Receitas

Como fazer Bloody Mary: aprenda e sirva as amigas em casa

O Bloody Mary é um drink muito famoso ao redor de todo mundo, mas, apesar da sua fama, não são muitos aqueles que curtem a bebida. O motivo para isso está, provavelmente, nos ingredientes exóticos e diferenciados que compõem a receita de Bloody Mary.

Devido à essa receita, o Bloody Mary acaba se destacando, também, pela sua cor vermelho vivo, que lembra muito, como você deve ter imaginado pelo nome, o sangue. O nome, falando nisso, é traduzido em português para Maria Sanguinária, por isso a coloração não é de se surpreender. Mas, quem é essa Maria Sanguinária? E quais são os ingredientes que fazem parte da receita do Bloody Mary?

Vamos descobrir tudo isso nos parágrafos abaixo…

A origem do Bloody Mary

Para começar a entender esse drink e aprender como prepará-lo, vamos primeiro conhecer a sua história. O drink surgiu em 1920, na França, mas foi inventado por um americano. O cara estava trabalhando em um bar em Paris e alguns americanos estavam visitando a cidade como turistas. Nessa época, a Lei Seca ainda reinava nos Estados Unidos e, por isso, os caras estavam desesperados por uma bebida.

Devido a isso, eles pediram ao bartender que ele preparasse um drink que eles pudessem beber nos Estados Unidos sem que as autoridades percebessem que ela era alcoólica. Com isso, o barman começou a preparar uma bebida misturando ingredientes como pimenta, suco de tomate e molho inglês.

O resultado foi uma bebida vermelha, cor de sangue e, na época, o seu inventor a batizou de Balde de Sangue. Foi somente mais de 10 anos depois, nos Estados Unidos, que o nome da bebida se tornou Bloody Mary.

E quem é essa tal de Maria Sanguinária?



Mas, então, chegou a hora da verdade: quem diabos é a Bloody Mary que recebe a homenagem no nome da bebida? Existem várias versões para essa história, mas a mais conhecida é a da rainha Mary Tudor, da Inglaterra. Ela governou a Inglaterra e a Irlanda no século XVI, período no qual recebeu o adorável apelido de Maria Sanguinária.

Mas por que uma rainha levaria essa fama? Pois bem, a Mary Tudor era filha do Henrique VIII, famoso por ser o fundador da igreja Anglicana durante o seu reinado. Acontece que, após a morte do pai, a Mary Tudor resolveu transformar o catolicismo como religião oficial da Inglaterra novamente, mas nem todo mundo curtiu a ideia.

Foi então que a rainha elaborou uma grande estratégia: ela executaria todos que se opusessem à ela. E assim surgiu a sua fama de Maria Sanguinária.

Beleza… E como fazer Bloody Mary?

Agora que você já conhece a bela história da Maria Sanguinária, já está pronto para aprender como se prepara o drink. Assim, pode contar essa curiosidade para as amigas enquanto prepara as bebidas.

Ingredientes:

  • 1 dose de vodka;
  • 1 dose de Suco de Limão;
  • 150ml de Suco de Tomate;
  • 1 pitada de Sal;
  • 2 pitadas de Pimenta;
  • 6 gotas de Molho Inglês;
  • 1 lance de Tabasco.

Modo de preparo:

Os ingredientes variados podem parecer um pouco intimidadores, mas o modo de preparo do  Bloody Mary é bastante simples. Você só precisa misturar todos os ingredientes na coqueteleira junto de gelo, batendo muito bem, e depois passar a mistura filtrada para um copo cheio de gelo.

Antes de passar a bebida para o copo, pode crustar a borda dela no sal, para ajudar com o sabor da bebida, que pode ser um pouco difícil de absorver para quem não conhece. Você pode decorar o prato com alguma folha ou um tomate cerveja, ou simplesmente beber mesmo!

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */