Saúde

Cervicite: causas, sintomas, prevenção e tratamento

Você já ouviu falar de cervicite? Este artigo vai te ajudar a entender o que é a cervicite, quais são os sintomas, o que causa a cervicite, o tratamento e a prevenção.

A gente sempre diz e repete que informação e prevenção são suas principais armas. E são.

Geralmente quem procura saber sobre uma doença está ansioso por uma resposta: essa doença tem cura?

Então antes de começar a falar da cervicite, a gente já adianta: sim, a cervicite tem cura.

Não é necessário se preocupar antes da hora, mas é sempre importante você se cuidar! Tratar o que não está bem e se prevenir para não contrair nenhuma doença.

Vamos entender um pouco mais sobre essa doença, então?

O que é cervicite?

A cervicite também é conhecida como endocervicite.

Trata-se de uma doença exclusivamente feminina já que ela é uma inflamação no colo do útero.

A cervicite é considerada uma doença relativamente simples, porém, se não tratada pode trazer sérias consequências.

Além disso, ela é uma doença bastante comum. Muitas mulheres têm cervicite mais de uma vez na vida.

É importante conhecer mais sobre essa doença pois uma boa parte das mulheres que sofrem dela ignora seus sintomas e acaba ficando sem tratamento adequado.

O que causa a cervicite?

A cervicite está diretamente relacionada às DSTs.

Ela pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos.

Embora o contágio possa ocorrer de outras formas, a mais comum é o sexo sem proteção.

Em alguns casos, a cervicite pode surgir devido a desequilíbrios hormonais decorrentes do uso de anticoncepcionais.

É indispensável conversar com seu médico de confiança sobre qual o melhor anticoncepcional para você.

Outra possível causa da cervicite são traumas na região vaginal. Esses traumas podem ser causados por diversos fatores externos.

Relações sexuais violentas, duchas vaginais muito intensas, uso incorreto de DIU ou de diafragma, entre outros.

A região genital feminina é menos exposta que a região genital masculina, é fato.

Todavia é tão frágil quanto a masculina, embora seu caráter “escondido” nos leve a pensar o contrário.

Geralmente a cervicite é causada pelo vírus HPV, o mesmo que causa o câncer de colo de útero.

Alias, sem tratamento, a cervicite pode evoluir para o câncer de colo de útero.

Por isso é tão importante estar atenta aos sintomas e se cuidar.

Quais são os sintomas da cervicite?

Conhecer bem seu corpo e prestar atenção aos sinais que ele te dá é a melhor forma de prevenir e tratar doenças antes que elas se tornem graves.

Os principais sintomas da cervicite são:

  • Corrimento amarelado;
  • Odor forte e desagradável;
  • Sangramentos vaginais;
  • Dor ou desconforto durante a relação sexual;
  • Dor abdominal;
  • Dor na região lombar;
  • Dor na região pélvica.

Mesmo a cervicite sendo considerada uma doença simples e comum, é muito importante tratar.

O não tratamento da cervicite pode causar diversos problemas no seu aparelho reprodutor.

Entre as consequências possíveis de uma cervicite não tratada estão:

  • A infertilidade;
  • O câncer de colo de útero;
  • Aumento do risco de desenvolver uma gravidez ectópica;
  • Aumento do risco de um aborto espontâneo;
  • Complicações no parto.

Também pode não acontecer nada disso, mas brincar com a saúde não dá! Não vale a pena arriscar. Sua saúde não é loteria.

Como funciona o tratamento da cervicite?

Após a realização de alguns exames simples para confirmar o diagnóstico da cervicite, o médico poderá indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Geralmente os exames realizados são:

  • Papanicolau;
  • Colposcopia;
  • Cultura da secreção vaginal.

Com o diagnóstico confirmado, o médico poderá também avaliar se a cervicite é crônica ou aguda.

Qual a diferença entre elas?

  1. Cervicite crônica: causada por elementos internos, como as alterações hormonais;
  2. Cervicite aguda: causada por vírus, bactérias e fungos ou por traumas.

Em alguns casos, o médico pode recomendar apenas providências de fortalecimento do seu sistema imunológico.

Dessa forma, com o sistema imunológico fortalecido, seu corpo será capaz de combater sozinho a cervicite. E você ainda terá a vantagem de estar mais forte contra outros problemas também.

Em casos mais sérios é necessária a prescrição de medicação.

Na maioria deles, a opção mais adequada é o uso de antibióticos.

Nos casos mais sérios, onde a evolução da doença esteja maior, pode ser necessário o uso de antibiótico de aplicação hospitalar.

Por isso, é sempre bom consultar um médico. Só ele pode avaliar exatamente qual a gravidade do seu caso e qual o melhor tratamento para você.

Lembre-se que a cervicite tem cura e não existe nenhum motivo para você não se tratar. Pelo contrário, fazendo o tratamento adequado você evita complicações desnecessárias.

Como se prevenir para evitar a cervicite?

Com algumas atitudes bem simples você pode prevenir o surgimento de uma inflamação no colo do útero.

Anote e pratique essas dicas para evitar a cervicite:

  • Cuide da sua imunidade. Alimente-se bem, pratique exercícios;
  • Beba bastante água;
  • Faça seus exames periódicos com assiduidade;
  • Evite excesso de químicas na região vaginal;
  • Use sempre preservativo. Além da cervicite, o preservativo é a melhor forma de você cuidar da sua saúde e se prevenir de uma lista imensa de doenças, algumas até sem cura, como a AIDS;
  • Procure um médico ao menor sinal de que algo esteja fora do normal.

Considerações finais

Cuidar da sua saúde é um hábito que você precisa adquirir.

A gente sabe que muitas vezes a correria do dia a dia faz a gente atropelar tudo e muitas vezes o nosso cuidado com a gente mesma fica para depois.

Mas é hora de mudar essa história.

Inclua na sua lista de resoluções de Ano Novo que você precisa cuidar melhor de você.

Ter hábitos de vida mais saudáveis irão te ajudar a encarar melhor a correria do dia a dia.

E já dizia sua avó, que aprendeu com a avó dela: prevenir é sempre muito melhor que remediar.

Cuide bem do seu corpo e da sua alma. Tire um tempo para você. Pratique exercícios. Descasque mais e desembale menos. Faça sexo com responsabilidade.

Uma rotina de vida mais saudável vai te ajudar a ficar longe de coisas indesejáveis e desagradáveis como uma cervicite.

/* ]]> */