Nutrição

Cogumelo do sol: o que é e quais benefícios pode trazer para sua saúde!

Cogumelo do sol

Com certeza você já ouviu falar sobre o cogumelo do sol, seja por um amigo, em propagandas ou em casas de produtos naturais.

Também conhecido como Agaricus blazei, o cogumelo do sol é famoso por suas propriedades nutricionais e supostos benefícios para a saúde, e tem sido alvo de estudos sobre sua real ação e eficácia.

Para saber mais detalhes sobre esse fungo, seus nutrientes, benefícios e indicações, leia este post e saiba como aproveitar os benefícios que o cogumelo do sol pode oferecer. Confira!

Afinal, o que é o famoso cogumelo do sol?

O cogumelo Agarius blazei, popularmente conhecido como cogumelo do sol, é um fungo comestível, de sabor adocicado e cheiro amendoado, sendo muito apreciado na culinária por sua textura e sabor.

Ele nasce individualmente ou em grupos, geralmente sobre folhas caídas em solo fértil.

O cogumelo do sol foi originalmente encontrado no nordeste dos Estados Unidos, e posteriormente na Califórnia, Havaí, Grã-Bretanha, Holanda, Israel, Taiwan e Brasil.

É amplamente cultivado no Japão, para ser utilizado na culinária e também como tratamento oncológico alternativo, graças ao seu alto nível de beta-glucan.

É bastante famoso por suas propriedades medicinais, como fortalecer o sistema imunológico e auxiliar no tratamento de doenças cardiovasculares, hepatite, colesterol, diabetes e doenças da pele.

Benefícios do cogumelo do sol

Como dissemos acima, o consumo de cogumelo do sol pode trazer diversos benefícios para saúde, graças às suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, anticancerígenas e imunomoduladora. Veja a seguir, quais são os principais.

Fortalece o sistema imunológico

O cogumelo do sol possui um nível elevado de beta-glucan e outros polissacarídeos que estimulam o sistema imunológico, aumentando as funções imunes e a quantidade de macrófagos, NKC, células T, células B e células complementares.

Além disso, algumas pesquisas sugerem que o Agaricus blazei pode estimular as células do sistema imunológico a produzir citocinas, importantes moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células durante o processo de respostas imunes.

Auxilia na prevenção e tratamento contra o câncer

O cogumelo do sol é o remédio natural mais popular da medicina complementar e alternativa usada por pacientes com câncer.

Isso se dá graças ao polissacarídeo beta-glucan, que tem ação antitumoral devido à sua influência no sistema imunológico, como mostrado anteriormente, o que acaba evitando a metástase do câncer.

Além disso, o cogumelo do sol também pode prevenir o surgimento do câncer, devido a sua ação antimutagênica que evita alterações em nossos genes.

Outros benefícios

  • Possui ação antioxidante, eliminando os radicais livres do organismo, evitando mutações celulares e envelhecimento precoce;
  • Reduz o colesterol, inibindo fatores patogênicos e a angiogênese em casos de cancros e tumores;
  • Reduz o diabetes diminuindo os níveis de glicose no sangue e melhora a resistência à insulina;
  • Auxilia no tratamento da hepatite C;
  • Apresenta propriedades anti-virais, antibacterianas e antifúngicas, além de atuar no combate às bactérias e no bloqueio de doenças já instaladas no organismo;
  • É eficaz no tratamento de lesões cutâneas e doenças crônicas como bronquite, asma e úlceras, quando consumido regularmente;
  • Funciona como um tônico geral do organismo, melhorando casos de fraquezas, cansaços, esgotamentos e estresse.

Indicações de uso e contraindicações

Cogumelo do sol

Como vimo acima, o consumo do cogumelo do sol pode ser extremamente benéfico devido seus ingredientes ativos e perfil nutricional, sendo indicado nas seguintes situações:

  • Pessoas que estejam com sistema imunológico prejudicado;
  • Pessoas que apresentam doenças infecciosas frequentemente, como gripes e resfriados;
  • Pessoas com alergias ou inflamações na pele;
  • Pessoas em tratamento de quimioterapia ou radioterapia;
  • Pessoas com mais de 40 anos de idade, que podem apresentar queda no sistema imune e nas funções do corpo decorrentes do envelhecimento;
  • Pessoas diabéticas;
  • Pessoas que apresentam cansaço e fadiga física e mental com frequência;
  • Atletas profissionais ou pessoas que desempenham atividades físicas intensas;
  • Pessoas submetidas a estresse físico ou emocional;
  • Homens ou mulheres com alto risco de aterosclerose;
  • Pessoas com problemas de colesterol alto;
  • Usuários de drogas em processo de desintoxicação.

Por outro lado, algumas pessoas em situações específicas devem evitar o uso do cogumelo do sol. É o caso de pessoas que estão em fase de pré ou pós-transplante, que estão em terapia de imunossupressão ou que possuem enfermidade autoimune. Crianças menores de três anos também devem evita-lo.

O consumo de cogumelo do sol pode ser feito através da culinária, em chá ou em cápsulas, como é comumente vendido em lojas de suplementos e produtos naturais. A dose indicada é de 10 a 20 g por dia, junto às principais refeições.

Não existem efeitos colaterais comprovados se administrado da forma correta. Porém seu excesso pode causar intoxicação, queda de pressão, diarreias, náuseas e algumas reações alérgicas.

Sempre consulte um profissional antes de iniciar uma suplementação ou tratamento, afinal, só ele poderá indicar a quantidade e frequência correta.

O que você acha do cogumelo do sol? Vale a pena experimentar? Compartilhe!

Veja também:

Sobre o autor

Juliana Mitsuda