Beleza Cabelos

Pumpkin Spice: saiba como apostar na tendência de ruivos ‘cor de abóbora’

Quer ser a mais nova ruiva do pedaço, mas não sabe por onde começar? O inverno chegou e os tons quentes, como o vermelho, estão super em alta! Então, se você vai transformar o visual para ter cabelos ruivos para aquecer os dias mais frios do ano, uma nova tendência pode ser a melhor apostar para você: o pumpkin spice.

O nome da coloração quer dizer “tempero de abóbora”, em português, inspirada na tradicional culinária americana. A novidade consiste em deixar a raiz mais escura e as pontas claras, sempre em tons acobreados, dando o efeito de “pôr-do-sol”. Apesar da cor puxada para o laranjado ser mais atraente, a ideia é conseguir deixar o cabelo com aspecto bem natural, com mechas suaves e sem marcar os fios.

Quer saber mais sobre o cabelo pumpkin spice e como adotar o estilo nos seus fios para esse inverno? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse artigo e confira as melhores dicas! Vamos lá?!

O que é o pumpkin spice?

O cabelo pumpkin spice é um tom de ruivo próximo à cor de abóbora, que ganhou esse nome graças aos temperos usados na culinária da América do Norte. A nuance é feita com mechas mescladas em tons de vermelho frios e quentes, sempre em três ou quatro cores, e mantendo a raiz escura, para criar um fundo para sobressair as mechas coloridas.

Com a cara da estação mais fria do ano, o pumpkin spice forma um degradê, resultando em uma espécie de ombré hair para cabelos vermelhos. E além de deixar o look lindo, é super democrático, podendo combinar com todos os tipos de cabelo e tonalidades de pele.

Um fato interessante é que a novidade é uma das mais pedidas nos salões de beleza nos Estados Unidos em época de Halloween, o famoso feriado de “Dia das Bruxas” para as americanas. Como a abóbora é um dos símbolos da comemoração, daí você já tira o porquê, né?!



Quem pode aderir?

A técnica do pumpkin spice é bastante versátil, uma vez que mistura várias nuances para chegar ao efeito cor de abóbora desejado. Sendo assim, é possível adaptar os tons usados para fazer as mechas nos fios conforme cada tom de pele, o que deixa a tendência acessível para qualquer mulher.

Para isso, a dica dos especialistas é para que mulheres com a pele mais clara invistam também em tons mais claros de vermelho, enquanto aquelas de pele morena ou negra podem apostar em qualquer tonalidade, desde que a raiz seja mantida sempre escura.

Já no caso de quem tem o cabelo preto ou castanho escuro, a recomendação dos hairtylists é para que se passe por um processo de descoloração antes de apostar nos fios ruivos. De qualquer forma, para se tornar uma ruiva de sucesso, a melhor opção é conversar com o seu cabeleireiro de confiança, de preferência, especialista em colorimetria capilar, para indicar o melhor tom para você fazer o pumpkin spice.

Como ele é feito?

Para conseguir o efeito cor de abóbora do pumpkin spice, o ideal é fazer a coloração somente em um salão de beleza, com um profissional habilitado. Lá, o cabeleireiro deverá usar a técnica de “mãos livres” para fazer as mechas, que geralmente é usada para dar um aspecto mais natural e orgânico aos fios. O papel alumínio só é usado em casos em que a cliente pretende fazer um clareamento mais intenso em algumas mechas.

Como eu falei anteriormente, as donas de cabelos virgens, principalmente com fios escuros, que queiram apostar na novidade deverão passar por um processo de descoloração capilar antes de ficar ruiva, mas somente nos locais onde as mechas ficarão mais clarinhas. Já quem tem madeixas tingidas, o cabeleireiro deverá realizar uma decapagem capilar para fazer uma limpeza nos fios e retirar todos os pigmentos contidos neles para, só então, aplicar a nova coloração.

Como cuidar do cabelo após a coloração?

Assim como qualquer outra cor, pintar o cabelo com a técnica pumpkin spice pode danificar os fios, devido ao processo de descoloração, que mexe na estrutura da fibra capilar, e também das demais químicas presentes na coloração. Além disso, quando o assunto é cabelos vermelhos, é fato que o desbotamento será o maior contratempo para deixar o seu visual bonito, já que a oxidação é maior.

Então, é hora de redobrar os cuidados! O primeiro deles é usar sempre produtos específicos para ruivos, tais como shampoo, condicionador e máscara de tratamento. Ainda, apostar em leave-ins com proteção UV ou bons filtros solares para cabelo também ajudarão a manter a cor por mais tempo, uma vez que os fios estarão protegidos da “queima” causada pelo sol.

No salão, faça sempre tratamentos de reconstrução para reparar os danos provocados pelas químicas nas madeixas. Em casa, siga um cronograma capilar, alternando as etapas de hidratação, nutrição e reconstrução religiosamente para combater o ressecamento e deixar o cabelo sempre saudável, macio e brilhoso.

Ah! E tem mais… Abusar de ferramentas de calor, como secador, chapinha ou babyliss, pode ressecar ainda mais os seus fios, tornando-os quebradiços, além de acelerar o desbotamento da cor. Por isso, a dica é evitá-los o máximo que puder! Caso isso seja quase impossível, a recomendação é aplicar um protetor térmico para formar uma espécie de película protetora em volta do cabelo e blindá-lo dos efeitos negativos do calor.

Em relação à manutenção do seu novo visual com o cabelo pumpkin spice, o ideal é investir em retoques com um tonalizante a cada 15 ou 20 dias para reavivar a cor e evitar o temido efeito “água de salsicha” que toda ruiva odeia. Com todos esses cuidado, os seus fios cor de abóbora estarão sempre saudáveis e lindos para o inverno!

E aí? Gostou de conhecer mais sobre o pumpkin spice? Você tem vontade de apostar nessa tonalidade nos seus fios? Compartilhe!

Até a próxima!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */