Chás Nutrição Plantas Medicinais Saúde

Para que serve o chá de mastruço? Quais as propriedades? Como consumir?

Em matéria de chá, uma fonte tão rica de informações quanto o Google são os nossos parentes das antigas, especialmente nossas avós, porque viveram em época que a medicina não era tão avançada e acessível (embora seja discutível se hoje seja tão mais acessível). Elas, muitas vezes, tinham que se virar com soluções caseiras, recorrendo a sabedoria dos antepassados que se baseavam na cultura indígena. É provável que se perguntar sobre o chá de mastruço para sua avó, vai conseguir arrancar alguns minutos de prosa e talvez descubra que ela tenha alguns pés plantados no jardinzinho de casa.

E isso irá se dever a popularidade da erva da família das Brassicaceae, nativa da América do Sul, utilizada para o preparo do chá de mastruço desde que os portugas descobriram nosso cantinho, conhecida por seus efeitos expectorantes, antibióticos, digestivos (sim, a danada da erva é versátil) e depurativos.

Mas atente-se no seguinte detalhe ao puxar conversa com os mais velhos sobre o tema, para evitar desencontro de informação. Assim como a Daenerys de Game of Thrones, o chá de mastruço é conhecido por várias alcunhas:

  • Chá de mentruz;
  • Mastruz-miúdo;
  • Erva-de-santa-maria;
  • Mastruz dos índios;
  • Erva-formigueira;
  • Mentruz rasteiro.

E outras denominações conforme a região do país.

A seguir, listaremos os principais benefícios do chá de mastruço e o modo de preparo. (Confira se tua avó concorda).

Machucou? Passa chá de mastruço que passa!

O chá de mastruço é recomendado para regeneração de ferimentos, tratamento de contusões, dores musculares, feridas, bronquites e úlceras externas.

Não, não é igual ao videogame que você toma um refri e se recupera de uma lesão de arma de fogo, o uso é externo e requer um pouquinho de paciência: 2 horas com a pasta medicinal, a base de chá de mastruço, sobre o local do ferimento para que os primeiros sinais de progresso sejam perceptíveis.

Modo de preparo

  • 3 colheres de sopa com uma salada da erva em um pilão: folhas, flores e sementes frescas;
  • Adicione água;
  • Amasse a mistureba até formar uma pasta;
  • Besunte um pano limpo ou gaze com a “papa” e aplique no local, por 2 horas, a ser tratado.

Congestionou? Chá de mastruço limpa tudo

Sabe aquela época que seu narizinho parece que está com duas rolhas bloqueando a entrada de ar, com aquela coceirinha danada insistente, com aquelas fisgadas na garganta e nos ouvidos ou parecendo que vai explodir de dor junto com a metade de seu rosto? Ou então aquela sensação que está imitando um ronco de caminhão a cada tossida enquanto seu paladar é forçado a experimentar uma consistência esverdeada e gelatinosa? Se você se identificou com o primeiro caso, é sinal que tem rinite ou sinusite, ou ambos, e o segundo você já deve ter experimentado em algum momento de sua vida, uma gripe fortíssima.

Pois bem, o chá de mastruço, como já mencionado, tem efeitos expectorantes, isso significa que estimula a movimentação dos brônquios e ajuda na secreção do muco, o ideal para tratar desses problemas.

Não, não tem que melecar o nariz ou o peito e se esconder no banheiro por 2 horas. Tem que sorver o chá de mastruço com boas goladas.

Modo de preparo

  • A mesma salada de folhas, flores e sementes picadas, mas somente 1 colherada de sopa, em 1 xícara de café;
  • Adicione água fervente.
  • Vede a xícara e deixe de molho por 10 minutos;
  • Coe, coloque 2 xícaras de café com açúcar cristal;
  • Bote o líquido no fogo novamente e aguarde o açúcar derreter;
  • Tome uma colher de sopa do chá de mastruço 3 vezes ao dia.

No caso de crianças, diminua a dose pela metade.

Indigestão? Cháááá de mastruço…

E não falamos como essa erva é versátil? É um trevo de 4 folhas, um canivete suíço, um coringa no seu baralho (ou na horta de sua vó). Pois o chá de mastruço também é um santo remédio para dar jeito naquela queimação depois do almoço, naquela gastrite que ataca quando ouve um desaforo machista no trânsito, quando aquele excesso de gases começa dar voltas no seu estômago como se estivesse nas 500 milhas de Indianápolis.

Óbvio que também é o caso de botar pra dentro o chazinho milagreiro, mas se quiser melecar a pança, depois conta o resultado. Quem sabe faz uma descoberta científica? (Mas é mais provável que seja apenas zoada pela sua avó).

Modo de preparo

  • 1 Colher de sopa com a maçaroca de folhas, flores e sementes picadas em 1 xícara de café;
  • Água fervente;
  • Recipiente vedado e de molho por 10 minutos;
  • Coe;
  • Ingira uma xícara de chá duas vezes por dia, antes das refeições principais.

Outras indicações

Como dito acima, o chá de mastruço é “pau pra toda obra”, pois a quantidade de aplicações medicinais de suas propriedades é diversa e se fôssemos esmiuçar um a um, o post ficaria do tamanho de Guerra e Paz ou da soma de todos os volumes das Crônicas de Gelo e Fogo. Por isso, segue uma breve lista de outras enfermidades que o chá de mastruço pode ser útil:

  • Asmas;
  • Bronquite;
  • Cãibras;
  • Catarro brônquico e muco espesso;
  • Contusões;
  • Dores musculares;
  • Escorbuto;
  • Escrofulose;
  • Estimulante das funções hepáticas;
  • Gota;
  • Infecção respiratória;
  • Má circulação;
  • Raquitismo;
  • Reumatismo;
  • Traumatismos;
  • Tosse;
  • Vermes.

 Contraindicações

Tudo na vida em excesso traz prejuízos e o chá de mastruço não foge a regra. Se exagerar na dose, na quantidade de vezes que consome por dia, os efeitos colaterais poderão ser pesados. Leia com atenção a lista de sintomas nocivos a seguir:

  • Depressão do sistema nervoso;
  • Lesões hepáticas;
  • Náuseas;
  • Problemas cardíacos e respiratórios;
  • Transtornos visuais;
  • Vômitos.

Outro detalhe importante antes de tomar chá de mastruço: se estiver em gestação, ou pensa preparar o chá para o seu moleque ou menina de até 2 anos, esqueça, vá ler Guerra e Paz, bater papo com a vovó, ir no médico (não necessariamente nessa ordem).

Considerações finais

O chá de mastruço é uma erva nativa do continente sul americano, muito popular no Brasil e que é conhecida por vários nomes. Um dos motivos de seu Ibope de respeito por aqui se deve as qualidades expectorantes, antibióticas, digestivas e depurativas de suas propriedades, muito úteis para tratar:

  • Ácido úrico;
  • Anemia;
  • Asmas;
  • Bronquite;
  • Cãibras;
  • Catarro brônquico e muco espesso;
  • Contusões;
  • Dores musculares;
  • Escorbuto;
  • Escrofulose;
  • Estimulante das funções hepáticas;
  • Ferimentos;
  • Gases excessivos;
  • Gastrite;
  • Gota;
  • Infecção respiratória;
  • Má circulação;
  • Prisão de ventre;
  • Raquitismo;
  • Reumatismo;
  • Rinite;
  • Sinusite;
  • Traumatismos;
  • Úlceras externas.

O chá de mastruço é contraindicado para:

  • Gestantes;
  • Crianças de até 2 anos.

Os efeitos colaterais de quem exagera na dose de chá de mastruço são:

  • Depressão do sistema nervoso;
  • Lesões hepáticas;
  • Náuseas;
  • Problemas cardíacos e respiratórios;
  • Transtornos visuais;
  • Vômitos.

O conteúdo foi útil para você? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio é muito importante para nós.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */