Pele

Bloqueador solar é diferente de filtro e protetor?

Como em muitos lugares do nosso país o verão é quase o ano todo, é possível aproveitar o sol ao máximo, porém, é necessário proteger sua pele dos raios solares. O problema é que na hora de comprar o produto sempre vem a dúvida se compra um protetor, filtro ou bloqueador solar.

Mas afinal qual a diferença entre esses produtos? Será que não é possível usar apenas um? [E preciso usar os três para se proteger. Veja a seguir um pouco sobre isso e entenda o que é cada um dos produtos e como usar corretamente para se divertir ao sol mantendo a proteção.

Filtro e protetor solar

Por mais que no mercado exista uma grande variedade de nome para esse tipos de produtos, é possível afirmar que o filtro e o protetor solar são sinônimos. No entanto, é possível separar esses produtos em dois grupos.

Alguns especialistas afirmam, que quando a palavra proteção é usada no produto trata-se de algo direcionado a algum tipo de medida que reduz a exposição aos raios solares, como por exemplo, uso de chapéu, barracas, óculos e roupa de proteção.

Já no caso de filtro solar, é algo direcionado a produtos que ajudam a reduzir o nível de agressão solar à pele, ou seja, a luz solar é absorvida pela pele de forma saudável. O filtro solar na prática, portanto, faz com que a radiação seja absorvida, tornando-a luz visível, sendo algo mais inofensivo à pele.

Isso faz com que nossa pele se proteja dos efeitos nocivos dos raios UVA, que leva ao surgimento de rugas, envelhecimento precoce e manchas na pele. O raio UVB é aquele que faz com que a pele fique vermelha e com sensação de ardência.

Bloqueador solar

Por mais que o bloqueador solar tenha a mesma função, que protege contra as radiações, ele possui diferentes características em sua fórmula. A ação do bloqueador solar é impedir que haja a penetração dos raios solares na pele, impedido que haja agressão na mesma.

Ele possui em sua fórmula o dióxido de titânio e óxido de zinco, o que garante à pele uma proteção maior, uma vez que ele reflete totalmente a radiação solar.

Sob efeito dos produtos a cima de FPS 30

É mito acreditar que todos os produtos acima do FPS 30 causam o mesmo efeito. Quando o filtro solar possui FPS 30, sua ação faz com que seja bloqueado grande parte dos raios UV, pelo que, podemos dizer que com o aumento do FPS esse percentual muda pouca coisa.

O que você precisa entender é que, ao usar um filtro solar com FPS 30, sua pele levará 30 vezes mais tempo para ficar avermelhada, assim como o FPS 60 te dará o tempo de 60 vezes a mais. Ou seja, se o tempo para sua pele ficar vermelha é maior e a proteção contra a ação solar também será.

Qual a diferença entre protetor solar para pele branca e negra?

Uma coisa que todos devem entender é que uma pessoa com a pele negra naturalmente possui mais proteção contra os rios solares, sendo assim, ela pode usar um protetor com FPS entre 6 e 15.

Em caso de pessoas com pele morena, sua proteção já não é tão alta, sendo assim o mais indicado é usar protetor com FPS entre 20 e 25, enquanto pessoas com pele clara têm a proteção natural muito baixa e por isso o mais indicado é usar sempre protetor com FPS acima de 30.

Roupas podem substituir o uso de bloqueador solar?

Algumas peças de roupa com tom escuro, por mais que sejam mais quentes, ajudam a proteger dos raios solares, isso porque roupas claras absorvem mais a radiação.

Atualmente é possível encontrar no mercado uma série de peças de roupas com bloqueador solar. Caso não tenha condições de comprar esse tipo de roupa, no entanto, procure usar peças feitas com poliamida ao se expor ao sol. Lembrando que mesmo assim ainda é indicado o uso de bloqueador solar.

Maquiagem com bloqueador solar substitui o uso do produto?

Atualmente também é possível encontrar nos mercados produtos como batons e bases com protetor solar, que pode sim substituir o uso de outros produtos.

Entretanto para que a maquiagem substitua o uso do bloqueador solar é necessário que a mesma ofereça FPS e PPD adequados, o que em muitas vezes não ocorre. Além do mais, é necessário usar a quantidade correta para que haja a proteção à pele.

Em caso de alergia a protetor solar

É possível que algumas pessoas apresentem alergias ao usar bloqueador solar, mas isso não desculpa para deixar de usar o produto. O mais indicado é que a pessoa consulte um dermatologista e mostre os produtos já usados, apontando os que causaram alergia.

Dessa forma poderá observar qual foi o componente da fórmula que causou maior reação na pele para conseguir isolar e mandar manipular um novo bloqueador solar sem riscos de alergia.

Como aproveitar o sol com baixo risco

Para ter sua pele totalmente protegida da ação do sol, é importante também ter um filtro de amplo espectro que tenha proteção contra os raios UVA e UVB e FPS de no mínimo 30”.

Lembrando ainda que o mais indicado é evitar exposição aos raios solares após as 10 da manhã e antes das 16 horas, mesmo que o bloqueador solar tenha um FPS alto.

Ao curtir um dia de praia, aplique o bloqueador solar sobre toda a pele que ficará exposta ao sol. Depois é preciso esperar pelo menos meia hora para que o produto tenha a ação desejada para só então se expor ao sol.

Não se esqueça que o produto deve ser aplicado novamente a cada duas horas ou após mergulhos e em caso de intensa transpiração.

Procure estar sempre sob uma sombra fresca e evitar exposição aos raios solares, busque também usar chapéu e óculos escuro que possui a proteção UV. Por fim, empregue cuidados especiais com crianças e pessoas de pele muito clara, além de esportistas e aqueles que têm grandes chances de câncer de pele.

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.