Chás Saúde

Chá de dente-de-leão, seus benefícios e usos

Herbal tea in glass cup

O chá de dente-de-leão, assim como outros chás possuem um lugar cativo na dieta das pessoas que adotam um estilo de vida mais saudável, tanto nos hábitos alimentares quanto na prática de atividades físicas.

Essa planta também conhecida como esperança, alface-de-cão, taraxaco, chicória-louca, quartilho, amargosa, amor-de-homem, alface-de-coco, coroa-de-monge é muito conhecida no Brasil e possui denominações diferentes dependendo da região do país.

Quer conhecer melhor as características e benefícios do chá de dente-de-leão e incluí-lo na sua dieta?

Então vale a pena conferir esta matéria até o final.

Benefícios do chá de dente-de-leão

O dente-de-leão é uma planta que nasce sozinha, e ainda é vista por muitas pessoas como “mato”.

Essas espécies são chamadas de plantas espontâneas e são muito fortes e resistentes, pois precisam enfrentar desafios e sobreviver em ambientes muitas vezes hostis, o que as torna repletas de propriedades benéficas para elas mesmas e para quem as usa, pois são riquíssimas em nutrientes.

O chá de dente-de-leão é indicado como um dos chás de uso mais seguro, tendo reduzidas contraindicações, que se resumem a gestantes e pessoas com cálculos renais.



É especialmente utilizado para problemas no fígado, sendo um importante aliado na redução do amarelamento da pele causado por cirrose, hepatite e disfunção hepática.

O consumo do chá de dente-de-leão também melhora a saúde óssea, auxiliando na prevenção e tratamento da osteoporose.

Seu consumo também auxilia a boa digestão, auxiliando e estimulando o bom funcionamento dos órgãos do sistema digestivo.

Comumente associado à perda de peso, o chá de dente-de-leão atua como desintoxicante dos rins, ajudando a prevenir a retenção de líquidos.

O dente-de-leão possui mais caroteno que a cenoura, álém de elevados níveis de potássio e ferro, que contribuem no tratamento da anemia. Outro uso frequente dessa plantinha poderosa é para potencializar o tratamento da diabetes, pois atua como estimulante da produção de insulina.

Para as mulheres, o chá de dente-de-leão proporciona ainda mais benefícios. Além do desejado emagrecimento, ele contribui para tratamento e prevenção do câncer de mama, ajuda a reduzir inchaços e outros desconfortos associados à tensão pré-menstrual e ainda inibe o crescimento de um fungo responsável por infecções vaginais.

Como fazer o chá de dente-de-leão?

Para o chá de dente-de-leão recomenda-se cinco a seis colheres de chá de folhas e raiz da erva em um litro de água.

Ferva a água e apague o fogo. Adicione a infusão de folhas e raiz e abafe – tampe a panela ou chaleira.

É aconselhado que o chá de dente-de-leão deve repousar por cerca de dez minutos tampado antes de ser consumido.

O consumo do chá de dente-de-leão pode ser imediato. Mas também é possível conservar o preparo na geladeira e tomar durante o dia.

O chá de dente-de-leão também fica delicioso se for preparado em conjunto com outras ervas ou frutas, como chá branco, morangos ou abacaxi.

Experimente adicionar um pau de canela à água fervente antes do preparo do chá! Fica delicioso!

A lenda do dente-de-leão

Segundo conta a lenda, esta planta é símbolo da força, da esperança e da confiança. Teseu – o herói ateniense da mitologia grega – teria se alimentado apenas de dente-de-leão por 30 dias seguidos, com o objetivo de se tornar forte o bastante para derrotar o terrível Minotauro em seu confronto.

Um outro significado comumente atribuído ao dente-de-leão é que ele simboliza a infância e a inocência. Especialmente as crianças se divertem soprando e dispersando as sementes secas da planta. Essa imagem é frequentemente associada à alegria, inocência e despreocupação da infância que esquecemos na vida adulta.

O dente-de-leão já foi usado no buquê da noiva para atrair sorte e riqueza para o casamento, atribuindo a ele também os significados da boa sorte e da prosperidade.

A flor também já representou o dia e a noite, o sol e a lua. No início de sua florada, a planta é amarela e dourada, remetendo ao sol. Ao longo de sua vida, se torna uma linda esfera branca que remete à lua cheia.

Como se não bastassem todos esses atributos, os antigos acreditavam que o dente-de-leão tinha o mágico poder de tornar a pessoa que os esfregasse na pele querida por todos – truque utilizado inclusive pelas bruxas, que precisavam de aceitação.

Composição

Vamos listar alguns elementos presentes na composição do chá de dente-de-leão para te dar uma ideia do quão rica é essa planta:

  • Ferro,
  • cálcio,
  • fósforo,
  • potássio,
  • magnésio,
  • zinco,
  • insulina,
  • asparagina,
  • pectina,
  • colina,
  • flavonoides (luteína, luteolina flavoxanthin, violaxantina),
  • tanino,
  • mucilagem,
  • taraxacin,
  • taraxacerin,
  • levulin,
  • triterpenos (taraxol, taraxerol, taraxasterol, amirina),
  • ácidos fenólicos (ácido cafeico, ácido orogenic),
  • ácidos graxos (mirístico, palmítico, esteárico, láurico),
  • ácido caféico,
  • ácido gálico,
  • lactupucrine,
  • coumestrol.

Além de todas essas substâncias, o chá de dente-de-leão ainda contém vitaminas A, C, D, e as vitaminas do complexo B.

Ufa! Que plantinha poderosa! Está esperando o que para aderir ao seu consumo?

Considerações finais

Como você pôde constatar o chá de dente-de-leão é uma plantinha muito poderosa!

Sua composição rica em vitaminas e outros componentes traz enormes benefícios ao organismo de homens e mulheres, além de auxiliar na perda de peso e redução de medidas, objeto de desejo de tantas pessoas independente do sexo.

Mas não se esqueça: se fizer uso contínuo de alguma medicação, é importante consultar seu médico antes de iniciar o consumo frequente de qualquer chá, visto que suas propriedades, mesmo naturais, podem entrar em conflito com a composição química do medicamento.

Está esperando o que para aderir ao seu consumo?

Você que já utilizou, conte pra gente aqui embaixo os benefícios que o chá de dente-de-leão trouxe para o seu organismo.

Veja também:

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Giovanna Cóppola

Trabalha com web, design, criação, conteúdo, SEO e fotografia. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência, além de colocar a mão na massa em todos os projetos. Paralelamente, tem outros três projetos: Viva com Felicidade, BlogGeek e Mapa dos Bichos. Ama música, cinema, jogos, arte, tecnologia, tatuagens e pandas.

/* ]]> */