Chás Infográficos Saúde

Chá de tanchagem e seus incríveis benefícios

Chá de tanchagem

Espalhadas pelos pássaros e pelo vento, devido à formação de suas hastes com sementes, a tanchagem é uma planta que pode ser encontrada em lugares onde tiver natureza. Um campo, ao largo de estradas, um jardim. Mesmo assim, seus maravilhosos feitos em favor do nosso corpo só agora começam a ser melhor conhecidos, graças a estudiosos e pesquisadores que se debruçam sobre suas essências em busca de respostas. O chá de tanchagem, porém, já é bem popular há muito tempo, nos quatro continentes.

Além de proporcionar chás maravilhosos, a tanchagem também é comestível, em saladas ou quitutes caprichosamente preparados por grandes chefes. Estes, especialmente, depois de conhecerem todas suas vantagens ao organismo, tratam de encontrar novas aplicações culinárias.

Planta comestível ou medicinal

No Brasil, essa plantinha terrestre do gênero Plantago Major L. é mais conhecida como tanchagem, mas, possui diversas outras denominações, conforme a região. Pode ser a erva-de-ovelha, carrajá, acatá ou tansagem, entre outras.

É um dos chás mais populares no Brasil e também muito conhecida em países da América do Norte, do Sul, Ásia, Europa ou África. É uma planta medicinal a que muitos atribuem poderes quase mágicos na cura de diversas enfermidades.

Se é tão comum, como reconhecê-la? Primeiro é bom saber que não existe apenas um tipo dessa plantinha mágica, mas, muitas delas. Estudos mostram que existem pelo menos 158 espécies já catalogadas pela ciência e que podem nos proporcionar o chá de tanchagem. Tanto comestíveis como medicinais.

Mesmo chá, em várias partes do mundo

Cada uma de suas folhas possui como característica principal as sete veias, o que a torna inconfundível. São sete fulcros que cortam suas folhas de forma longitudinal, seja nas espécies com folhas grandes ou nas que possuem folhas alongadas e finas.

Chá de tanchagem

Ou seja, na China ou no Brasil, o chá de tanchagem é o mesmo, apesar de características diferentes – e nomes, claro – da plantinha. E ainda são muitos os estudos conduzidos em universidades e institutos especializados em fitoterápicos ou medicina de toda espécie.

O segredo é possuir as sete veias nas folhas. No Chile, por exemplo, é chamada de Siete Venas o Llantén.

Algumas de suas propriedades

Chá de Tanchagem: benefícios para a saúde [Infográfico]

Chá de Tanchagem: benefícios para a saúde [Infográfico]

  • São redutoras da irritação
  • Agem como expectorantes e adstringentes
  • Excelentes antibacterianas
  • Anti-inflamatórias e analgésicas
  • Atuam como cicatrizantes e desintoxicantes
  • Como depurativas, eliminam toxinas e combatem os radicais livres
  • São digestivas e tônicas
  • E são diuréticas e laxativas

Bom para recuperar feridas

Esta plantinha possui a aucubina, que é um princípio ativo de grande importância como anti-inflamatório e antimicrobiano. Este é um dos segredos transmitidos pelo chá de tanchagem ou até mesmo com aplicações diretas na pele.

Isso a torna eficaz no combate a catarros, seja no aparelhos respiratório ou no sistema digestivo. Pode ser utilizada contra gripes, viroses ou diarreias. Ricas em vitaminas, minerais e cálcio, especialmente na vitamina K, pode ser aplicada sobre cortes e feridas que estejam sangrando.

Suas folhas maceradas ou mastigadas, quando aplicadas sobre as feridas, incluindo acnes ou frieiras, ajudam na cicatrização e contenção do ferimento.

Tratamento vaginal para mulheres

Uma das aplicações bastante estudada e de efeito comprovado é sua utilização no tratamento de corrimento vaginal, quando a mulher apresenta secreções pela vagina e que, normalmente, também apresentam coceira, ardência e irritação.

A origem desse corrimento pode ser bem variado. Inflamações no útero, fungos, reações alérgicas a sabonetes ou cremes ou, mesmo, bactérias. Nestes casos de leucorreia, o chá de tanchagem é aplicado morno diretamente na vagina, em banhos de assento pela mulher.

O alívio começa quase imediatamente após as primeiras aplicações, mas, é sempre conveniente fazer novas aplicações, duas vezes ao dia. Sempre utilizando-se do chá de tanchagem morno.

Queimaduras e picada de bichos

Em caso de queimaduras, que é uma aplicação comum e bastante conhecida, é bom fazer uma pasta com folhas de tanchagem mascada em sua própria boca. Sua saliva também auxilia na recuperação. Após mascar as folhas, aplique sobre a queimadura, que o alívio e recuperação começa imediatamente.

O processo é idêntico para o caso de feridas abertas, acnes e até furúnculos. Mastigue as folhas limpas e aplique a pasta sobre o ferimento. É bom deixar sobre o ferimento com o auxílio de bandagem.

Picadas de insetos peçonhentos e até de cobra, devem seguir o mesmo procedimento. Diz a sabedoria popular que a pasta de tanchagem, aplicada sobre a mordida, pode ‘puxar’ o veneno e impedir que ele se propague pelo organismo.

Chá de tanchagem

Cuidado para não envenenar-se

Ao colher a tanchagem no campo, procure acertar na plantinha correta. Lembre-se de procurar as sete veias nas folhas, sejam compridas alongadas ou largas e mais curtas. A planta não possui caule e suas folhas saem como rosetas logo depois do solo. No centro, há um caule com as sementes ou, inclusive, flores bem pequenas.

Outra dica importante. Não faça a colheita junto a ruas ou locais poluídos. Nem junto a lavouras que se utilizam de agrotóxicos, pois, neste caso, em vez de erva medicinal, você poderá estar colhendo veneno para seu organismo.

Chá de tanchagem, bom para a saúde

A preparação do chá de tanchagem é muito fácil e segue próximo ao procedimento para outras ervas.

  1. Primeiro, claro, lave bem as folhas frescas da erva
  2. Use uma xícara com folhas de tanchagem para duas de água
  3. A água já fervida deve ser despejada sobre as folhas em um recipiente
  4. Cubra o recipiente com um pires ou tampa e deixe esfriar abafado
  5. Não se utilize de recipiente metálico, o ideal é o vidro
  6. Este chá pode ser guardado na geladeira e consumido até duas semanas
  7. Você poderá bebê-lo até duas vezes por dia

Também muito bom para emagrecer

O chá de tanchagem também pode ser utilizado em processos e dietas de emagrecimento. A planta tem grande efeito diurético, o que já foi provado em laboratório. Ao eliminar a água do corpo pela urina, há a redução do inchaço do organismo.

Isso não quer dizer, entretanto, que a perda do inchaço seja suficiente para a pessoa emagrecer. Esses processos sempre devem ser acompanhados de dieta alimentar apropriada e, claro, exercícios físicos recomendados por médicos, como caminhadas.

Sua pele também tem muito a ganhar com o chá de tanchagem. Para isso, basta acrescentar o mel ao chá e, com algodão ou pequena gaze, aplicar sobre erupções como acnes. Estudos prosseguem em todo mundo, como pela German Comission, da Alemanha. Novidades podem aparecer em breve. Portanto, fique no aguardo.

Veja também:

Sobre o autor

Giovanna Cóppola

Trabalha com web, design, criação, conteúdo, SEO e fotografia. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência, além de colocar a mão na massa em todos os projetos. Paralelamente, tem outros três projetos: Viva com Felicidade, BlogGeek e Mapa dos Bichos. Ama música, cinema, jogos, arte, tecnologia, tatuagens e pandas.