Exercícios Saúde

Climb Rope: corda para escalada CrossFit – saiba tudo aqui!

Climb rope

A Climb Rope é uma prática que a cada dia vem ganhado mais aceitação popular e lotando academias.

Ela é uma metodologia de exercício com corda inclusa no crossfit, que é de propriedade da CrossFit Inc. empresa que difunde seus os princípios metodológicos através de cursos e treinamentos.

Nos Estados Unidos, o crossfit é tão bem aceito que academias de polícia, unidades de operações especiais do exército e vários grupos de operações táticas incorporaram o crossfit em seu treinamento.

Ele contém uma série de exercícios diferentes cujo principal objetivo é melhorar o condicionamento físico que quem os pratica, e muitos deles exigem de quem os realiza força e conhecimento técnico, dentre eles temos o Climb Rope, e nesse artigo trataremos da corda utilizada para realizar esse tipo de atividade física.

Entenda melhor o Climb Rope

É um dos exercícios mais explorados nos treinamentos do CrossFit.

Rope Climb nada mais é do que a escalada utilizando uma corda, que deve ser muito resistente para suportar o peso do participante.

Para que você tenha um bom rendimento na prática dessa atividade, é necessário um bom condicionamento físico, já que são empregadas força e resistência, embora muitas vezes ela pareça bastante simples.



Entenda os benefícios de subir em cordas

Não é à toa que muitos estão aderindo à essa prática no crossfit, ele traz muitas vantagens para que a pratica, desde melhorias no tonus muscular até a ganhar mais controle corporal.

Controlar o peso do corpo durante a subida é um dos maiores desafios, pois, na subida vertical, ele deve estar alinhado ao longo da linha média, a sensação da corda nas mãos é outro desafio que deve ser superado.

Esse é um exercício de alta intensidade, pois envolve vários grupos musculares diferentes e proporciona um alto gasto de calorias, dessa maneira, é uma atividade indicada para quem deseja manter baixas taxas de gorduras corporais no seu corpo.

Devido aos movimentos realizados durante a pratica, ajuda no desenvolvimento de músculos da região do tronco, dos músculos das mãos e região do antebraço e proporciona uma melhor coordenação muscular ao ativar músculos primários e sec undários.

Saiba como preparar seu corpo para a Climb Rope

Para saber se você possui força suficiente e treinar a técnica para realizar a subida siga estes passos:

  • Mantenha seus braços retos e pegue confortavelmente a corda;
  • Agarre a corda em uma posição logo acima de você, trazendo os joelhos para região próxima ao seu peito;
  • Mantenha-se nessa posição de flexão por aproximadamente 10 segundos;

Repita o procedimento acima por cinco vezes. Ele lhe auxiliará em se preparar para a subida. Depois de trenar o suficiente para ficar confortável com a chamada “dobre-segura”, realize o procedimento a seguir:

  • Faça novamente os procedimentos de dobra;
  • Realize chutes leves de uma das suas pernas para fora;
  • Repita o procedimento com a outra perna.

Esse último movimento lhe ajudará a ter uma melhor preparação para realizar às subidas, visto que trabalha com a coordenação e ajuda a dar maior sincronia, além de auxiliar no controle do medo que de atingir o topo. Um bom gerenciamento das emoções também ajuda na descida.

Antes de subir, caso prefira, você poderá fazer dois ou três aquecimentos de escalada:

Deitado, com as costas apoiadas no chão, use a corda para levantar o seu corpo e pôr-se de pé.

Ao realizar a escalada, os pés funcionam como âncora ao subir pela corda, além de permitir descansar o corpo durante a subida, auxiliando no trabalho dos braços.

Na descida a função dos seus pés estará ligada ao controle da velocidade com a qual ela será realizada, a firmeza empregada contra a corda é quem ditará o ritmo da descida.

Como muitas atividades físicas, inicialmente você poderá ter dificuldades para realizar seus movimentos, tenha calma e não tenha pressa.

A corda de escalada para Climb Rope

Geralmente os tipos de cordas mais utilizados para a realização dessa prática são as de sisal, que é uma fibra natural, com espessuras que variam entre 38mm, 48mm, dentre outras.

Ela deve ser confeccionada com material adequado, sendo necessário cuidado constante quanto a humidade e líquidos, pois eles podem danificar a corda e fazê-la partir.

As cordas de sisal fabricadas no brasil, de acordo com o manual das cordas, feito pela AFIPOL (Associação Brasileira dos Produtores de Fibras Poliolefínicas) possuem fraca absorção de choque, resistência à fadiga e à tração, não possui flutuabilidade, sua capacidade de alongamento é baixa, tem boa resistência aos raios UV, e excelente resistência no quesito abrasão.

Já tendo como base a sua resistência a produtos químicos, ela possui baixa resistência a ácidos, produtos alcalinos e solventes orgânicos, sendo de fundamental importância mantê-la afastada desses itens, visando evitar possíveis avarias ao equipamento.

É importante que periodicamente o estado de conservação do equipamento seja avaliado, isso diminui o risco de acidente.

Perceba que mesmo cordas muito espessas também podem sofrer avarias.

O contato manual é outro fator importante na hora de escolher a sua corda.

Sua escolha deve levar em consideração a textura da fibra, sua mão e o diâmetro da corda.

Fibras naturais (como o sisal), com multifilamentos e diâmetro superior a 12mm proporcionam uma boa “pegada”, além de serem de melhor contato.

Bons resultados também estão relacionados com a observância desses fatores ao escolher a sua corda para a prática de Climb Rope.

Cuidados com a sua corda de Climb Rope

Ao fazer uso da sua corda tenha os seguintes cuidados:

  • Evite nós, saiba que eles tornam a corda cerca de 40% menos resistente;
  • Emendas são usadas quando se pretende unir duas cordas, geralmente não reduz sua carga, mas orienta-se eliminar o pedaço afetado e realizar uma costura de emenda;
  • Deve-se manusear a corda evitando o atrito com superfícies, principalmente se forem ásperas, cortantes ou pontiagudas. Elas diminuem a vida útil da corda e contribuem para o seu rompimento;
  • A água salgada é muito agressiva a cordas de fibras naturais, pois a umidade pode contribuir para o aparecimento de bactérias que atuem decompondo a fibra;
  • Umidade e raios UV diminuem a vida útil da sua corda;
  • Não deixe sua corda exposta a chuvas, ela favorece que fungos e bactérias apareçam, e eles podem agir destruindo as fibras do seu equipamento e deixando-o frágil;
  • Deixe seu equipamento distante de produtos químicos, eles podem comprometera vida útil da sua corda.

Esses são apenas alguns dos cuidados que você deve ter com a sua corda de Climb Rope.

Climb Rope é uma atividade que ajuda a manter o bom condicionamento físico, além de ser uma pratica divertida e que ajuda ter um maior controle do corpo e das emoções (principalmente para quem gosta muito de locais altos).

Realizá-la com acompanhamento de profissionais, com equipamento seguro e de qualidade e depois de conversa com o seu médico é uma atitude que você deve levar em consideração em toda a sua prática.

Então, você também já praticou o Climb Rope? Conte-nos a sua experiência!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */