Chás Doenças Nutrição Plantas Medicinais Saúde

Pensando em tomar chá de arnica? Saiba tudo sobre ele aqui!

Você já tomou ou conhece o chá de arnica? Se não conhece, saiba que este chá traz inúmeros benefícios para a saúde.

Vamos falar de cada um desses benefícios, bem como o modo correto de preparar esse chá e suas contraindicações aqui. Então, fique conosco!

O que é arnica?

Antes de falarmos desse chá, vamos primeiro explicar o que é a arnica.

Ela também é conhecida por outros nomes, como:

  • Marcela miúda;
  • Arnica silvestre;
  • Erva de lagarto;
  • Rabo de rojão.

Essa flor se desenvolve bem em climas temperados, ou seja, aqui no Brasil ela encontrou um clima ideal para crescer, principalmente nas regiões mais ao norte do país.

O seu nome significa “pele de cordeiro” devido ao fato de suas pétalas serem aveludadas e apresentarem pelos.

O chá de arnica pode ser tanto ingerido como utilizado em forma de compressa nas regiões afetadas.

Benefícios do chá de arnica

Entre os principais benefícios desse chá, podemos listar:

  • Anti-inflamatório;
  • Analgésico;
  • Antimicrobiano;
  • Cicatrizante;
  • Antisséptico;
  • Desinfetante.

Esses benefícios podem ajudar você em casos de:

  1. Dores de garganta;
  2. Inchaços e contusões;
  3. Vermes;
  4. Mau hálito;
  5. Inflamação;
  6. Cicatrização;
  7. Cólicas menstruais;
  8. Pele oleosa;
  9. Artrite.

1. Chá de arnica para dores de garganta

Esse chá possui qualidades anti-inflamatórias e antimicrobianas, o que auxilia no caso das dores de gargantas causas por inflamação. Para isso, o ideal não é ingerir o chá, e sim fazer gargarejo com ele.

Ele também serve para casos onde as dores sejam causadas por machucados de esforço, como ter que falar muito alto durante muito tempo (como em festas com som alto).

2. Chá de arnica para inchaços e contusões

Nesses casos, o chá deve ser utilizado em forma de compressa sobre o local desejado. A arnica auxilia na diminuição de inchaços, contusões e até mesmo no clareamento de hematomas e edemas, sendo bastante utilizada por atletas amadores e profissionais para esse fim.

Para isso, aplique o chá com o auxílio de um algodão sobre o local desejado.

3. Chá de arnica contra vermes

Esse chá também trabalha no combate a problemas digestivos e intestinais, como os vermes. Ele auxilia também contra a produção de gases e inchaço abdominal.

4. Chá de arnica contra o mau hálito

O mau hálito é algo que atinge milhares de pessoas só no Brasil. Um dos seus motivos é o crescimento de bactérias na boca que causam esse mau cheiro.

Como esse chá é antimicrobiano, antisséptico e desinfetante, ele combate diretamente essa questão do mau cheiro. O ideal nesses casos é fazer bochecho com o chá após as refeições e após escovar os dentes.

5. Chá de arnica para inflamação

Como visto, esse chá é anti-inflamatório, ou seja, combate diretamente as inflamações do corpo, sejam elas internas ou externas. Se a inflamação for externa, recomenda-se o uso de compressas no local inflamado.

Nunca utilize esse chá em uma inflamação aberta, como no caso de um corte inflamado e ainda exposto.

6. Chá de arnica para cicatrização

As funções anti-inflamatórias, antissépticas e desinfetantes desse chá o tornam excelente para a cicatrização de feridas e machucados. Na verdade, a arnica combate diretamente bactérias e outros problemas que podem dificultar a cicatrização.

Mas atenção: esse chá não deve ser utilizado sobre feridas abertas. Só deve ser utilizado para as cicatrizações já iniciadas, onde a pele já esteja fechada.

7. Chá de arnica para cólicas menstruais

As propriedades desse chá, quando ingerido, demonstraram diminuição significativa das cólicas menstruais, tanto para as que precedem a menstruação como para as que ocorrem durante esse período.

8. Chá de arnica para pele oleosa

Outra função desse chá é no combate a pele oleosa.

Nesse caso, para diminuir a oleosidade da pele, o chá precisa ser utilizado frio e passado sobre com algodão ou pano. Isso eliminará a oleosidade na hora e o uso contínuo diminuirá essa oleosidade natural da pele.

9. Chá de arnica para artrite

Como visto, esse chá possui inúmeros benefícios, suas várias funções são indicadas para a diminuição da dor de artrites e outros dores ósseas e musculares.

O uso contínuo de compressa e também ingestão desse chá traz melhores significativas para esse problema.

Modo de preparo do chá de arnica

Agora vamos explicar o passo a passo para preparar o chá de arnica e também como ele deve ser administrado.

Ingredientes:

  • 250 ml de água;
  • 1 colher de arnica.

Preparo:

  1. Leve ao fogo a água em um recipiente com tampa;
  2. Espere ferver e desligue o fogo;
  3. Adicione a 1 colher de arnica;
  4. Tape e aguarde 5 minutos;
  5. Coe.

No caso de ingestão, não é recomendado mais do que duas xícaras ao dia, que devem ser tomadas com um espaço grande de tempo entre elas (preferencialmente 12 horas).

Já se você quer aplicar de forma externa, isso pode ser feito até 4 vezes ao dia, sempre aplicando o chá morno e deixando até esfriar (exceto no caso de pele oleosa, como explicamos anteriormente).

Se for realizado o bochecho com esse chá, ele pode ser usado até 3 vezes ao dia.

Contraindicações

Muita atenção agora. A arnica é considerada tóxica, por isso, você deve se seguir à risca suas recomendações de consumo. Na dúvida, sempre consulte um médico.

Esse chá não deve ser consumido por:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Crianças menores de 10 anos;
  • Idosos.

Nas gestantes, esse chá pode inclusive ser abortivo ou causar inúmeros problemas ao feto, como má formação do corpo, membros e órgãos.

Alguns efeitos colaterais desse chá, principalmente quando ingerido, são:

  • Tontura;
  • Enjoos;
  • Vômitos;
  • Tremores;
  • Arritmias;
  • Taquicardia.

Se você sentir alguns desses efeitos colaterais, não utilize mais o chá. Se o problema persistir, procure um médico.

Considerações finais

O chá de arnica traz inúmeros benefícios para a pessoa, porém, precisa ser administrado de forma criteriosa para evitar problemas, principalmente com a sua ingestão.

O recomendável para quem nunca bebeu desse chá é que inicie com apenas uma xícara diária e faça isso por no mínimo 3 dias.

Isso serve tanto para testar se o seu corpo apresentará algum efeito colateral como para ele se acostumar com o chá.

Crianças maiores de 10 anos não devem ingerir mais do que meia xícara desse chá por dia.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */