Saúde Bucal

Quer saber como arrancar dente de leite? Nós ensinamos!

Todos nós, lá pelos 6 meses de vida, tivemos a dentição chamada “de leite”. Essa dentição primária cai naturalmente para o nascimento da dentição permanente. Muitos pais, nessa fase da vida da criança, buscam informações sobre como arrancar dente de leite da melhor maneira possível, sem causar sofrimentos e dores.

Existem muitas opiniões a respeito desse questionamento.

Alguns especialistas afirmam que a melhor maneira de ajudar na dentição da criança nessa fase é deixar que o dente de leite caia sozinho e naturalmente.

Já outros especialistas afirmam que a ajudinha dos pais para que o dente seja arrancado é o melhor caminho, pois ficar com um dente pendurado não é nada confortável.

Vamos entender melhor esse assunto no texto a seguir? Assim, você tira suas próprias conclusões.

Como é a dentição humana?

Antes de entendermos como arrancar dente de leite, é preciso aprender como funciona a dentição humana.

A fase do aparecimento dos dentes na criança pode ser a fase mais complicada que os pais enfrentarão. O despontar dos dentes costuma vir acompanhado de certos desconfortos na criança, por isso a atenção deve ser redobrada.

Um dos desconfortos mais observados nessa fase é o incômodo na gengiva. Muitas vezes a criança pode colocar objetos na boca para tentar aliviar os sintomas de coceira que podem surgir não raramente.

Outro sintoma muito comum e que leva ao desespero dos pais é o aparecimento das febrículas, ou seja, aumento da temperatura corporal. Durante essa fase, é comum esses aumentos de temperatura.

Essa primeira dentição, conhecida também como “dentes de leite”, começam a cair por volta dos 6 anos de idade da criança, dando espaço para os dentes definitivos, conhecidos como “dentes permanentes”.

Nessa fase de troca dos dentes de leite pelos dentes permanentes, é aconselhável que os pais já comecem a levar seus filhos em um Odontopediatra. Esse profissional é um dentista especializado no atendimento as crianças.

Os dentes permanentes já existem na boca da criança?

A resposta é sim! Não temos como ver com clareza, mas a dentição permanente já existe na boca da criança.

Os dentes permanentes existem mais precisamente, para você entender, na mandíbula, abaixo dos dentes de leite.

Essa dentição permanente só começa a despontar na gengiva quando ocorre um afrouxamento da raiz do dente de leite. Esse afrouxamento leva o dente de leite a perder sua sustentação no osso, provocando a sua queda.

Com essas explicações, fica muito mais fácil de aprender como arrancar dente de leite sem provocar dores ou desconfortos na criança.

Essa primeira dentição, dentes de leites ou dentes decíduos, como também são chamados, são mais seguros de serem arrancados quando não existem mais raízes fixadas a eles.

É a raiz que sustenta o dente e é ela que provoca a dor, ou seja, a maneira mais segura é perguntar para a criança se aquele dente, quando é movimentado, provoca dores.

Se a resposta for negativa, então poderá ser arrancado sem grandes sofrimentos.

Agora, se a resposta da criança for positiva, então é melhor esperar que ele caia no tempo certo.

Quanto menor for o trauma causado na criança que vai arrancar um dente de leite, melhor!

Traumatizar a criança neste momento, seguindo fórmulas mirabolantes para se arrancar um dente. pode ser prejudicial no futuro. Essa criança pode se tornar um adolescente traumatizado com questões relacionadas a dentes. Imagina tratando uma cárie, por exemplo!

Confira 4 dicas de como arrancar dente de leite com segurança!

Aprender a melhor maneira de como arrancar dente de leite com segurança é a garantia de formar um adulto sem medo de ir ao dentista.

1 – Tenha certeza que o dente não possui mais raiz

Esse é o primeiro passo que deverá ser tomado pelos pais que querem aprender como arrancar dente de leite do filho.

O dente não pode estar ligado a raiz. Para saber, basta movimentá-lo suavemente, perguntando para a criança se ela sente dor ou não.

Como nós dissemos acima, se movimentar o dente e ele doer, não está na hora de arrancar ainda. Agor,a se mexer e ele não doer, pode ser arrancado sem problemas.

2 – Faça a higienização correta das mãos

Todo o procedimento que envolve manipulação com as mãos deve ser feito após uma correta higienização para evitar que possíveis infecções sejam contraídas. Afinal, mesmo que o dente esteja solto de sua raiz, existe perda de sangue nesse processo.

3 – Aprenda a puxar o dente na direção certa

Mesmo que o dente esteja sem a raiz, é necessário aprender a melhor maneira de puxá-lo. Aprender como arrancar dente de leite para que a criança não fique machucada é um dos passos mais importantes e fundamentais nesse processo.

Puxar o dente em outra direção pode levá-lo a quebrar e machucar a gengiva, deixando um pedaço de dente preso nela.

A forma mais correta e adequada de se arrancar um dente é puxá-lo para frente, ou seja, na direção dos lábios.

Seguindo esse método, o dente se desprenderá mais facilmente, seguindo sua curva de erupção natural. Com isso, haverá menos sangramento, lesões e dores.

4 – Utilize materiais adequados

Os dentes costumam ser bastante escorregadios, principalmente por causa da salivação e de sua própria composição (esmalte).

Para segurar melhor e fazer com que o processo seja feito rapidamente, utilize uma gaze ou um paninho. Esses materiais evitam que o dente seja difícil de ser segurado.

Além disso, pode haver um pouco de perda de sangue. Você pode utilizar esses materiais para promover a limpeza do local, lembrando de não esfregar muito em cima do machucado.

Por que os dentes permanentes caem?

A dentição permanente, ou seja, esses dentes que surgem depois dos dentes de leite, caem por alguns fatores. O principal fator são as doenças adquiridas ao logo da vida nessa região, por causa da má higienização, excesso de açúcar, entre outros.

Os dentes permanentes caem por causa do enfraquecimento da raiz que o sustenta.

Doenças como periodontite são as principais causadoras de suas quedas. Lembrando que essa doença é o grande acúmulo de placa bacteriana que existe abaixo da linha gengival.

Se notar qualquer modificação na estrutura dos seus dentes, procure um dentista imediatamente!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */