Decoração

Cerâmica para banheiro: História e dicas de decoração

Cerâmica para banheiro

Salas e quartos têm mais possibilidades de revestimento. Já o banheiro tem nas cerâmicas e porcelanatos as melhores alternativas. Afinal, está em constante contato com água, vapor, umidade.

O post de hoje é justamente sobre a cerâmica para banheiro. Nos próximos parágrafos, você terá dicas, curiosidades e várias outras informações ligadas ao tema. Não perca!

As cerâmicas em cores e estampas diferentes são capazes de renovar os banheiros, realçando detalhes e valorizando a personalidade do projeto.

Cerâmica para banheiro

Existe, ainda, a opção de misturar revestimentos ou quem sabe até optar por um tom variado para as paredes e o piso. É uma mostra de ousadia!

Que tal preto e azul? Ou branco e vermelho? Talvez tons pastel fiquem incríveis, e complementares. Certamente, nenhuma destas ideias deixará de ser notada…

Deixe seu cantinho de bem-estar e relax mais requintado e vintage com detalhes metálicos em dourado – enquanto as cerâmicas branca, preta e azul valorizam as peças elegantes.



Cerâmica para banheiro pode estar no piso que remete ao ladrilho hidráulico e nas paredes com placas do mesmo material.

Do tradicional preto e branco aos tons mais suaves, cerâmica é versátil e nunca sai de moda.

Vale também apostar em cinza no piso e paredes perto da pia contrastando com turquesa da cerâmica para banheiro.

Cerâmica para banheiro

Até mesmo o estilo rústico combina muito bem com cerâmica para banheiro. A dica é usar tons diferentes no piso e nas paredes, além da madeira em alguns elementos. A parte de cima da parede pode ser branca, separada das demais cores e desenhos por uma linha negra.

Ideia é o que não falta! Dê um toque chique de vermelho no seu banheiro mantendo uma faixa de cerâmica cruzando todo o espaço.

E mais: um cantinho pequeno fica charmoso com pastilhas de cerâmica branca e azul cobrindo todo o cômodo.

Curiosidades sobre a cerâmica

A cerâmica é extremamente popular e há muito tempo faz parte do nosso dia a dia. Ela nada mais é do que argila queimada; resultado da fabricação de peças que têm a argila como matéria-prima.

Sua natureza é inorgânica, sólida e não metálica; um composto que pode ser exposto a altas temperaturas de manufatura.

Existem basicamente dois grandes grupos de cerâmica: tradicional e de natureza avançada.
A primeira é usada em diversos revestimentos, do azulejo aos vasos para cultivo, além de tijolos, entre outros objetos sem muita sofisticação.

A cerâmica avançada é um material mais purificado, de engenharia. Pode ser a mesma cerâmica tradicional, porém, em estado de maior pureza. Geralmente, é utilizada em tijolos refratários para churrasqueiras e certos fornos.

Depois da Segunda Guerra Mundial, a indústria da cerâmica cresceu bastante, fazendo cair o preço e, portanto, popularizando o material para uma camada maior da população.

Ceramica azul para banheiro

As tecnologias evoluíram com o tempo e proporcionaram matérias-primas fáceis de serem obtidas. Mais um motivo para tornar a cerâmica um dos itens manufaturados por meio de fontes naturais mais presentes em nossas vidas.

E olha que já tem história, viu? A cerâmica data de mais de 20.000 anos a.C., tendo peças encontradas por arqueólogos em locais como a Tchecoslováquia, “antigo país socialista da Europa Central, que se dividiu (1993) em duas unidades nacionais, a República Tcheca e a República Eslovaca” (Aulete Digital).

Outras também muito antigas – e importantes – foram achadas no Japão, servindo para estudos sobre a matéria-prima empregada na produção de utensílios e instrumentos diversificados.

No Brasil, há relatos aproximadamente do mesmo período de itens encontrados na região amazônica, em formas mais rústicas.

Enfim, muita coisa mudou, permitindo que a cerâmica para banheiro e outras finalidades tenha as características estéticas e de durabilidade que os projetos precisam para encantar e cumprir sua funcionalidade.

Aproveite o post de hoje para renovar o seu lar!
E até breve…

Sobre o autor

Fatima

/* ]]> */