Beleza Cabelos

Cabelo descolorido: confira 11 dicas essenciais para cuidar dos fios após a química

Seja por ter achado estiloso ou simplesmente porque quis experimentar algo novo no visual, o fato é que se você apostou no cabelo descolorido já deve ter percebido, a esta altura do campeonato, que a transformação, apesar de linda e cheia de atitude, deixou os fios extremamente ressecados ou, dependendo dos cuidados com os seus fios, até mesmo quebradiços.

Afinal, o pó descolorante é considerado a substância química mais agressiva entre todas as opções que podem ser aplicadas nos nossos fios e, quando misturado à água oxigenada, pode remover não somente os pigmentos da estrutura capilar, como também os seus nutrientes, como é o caso da queratina, principal componente da ‘massa’ do cabelo, responsável por sua resistência e força.

Terrível isso, né?! Não é à toa que descolorir as madeixas é um dos must have mais temidos entre as mulheres, já que após o procedimento, o cabelo descolorido exige uma rotina religiosa de cuidados para manter os fios sempre hidratados, bonitos e com brilho.

Porém, a boa notícia é que, apesar do ressecamento inevitável, é sim possível ter um cabelo descolorido saudável. Para isso, basta entender como funciona o processo de descoloração dos fios e o que você deve fazer (sem preguiça, héin?!) para que eles voltem a ter o brilho e a saúde de sempre.

Pensando nisso, no nosso artigo de hoje, você vai conferir 5 dicas essenciais para cuidar de cabelos descoloridos e driblar o ressecamento e quebra. Quer saber quais são elas? Fique de olho nos próximos parágrafos que eu te conto tudo!

Como funciona a descoloração do cabelo?



A descoloração capilar nada mais é que um procedimento usado para retirar os pigmentos (cor) dos fios. Para isso, ele conta com dois produtos químicos para conseguir o resultado desejado: o pó descolorante e um oxidante, que geralmente é a água oxigenada.

Esta última tem a função de abrir as cutículas dos fios para que, só então, o pó descolorante possa penetrar nas nossas madeixas e remover todo o pigmento. Se você não entendeu nadinha do que a gente quis dizer com isso, imagine a seguinte situação: um canudinho cheio de água, que hipoteticamente será o seu fio de cabelo.

A princípio, quando você for fazer a descoloração, a água oxigenada irá agir abrindo pequenos buraquinhos nesse canudo, possibilitando a entrada do pó descolorante neles para retirar todo o pigmento que está dentro do canudo. Ficou mais claro agora?!

Pois bem! O único problema entre a ação de um produto e outro durante a descoloração do cabelo, ou seja, entre a abertura das cutículas dos fios e a penetração do pó descolorante na fibra capilar para remover a pigmentação destes é que, ao mesmo tempo, também há uma perda significativa de muitos dos nutrientes e, ainda, da água dos fios, que são os responsáveis pela hidratação do cabelo e sua saúde e beleza, de uma forma geral.

Isso explica porque, após descolorir o cabelo, os nossos fios costumam ficar ressecados, sem brilho e sem vida. Quando estes já estão previamente com as cutículas abertas, antes de fazer a decoloração, os danos podem ser ainda maiores, como é o caso da queda e da quebra severas.

Por esta razão, muitos profissionais de beleza especializados em colorimetria capilar recomendam alguns cuidados específicos, que devem ser tomados antes e depois do procedimento, para ajudar a manter a saúde e beleza dos fios, garantindo um melhor resultado com o seu novo cabelo descolorido.

Quer saber quais são eles?! Confira, a seguir, a lista que nós preparamos para você cuidar melhor dos seus cabelos descoloridos, antes e após o procedimento.

Veja também: Como descolorir o cabelo em casa? Confira passo a passo fácil para não errar

Veja 11 dicas para cuidar de cabelos descoloridos

Depois de descolorir o cabelo, em casa ou no salão de beleza, provavelmente você deve ter sentido os seus fios ressecados e frágeis logo que terminou o procedimento, como se eles fossem se partir a qualquer momento. Por isso, eles merecem toda a atenção e cuidados a partir de agora, especialmente nessa primeira fase.

Neste caso, a dica dos especialistas é para que você comece agora mesmo uma nova rotina de cuidados com os fios para devolver todos os nutrientes e a água necessários para a recuperação da fibra capilar e, portanto, para deixar as madeixas mais saudáveis e bonitas. Então, siga as seguintes dicas para cuidar dos seus cabelos descoloridos:

1 – Faça uma análise antes do procedimento

Antes de apostar na descoloração capilar, converse com um cabeleireiro de sua confiança para que ele avalie as condições dos seus fios para receber as químicas, especialmente se o seu cabelo já tiver passado por outros procedimentos químicos anteriormente.

Somente ele poderá dizer se as suas madeixas estão 100% saudáveis e, portanto, não sofrerão maiores danos após a descoloração. Além disso, se os seus fios estiverem danificados, o profissional de beleza deverá indicar alguns tratamentos específicos para recuperar a saúde da fibra capilar para, só então, descolori-los com segurança.

Ainda, na análise pré-descoloração, é imprescindível que você faça ou exija do cabeleireiro um teste de mecha, que deverá dizer se a mistura descolorante que será aplicada nos seus fios antes de começar o procedimento é compatível com as que já estão nos seus fios (se for o seu caso) ou avaliar possíveis riscos de reações alérgicas.

2 – Aposte em uma hidratação potente

Hidratar é a palavra da vez para quem acabou de descolorir o cabelo, não somente no dia do procedimento, como daqui para frente! De imediato, seja em casa ou no salão de beleza, esse tratamento será o responsável por devolver a vitalidade dos seus fios logo após o procedimento.

Além disso, será preciso continuar apostando em hidratações durante a rotina de cuidados com o seu novo cabelo descolorido em casa, sendo que uma hidratação mais profunda deverá ser feita a cada 15 dias em um salão de beleza, com produtos profissionais que ajudam a devolver a saúde e reestruturar os fios.

Na hora das compras, procure por máscaras hidratantes específicas para cabelos quimicamente tratados, que trazem em sua composição os ingredientes ideais recomendados para recuperar madeixas com químicas.

Veja também: Como hidratar o cabelo corretamente em casa? Confira passo a passo

3 – Use produtos específicos

Quando for hidratar ou realizar qualquer outros tratamento capilar, outra dica essencial é evitar o uso de shampoos com sulfato, pois estes ajudam a ressecar o cabelo ainda mais. Em vez dele, utilize mais o condicionador e máscaras hidratantes, nutritivas ou reconstrutoras, que devem ser específicas para cabelos quimicamente tratados, para ajudar a hidratar os fios delicadamente sem modificar a cor.

4 – Comece um cronograma capilar

Se você nunca fez um cronograma capilar, ou ao menos sabe do que ele se trata, vai precisar descobrir e iniciar um após descolorir o cabelo. Para quem não conhece, o cronograma capilar nada mais é que uma espécie de “agenda” de cuidados com os fios, na qual você alterna os três tipos de tratamentos essenciais à saúde e beleza destes: hidratação, nutrição e reconstrução.

A maneira de organizar cada uma dessas três etapas e alterná-las no dia a dia vai depender do estado dos seus fios. De uma maneira geral, o ideal é que as hidratações aconteçam, pelo menos, duas vezes na semana, enquanto as nutrições podem acontecer a cada 15 dias e as reconstruções uma vez por mês.

Mas não existe uma regra, ok? Você pode adaptar o seu cronograma capilar conforme as necessidades das suas madeixas, sem problemas. Normalmente, as hidratações são feitas com máscaras mais leves para serem usadas a cada dois dias na agenda de cuidados com os fios. As nutrições podem ser feitas com máscaras à base de óleos essenciais ou vegetais ou até mesmo com os próprios, como é o caso do óleo de coco ou de rícino, por exemplo.

Clique aqui para conferir mais 15 opções de óleos para passar no cabelo. E, por último, para fazer as reconstruções, você pode usar máscaras à base de queratina, aminoácidos, creatina, cisteína, entre outros ingredientes reconstrutores da massa capilar.

5 – Evite lavar o cabelo em água quente

Principalmente nos dias mais frios do ano, é normal que você queira lavar o cabelo em água quente. No entanto, esse hábito pode prejudicar em muito a saúde do seu novo cabelo descolorido, já que a temperatura muito alta da água pode abrir as cutículas dos fios e fragilizá-los mais ainda, tornando-os mais suscetíveis ao ressecamento, quebra e queda.

Por isso, o ideal é sempre lavar as madeixas, sejam estas descoloridas ou não, em água morna ou fria, de modo a manter as cutículas dos fios sempre abertas e, portanto, deixar o cabelo sempre hidratado, saudável e bonito.

6 – Use leave-ins após a lavagem

Depois de lavar o seu cabelo descolorido, uma dica essencial é aplicar um leave-in para deixar os fios mais hidratados e, também, para protegê-los de agressões externas, como umidade, vento, chuva, sol, etc., especialmente se as pontas estiverem muito ressecadas.

Porém, como qualquer outro produto, não vale exagerar na dose e nem aplicar errado! Evite usar o seu leave-in na raiz. Em vez disso, passe apenas nas pontas e no comprimento somente da altura do queixo para baixo. E nada de usar quantidades muito grandes, pois isso pode deixar os fios oleosos e pesados.

7 – Aplique sempre um protetor térmico

Após descolorir o cabelo, o ideal é que você evite usar o quanto puder ferramentas de calor, como secador, chapinha ou babyliss. No entanto, como sabemos que muitas mulheres não vivem sem esses aparelhos, a dica é para que, pelo menos, utilize um protetor térmico antes de passá-las nas madeixas.

Esse produto ajudará a proteger os seus fios descoloridos dos danos do calor desses aparelhos sobre a fibra capilar, evitando problemas como ressecamento, queda, quebra, frizz e pontas duplas.

8 – Aposte no shampoo desamarelador como aliado

Também chamado de silver ou shampoo roxo, o famoso shampoo desamarelador pode ser o seu grande aliado para manter o seu cabelo descolorido bonito. Este produto funciona como um agente oxidante que remove aquele aspecto “amarelo” – como o nome já diz – dos fios descoloridos, efeito que geralmente é provocado pela queratina e pelas ceramidas que sobram após a descoloração.

Após utilizá-lo, você poderá deixar as suas madeixas com um tom de loiro mais bonito e natural. Mas fica a dica: apesar de toda mulher com o cabelo descolorido amar o shampoo desamarelador, este deve ser usado corretamente, de acordo com o tom dos seus fios. Para os loiros mais escuro, por exemplo, o recomendado é o shampoo com uma tonalidade mais puxada para o azul, enquanto que para os mais claros, os indicados são aqueles de tonalidade violeta.

E nada de exagerar, ok? Para aproveitar melhor os benefícios do seu shampoo desamarelador, o ideal é seguir as instruções de uso descritas na embalagem pela marca. Geralmente, a aplicação indicada é de, no máximo, duas vezes por semana.

9 – Penteie o cabelo com cuidado

Por ficar fragilizado, o cabelo descolorido exige cuidados especiais na hora de penteá-lo para evitar quebrar ou fios ou causar a queda destes. Por isso, a primeira dica é comprar pentes de dentes mais largos para desembaraçá-lo e, para facilitar esse processo, levar o pente ao banho para usar ainda debaixo do chuveiro.

Faça isso após aplicar o condicionador, aproveitando as propriedades emolientes e condicionantes desse produto para melhorar o penteado. Evite segurar muito forte o cabelo e forçar o pente sobre ele. A palavra-chave neste momento é PACIÊNCIA, pois, se os fios estiverem muito fragilizados, ao forçar o pente, você pode causar a quebra deles.

Ah! E não se esqueça que o correto é sempre pentear as madeixas de baixo para cima, e não o contrário.

Veja também: Como pentear o cabelo corretamente? Veja dicas para não errar

10 – Corte as pontas regularmente

Pode parecer besteira, mas cortar as pontas frequentemente pode ajudar em muito na saúde e beleza do seu cabelo descolorido. Isso porque as pontas são a parte que geralmente fica mais frágil e danificada, por já ser exposta a todo tipo de ação externa possível, por muito mais tempo.

Então, a dica dos especialistas é para que você corte-as, pelo menos, a cada três meses. Apesar de muitas mulheres acharem que isso prejudica o crescimento capilar, a verdade é que o corte frequente pode, na realidade, ajudar nesse objetivo. Afinal, quanto mais saudável seus fios estiverem, mais eles deverão se desenvolver mais rápido.

11 – Não utilize shampoo antirresíduos

Apesar de ter a função de limpar os fios profundamente e de maneira eficiente, o shampoo antirresíduos é uma arma contra cabelos descoloridos ou com qualquer outra química. Isso porque ele possui um pH muito alcalino, em torno de 7.4 e 8.5, que pode fazer a higienização do cabelo de maneira mais “agressiva”, digamos assim.

Ele costuma abrir as cutículas e mandar embora todos os nutrientes essenciais aos fios, o que não é nada legal para quem já está com as madeixas fragilizadas. Então, para quem tem cabelos quimicamente tratados, a dica é optar por shampoos mais naturais e que não possuam petrolatos, sulfatos ou parabenos, como é o caso dos shampoos cremosos e brancos.

Estes ajudam a hidratar o cabelo junto com o condicionador, deixando os seus fios descoloridos mais macios e brilhosos.

E você? Como cuida do seu cabelo descolorido? Compartilhe!

Até a próxima!

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */