Beleza Cabelos

Bioplastia capilar: conheça o tratamento que recupera os fios de dentro para fora

Você sente que os seus cabelos estão ásperos, quebradiços, opacos e sem vida? Em geral, os fios ganham essa aparência por conta das agressões a que estão suscetíveis durante a nossa rotina, desde aquelas externas, como exposição solar, umidade, poeira, vento, poluição, mar ou piscina, além do uso excessivo de secador, chapinha e químicas, até aquelas que vêm de dentro dos fios, como a perda de nutrientes ou má alimentação.

Por isso, mesmo investindo nos tratamentos ou produtos capilares mais caros do mercado, o ideal mesmo é cuidar do cabelo de dentro para fora. É para isso que surgiu a chamada bioplastia capilar, um tratamento visa recuperar a saúde de fios danificados, agindo desde as camadas mais profundas dos fios até a superfície, devolvendo a sua vitalidade e força.

Muito semelhante ao botox capilar, a técnica oferece mais brilho e maciez às nossas madeixas, além de atuar protegendo a cor e tornando os fios mais resistentes aos danos causados no dia a dia. E sabe qual é a melhor parte? Apesar de não se tratar de um alisamento químico, a bioplastia também pode alinhar e reduzir o volume do cabelo, ajudando a manter os fios mais disciplinados por muito mais tempo.

Quer saber como fazer a bioplastia capilar e quais os benefícios que ela pode trazer ao seu cabelo? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo que eu te conto tudo! Vamos lá?

O que é e para que serve a bioplastia capilar?

A bioplastia capilar nada mais é que um tratamento que visa recuperar a saúde do cabelo de dentro para fora, especialmente daqueles com fios extremamente danificados por excesso de químicas, secador, chapinha, mar, piscina, umidade, sol, vento, poeira, poluição, dentre outros fatores internos e externos que prejudicam a fibra capilar.

Na prática, esse procedimento atua desde as camadas internas dos fios, penetrando-as e repondo a massa perdida pelo cabelo, além de preencher o córtex e selar (fechar) as cutícula. Enquanto isso, por fora, ele oferece mais elasticidade, maciez, brilho e disciplina aos fios, tornando-os mais fortes e protegidos contra futuros danos.



Para isso, a ação da bioplastia capilar se dá por conta da sua fórmula, à base do famoso ácido hialurônico. Apesar de o nosso corpo produzir naturalmente esse composto, é normal que a sua produção e quantidades no organismo passem a diminuir conforme o avanço da idade, o que acaba afetando a integridade dos nossos cabelos.

Isso porque ele é o responsável por ajudar a conservar as fibras de colágeno, que, por sua vez, é uma proteína essencial para a resistência e força dos fios. Portanto, com a perda do ácido hialurônico, então, há uma perda da vitalidade das nossas madeixas, que passam a ficar sem brilho, ásperas e quebradiças com o tempo.

É por este motivo que a bioplastia capilar tem sido recomendada para devolver os estoques de ácido hialurônico e colágeno aos fios danificados, devolvendo a sua saúde. Além disso, o tratamento também atua através da reconstrução molecular, que promove uma maior elasticidade ao couro cabeludo e reconstrói os fios. Neste caso, o ácido hialurônico se combina a outros compostos biotecnológicos, como a queratina enzimática, para tratar o cabelo de maneira completa, desde o bulbo, couro capilar e toda extensão do fio.

Além do ácido hialurônico, outras marcas costumam utilizar durante a bioplastia capilar a sinergia de aminoácidos para preencher as cutículas e córtex dos fios danificados, protegendo-os e tornando os mais encorpados e fortes. Com isso, o tratamento ajuda a devolver a elasticidade natural do cabelo e, ainda, evitando a queda ou quebra.

Vou ter resultados instantâneos? Sim! Porém, como qualquer outro, esse também precisa ser feito continuamente para manter o resultado desejado.

Quem pode fazer?

A bioplastia capilar pode ser feita em todos os tipos de cabelo, principalmente aqueles com fios extremante danificados por processos oxidativos, seja enfraquecimento da haste, danos do sol e cloro de piscina, alisamento, descoloração ou qualquer outro tipo de procedimento químico, anomalias do crescimento ou abuso do secador, chapinha ou babyliss.

Ainda, por conter apenas compostos naturais em sua fórmula, que pode ser o ácido hialurônico ou a sinergia de aminoácidos, o tratamento pode ser feito tanto antes quanto depois da aplicação de qualquer tipo de produto ou procedimento químico.

Portanto, se você está sentindo as suas madeixas danificadas, com frizz, pontas duplas, ressecamento, quebra, queda, falta de brilho ou maciez, pode recorrer ao procedimento em um salão de beleza para recuperar a saúde da fibra capilar e voltar a ter cabelos bonitos e saudáveis novamente, independente da cor, tamanho ou textura.

Como ela é feita?

A bioplastia capilar pode ser feita antes ou depois da aplicação de procedimentos químicos. Se o seu caso for este primeiro, o cabeleireiro recomendará que você fique 48 horas sem lavar os fios após a aplicação do produto, como se fosse uma espécie de preparação para receber a química. No segundo caso, o profissional realizará o procedimento logo após a aplicação da química, como uma forma de prevenir ou recuperar o cabelo de danos, devolvendo-lhe o brilho e maciez.

Normalmente, a bioplastia é feita em duas etapas. Na primeira, o cabelo é lavado duas vezes com um shampoo de pré-tratamento, como ingredientes tensoativos e que agem na higienização profunda do couro cabeludo, eliminando possíveis resíduos de produtos ou sujeira, preparando a fibra capilar para a aplicação do creme com função repositora de massa.

Dependendo da marca que você escolher para fazer o tratamento, terão dois cremes para realizar essa função no cabelo: um para danos leves, que é aplicado no comprimento dos fios, e outros para danos extremos, recomendado para recuperar as pontas, parte do cabelo que é mais afetada pelas agressões diárias. Os cremes possuem poderosa ação seladora e condicionante, que deixa os fios mais macios e maleáveis na hora de pentear.

Neste caso, a aplicação desses dois produtos é feita mecha por mecha, com o cuidado de massagear bem os fios, de forma suave e vagarosa, para facilitar a absorção pela fibra capilar. Depois, basta esperar cerca de 10 minutos para que os produtos penetrem nos fios. É claro que esse tempo vai depender de marca para marca, o que significa que será necessário que o cabeleireiro siga atentamente as instruções da embalagem.

Passado esse tempo, ele deverá enxaguar e lavar o cabelo, finalizando o processo com uma escova.

Como cuidar do cabelo após o tratamento?

Geralmente, dependendo da marca do produto que o cabeleireiro escolher para aplicar o tratamento no seu cabelo, é indicada uma manutenção a cada quatro sessões nos fios, uma vez por semana, com uma linha de manutenção composta por um shampoo e um condicionador com finalidade reconstrutora.

No entanto, depois de sair do salão de beleza, o ideal é conversar com o profissional que realizou o procedimento para que ele lhe indique os melhores produtos e cuidados que você deverá ter para manter o resultado nos seus fios por mais tempo.

Preço

O custo para fazer a bioplastia capilar vai variar conforme o produto que será utilizado na aplicação, região onde você mora, salão de beleza e mão de obra do cabeleireiro. Portanto, vale a pena pechinchar bastante e tentar negociar para achar um preço mais em conta e que caiba no seu bolso na hora de fazer o tratamento.

Em geral, o preço médio da bioplastia capilar é de R$ 150, que já inclui todos esses fatores que mencionamos acima.

E aí? Gostou de saber mais sobre a bioplastia capilar? Você já fez ou tem vontade de fazer esse tratamento no seu cabelo? Então, compartilhe!

Até a próxima!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */