Chás Saúde

Chá de erva-de-são-cristóvão: descubra 7 motivos para consumi-lo

Os remédios naturais têm se popularizado, nos últimos anos, devido a uma substancial elevação na quantidade de pessoas que buscam formas menos invasivas e mais seguras para tratar enfermidades e preservar a saúde. Nesse sentido, o chá de erva-de-são-cristóvão é uma excelente alternativa, à medida que pode ser preparado em sua casa, com extrema facilidade e rapidez.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% EM TODO O SITE

O que é a erva-de-são-cristóvão?

A erva-de-são-cristóvão, cujo nome científico é Cimifuga racemosa, pertence à família das Ranunculáceas. Trata-se de uma planta herbácea e perene.

Embora seja nativa do Canadá, também cresce no leste dos Estados Unidos e é muito cultivada por todo o continente europeu.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Ela se desenvolve a partir de um rizoma e atinge entre 25 a 60 centímetros de altura. Suas flores brancas, com um perfume doce e característico, aparecem no final da primavera e início do verão. A fruta é um folículo seco que contém várias sementes.

As folhas são grandes, ovais e têm e entre dois e três centímetros de comprimento. A floração ocorre no final do mês de junho ou no início de agosto, variando de acordo com a área geográfica em que estiver situada.

Amplamente utilizada pelos índios americanos, que a utilizavam para tratar uma infinidade de doenças e transtornos comuns, a erva-de-são-cristóvão chegou a ser tradicionalmente empregada como um antídoto para a picada de cascavel.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Povos tribais como os delawares, iroqueses e cherokees a usavam como anti-inflamatório para combater o reumatismo. A planta foi, também, muito valorizada como um potente tônico e diurético.

Convém destacar, ainda, que a Cimifuga racemosa contém vários componentes, tais como a actina, cimicifugina, substâncias estrogênicas, ácido ferúlico, ácido oleico, ácido palmítico, ácido pantotênico, fósforo, racemosina, taninos, triterpenos e vitamina A.

Propriedades medicinais

O chá de erva-de-são-cristóvão tem uma longa história de uso em problemas ginecológicos. Atualmente, ele ainda é utilizado para tratar condições de saúde relacionadas à menstruação, como a síndrome pré-menstrual e a menopausa.

Um estudo recente concluiu que o chá de erva-de-são-cristóvão é uma alternativa natural favorável à terapia de substituição hormonal, necessária para pacientes que foram submetidas à histerectomia (cirurgia de remoção do útero).




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Há diversos estudos que demonstram que essa terapia, devido ao fato de conter estrogênios, aumenta consideravelmente o risco de a paciente desenvolver o câncer de mama, de modo que o chá de erva-de-são-cristóvão emerge como uma saída eficiente para os casos em que o estrogênio é contraindicado.

Entre os distúrbios que contraindicam a terapia de substituição hormonal encontram-se:

  • Histórico de câncer estrógeno-dependente;
  • Hemorragia uterina;
  • Doença hepática;
  • Doença da vesícula biliar;
  • Endometriose;
  • Fibromioma uterino;
  • Doença fibrocística da mama (displasia mamária).

O chá de erva-de-são-cristóvão pode aliviar o zumbido nos ouvidos e reduzir a pressão arterial, os espasmos musculares, a dor e a neuralgia, além de melhorar os sintomas de infecções brônquicas por meio da diminuição da tosse.

O chá de erva-de-são-cristóvão também tem sido recomendado como um poderoso tônico glandular.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Outras propriedades curativas

O chá de erva-de-são-cristóvão tem sido, conforme mencionado, historicamente utilizado como um remédio familiar aplicável a todas as idades, com usos que vão desde o tratamento de dores de garganta e doenças renais até complicações respiratórias e depressão.

O chá de erva-de-são-cristóvão era usado, inclusive, para produzir um xarope caseiro a ser tomado pelas pessoas acometidas pela doença de Huntington, também conhecida como “mal de São Vito”.

A raiz da planta é usada, principalmente, para tratar algumas das doenças e condições de saúde mais comuns entre as mulheres, pois a erva-de-são-cristóvão possui efeitos:

  • Antídotos;
  • Abortivos;
  • Restauradores;
  • Anti-inflamatórios;
  • Antirreumáticos;
  • Antiespasmódicos;
  • Antitússicos;
  • Adstringentes;
  • Cardiotônicos;
  • Sudoríficos;
  • Diuréticos;
  • Emagrecedores;
  • Expectorantes;
  • Hipnóticos;
  • Sedativos;
  • Tônicos.

Chamada, em algumas localidades, de “erva das índias”, essa planta é apreciada em todo o mundo por sua capacidade de combater transtornos relacionados ao ciclo menstrual, sendo utilizada para evitar a irregularidade, suavizar os efeitos da TPM e da dismenorreia e eliminar os miomas uterinos, bem como para provocar o parto.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Na atualidade, ela se converteu na moderna erva da menopausa, muito eficaz para reduzir a frequência e a intensidade das ondas de calor e os suores noturnos, sendo empregada, também, para combater a secura vaginal e outros sintomas da menopausa.

As mais recentes pesquisas descobriram que o chá de erva-de-são-cristóvão é útil, também, para prevenir a osteoporose e aliviar certas condições que podem ser provocadas por diferentes enfermidades, tais como tonturas e palpitações.

7 motivos para tomar o chá de erva-de-são-cristóvão

Confira, a seguir, algumas alternativas para fazer o chá de erva-de-são-cristóvão em casa e garantir a sua saúde e bem-estar.

1. Chá de erva-de-são-cristóvão para os sintomas da menopausa

Coloque ½ colher de sopa de raiz de erva de são-cristóvão em pó em 250 ml de água e deixe ferver por cerca de 30 minutos. Depois, resfrie e beba com mel e limão (para disfarçar o sabor amargo). Beba 2 xícaras por dia.

2. Chá de erva-de-são-cristóvão para zumbido nos ouvidos

Ferva um copo de água (250 ml) que contenha ½ colher de chá de raiz de erva-de-são-cristóvão durante 5 minutos. Tome 1 xícara por dia.

3. Chá de erva-de-são-cristóvão para síndrome pré-menstrual

Ferva 2 colheres de sopa de raiz da planta em um litro de água e beba ao longo do dia, cerca de uma semana antes da chegada de sua menstruação.

4. Chá de erva-de-são-cristóvão para tratar cistos no ovário

Misture, em um copo de água (250 ml), 20 gotas de extrato de erva-de-são-cristóvão. Beba uma xícara 3 vezes ao dia.

5. Chá de erva-de-são-cristóvão para neuralgias

Em uma panela, cozinhe por 15 minutos (fogo baixo) 300 ml de água, ½ colher de chá de raiz em pó de erva-de-são-cristóvão. Beba 1 xícara por dia.

6. Chá de erva-de-são-cristóvão para depressão na menopausa

Ferva 1 litro de água por 10 minutos e, em seguida, despeje 15 g de erva-de-são-cristóvão. Tome 1 ou 2 xícaras por dia.

7. Chá de erva-de-são-cristóvão para miomas

Misture, em partes iguais, raiz de erva-de-são-cristóvão em pó, salsaparrilha em pó e raiz de gengibre em pó. Extraia uma colher de chá dessa mistura e despeje em uma xícara de água fervente. Cubra e deixe descansar. Beba 1 vez por dia.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */