Nutrição Suplementos

Biotina: Saiba tudo sobre a vitamina B7

Biotina: Benefícios para a saúde

A vitamina B7, também chamada de biotina é necessária para a saúde do metabolismo, criando importantes enzimas. A biotina geralmente é utilizada como uma fortalecedora de cabelos e unhas, no mundo estético.

Muitos outros sistemas do corpo humano beneficiam-se da biotina, incluindo a pele, os nervos, o trato digestivo e a saúde das células. Ela também apresenta papel essencial na formação de nutrientes absorvíveis pelo corpo.

Saiba tudo sobre a biotina e sua importância para o organismo:

Fontes de biotina

A biotina é encontrada em alguns alimentos específicos. Fígados, couve-flor, salmão, cenoura, banana, farinha de soja, cereais, ovos e frango estão entre as fontes mais populares do nutriente.

Algumas bactérias presentes no intestino delgado também conseguem produzir biotina. Esta produção é essencial para uma absorção completa dos nutrientes presentes em alimentos.

Benefícios para a saúde

A vitamina B7 desempenha papel fundamental para o corpo. A biotina é utilizada pelo corpo para metabolizar carboidratos, gorduras e amino-ácidos. Em fetos, ela também desempenha papel fundamental relacionado a seu crescimento.

Biotina para os cabelos



Muitas pessoas recorrem a suplementos de biotina para melhorar a saúde da pele, do cabelo e das unhas. Isso ocorre porque, de fato, a presença de vitamina B7 no organismo oferece melhorias nestes aspectos.

Foi demonstrado que pessoas com afinamento temporário dos fios podem recuperar a condição normal mais rapidamente com a vitamina B7. Outro estudo realizados pela U.S. National Library of Medicine demonstrou seu potencial em tratamento de condições de pele, como a dermatite  seborreica.

Seu uso como um preventivo para perda de cabelo ou enfraquecimento das unhas ainda não é comprovado. No entanto, sabe-se que a biotina é eficaz para diminuir os efeitos de quem passa por uma condição de queda temporária. Além disso, tomar suplementos apenas de vitamina B7 não é perigoso para a saúde e garante a não falta do nutriente.

Além disso, muitos estudos demonstram que a biotina auxilia no tratamento da diabetes. Segundo publicação do Centro de Terapias Alpha, um tratamento com vitamina B7 melhorou o metabolismo de glicose em pacientes com diabetes tipo 2. Altas dosagens do nutriente também foram eficazes com outros sintomas da doença.

Dosagem

Por ser encontrada em alimentos razoavelmente comuns, é raro constatar-se deficiência de biotina no corpo. No entanto, sua falta gera uma série de sintomas característicos. A falta de vitamina B7 no organismo pode gerar confusão, náuseas, dores musculares, mudanças na pele e queda de cabelo. Além disso, é comum constatar inchaço na língua, olhos secos, fadiga, perda de apetite e depressão.

Não há um estudo que demonstre uma dose mínima diária de consumo da vitamina B7. A maioria dos estudiosos converge na ideia de mais de 30 microgramas por dia. Alguns especialista indicam doses superiores a 100 microgramas por dia.

Não há um efeito colateral conhecido para uma overdose do componente. Não há toxicidade no nutriente para configurar uma overdose típica, o que a torna bastante segura. Isso também facilita seu consumo em suplementos. Excessos de vitamina B de todos os tipos são solúveis em água. Isso significa que o corpo não armazena os excessos, excretando-os pela urina.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Pedro Henrique Ferreira Mendes

/* ]]> */