, quando são colhidos os seus frutos que são muito apreciados pelos pássaros e outros animais da fauna brasileira.

Bicuíba, excelente madeira para móveis

Muito conhecida pelas propriedades medicinais encontradas no óleo extraído de sua semente, a sua madeira também é de excelente qualidade e muito utilizada na fabricação de móveis uma vez que seu tronco é reto e sem muitos galhos.

Sua madeira é dura e pesada chegando a 750 kg/m³, com cerne avermelhado muito resistente à umidade, de aspecto acetinado e sem brilho, difícil de cortar, porém fácil de aparar e lixar, sendo bastante utilizada na carpintaria de uma forma geral, em caibros e peças.

Além do aproveitamento de sua madeira na fabricação de móveis, seu óleo também é bastante utilizado como combustível para obter pequenas combustões e como antiferruginoso para as armas de fogo.

Propriedades medicinais da resina da bicuíba

A resina da bicuíba sempre foi bastante utilizada popularmente na cicatrização de lesões o que despertou o interesse de pesquisadores em aprofundar um estudo sobre essa propriedade.

Assim, de acordo com pesquisas recentes desenvolvidas pela Universidade de Vila Velha, no Espírito Santo, a resina extraída da bicuíba não só possui propriedades cicatrizantes, mas também capazes de combater as placas de gordura nos vasos sanguíneos o que a torna uma arma poderosa contra os problemas cardíacos para quem sofre de hipertensão e aterosclerose.

A pesquisa também demonstrou que a resina na bicuíba tem efeito protetor sobre o rim, propriedade cicatrizante, atua no tratamento de úlceras, combate os radicais livres e controla os níveis de colesterol.

Propriedade medicinal de folhas e sementes da bicuíba

Acompanhe a seguir a utilização da bicuíba para tratar vários problemas de saúde.

  • Utilizada na preparação de expectorante e estimulante das vias respiratórias para tratar asma e bronquite;
  • Como adstringente e antiespasmódico no tratamento de diarreias agudas ou crônicas;
  • Atua como adstringente e hemostático no tratamento de metrorragia ou hipermenorreia;
  • É indicada no controle de dismenorreia em miomatose, endometriose e adenomiose;
  • Atua como galactagogo em mulheres que queiram engravidar, pois estimula e aumenta a produção de leite.

Sobre o óleo de bicuíba

A noz contida dentro do fruto fornece dois tipos de óleos: o volátil, que se obtém através da destilação com água e, um fixo, chamado de manteiga de moscada, que se extrai das sementes através de um processo de aquecimento.

Uso da manteiga de moscada ou óleo de bicuíba

Como dissemos anteriormente, o que despertou o interesse em pesquisadores sobre a bicuíba foi exatamente o seu uso popular como cicatrizante. Assim, ela se torna eficaz para tratar diversos problemas de saúde como:

  • Erisipelas;
  • Chagas bombatinas;
  • Úlceras;
  • Impigens bravas;
  • Elefantíase;
  • Laxante;
  • Cólicas;
  • Dispepsia;
  • Problemas digestivos.

O óleo de bicuíba também pode ser utilizado topicamente, em fricções, para tratar dos seguintes males:

  • Gota;
  • Reumatismo;
  • Hemorroidas;
  • Paralisia muscular.

Mas não só isso. O óleo de bicuída pode ser utilizado na gastronomia e confeitaria para compor tinturas, xaropes e licores. Já a sua semente, conhecida como noz-moscada brasileira, pode ser utilizada da mesma maneira que a da Índia, ralada sobre pratos doces e salgados.

Benefícios da bicuída

Confira alguns benefícios da bacuíba para a saúde a seguir.

  • Possui propriedades antioxidantes que combatem os radicais livres prevenindo o envelhecimento precoce;
  • Suas folhas possuem propriedades antifúngicas;
  • Previne a depressão;
  • Trata problemas de náuseas;
  • Previne alguns tipos de câncer;
  • É rica em minerais como cálcio, fósforo e magnésio de fortalecem os ossos tratando e prevenindo doenças como reumatismo e osteoporose.

Chá de bicuíba: propriedades e benefícios

O chá de bicuíba feito com as cascas ou as sementes da árvore também possuem propriedades medicinais e auxiliam na prevenção e no tratamento de várias enfermidades. Acompanhe!

Propriedades anti-inflamatórias

O chá de bicuíba é eficaz na redução de citocinas pró-inflamatórias, ou seja, compostos que levam à inflamação. Além disso, o chá possui efeito analgésico diminuindo a dor causada pela inflamação.

Alivia os sintomas da menopausa

De acordo com estudos comparativos entre a bicuíba e isoflavonas de soja para o tratamento dos sintomas da menopausa demonstrou que o chá é realmente muito eficaz. Dessa maneira, a combinação entre o chá e as isoflavonas auxilia efetivamente no combate a ansiedade, a irritabilidade, reduz a insônia, melhora o humor e a perda da libido.

Auxilia no controle do diabetes

Após pesquisas, estudiosos encontraram compostos bioativos no chá de bicuíba que contribuem para o controle glicêmico. Ainda sobre esses compostos, também foi atribuída a bioatividade hipogliceminante, ou seja, que eles possuem a capacidade de reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Além disso, o chá de bicuíba é eficaz contra o dano oxidativo do fígado, que pode ocorrer em casos de diabetes mais graves.

Auxilia no tratamento da insônia

O chá de bicuíba contém substâncias capazes de diminuir os níveis de cortisol, o que proporciona um maior relaxamento para o corpo e para a mente. A ingestão do chá antes de dormir promove uma sonolência rápida o que contribui no tratamento da insônia.

Combate a depressão

Ainda de acordo com estudos, o chá de bicuíba possui substâncias capazes de aumentar os níveis de serotonina, que, quando baixos, levam à depressão. Outro dado importante é que o chá consegue elevar os níveis de noradrenalina, o que proporciona uma melhora no estado de alerta e de concentração.

Receita de chá de bicuíba

Agora que conhece as propriedades da bicuíba, aprenda como preparar o chá e tirar proveito de todos os seus benefícios.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de bicuíba (cascas ou sementes);
  • 1 xícara de chá de água.

Modo de preparo

  • Ferva a bicuíba com a água por aproximadamente 10 min;
  • Deixe esfriar, coe e beba até 3 xícaras ao dia.

Contraindicações

Vale ressaltar que mesmo sendo um produto natural que atua como um fitoterápico, um médico deverá ser consultado para maiores esclarecimentos sobre a ingestão da bicuíba. Quando ingerida em doses elevadas, a bicuíba pode apresentar um alto grau de toxidade em determinadas pessoas ocasionando:

  • Convulsão;
  • Alucinação;
  • Confusão mental;
  • Agitação;
  • Instabilidade;
  • Hipotensão;
  • Hemodinâmica.

Se você não fizer isso seu cabelo vai quebrar...


/* ]]> */