Beleza Cabelos

Como pintar cabelo de criança com segurança e essas 4 dicas

A tendência de colorir o cabelo das crianças não é inteiramente nova, embora seja sempre uma surpresa, especialmente em idades tão precoces. Mas você sabe como pintar cabelo de criança com segurança, sem prejudicar os fios e a saúde delas?

Apesar de acumular milhares de “curtidas”, as fotos desses pequenos com fios multicores não ficam aquém em comentários críticos. Isso porque a ideia de processar cabelos infantis, mais finos e mais frágeis que os de adultos, parece bem perigosa.

As opções de coloração vêm mudando ao longo dos anos, quase no mesmo ritmo das tendências. A grande maioria feita nas madeixas dos baixinhos é semi-permanente. Sai depois de vários dias ou semanas, apenas com lavagens comuns.

Abaixo, seguem 4 dicas para fazer a vontade da criançada e não comprometer em nada a saúde capilar e em geral.

4 dicas de como pintar cabelo de criança sem prejudicar os fios e a saúde dos pequenos

Cores vivas e alegres… Quando as vemos nos cabelos de pessoas mais velhas, geralmente vêm acompanhadas de palavras críticas. O pensamento recorrente é: “Essas cores só devem ser usadas por adolescentes”. Quando não receber comentários por um motivo, será por outro.

Sendo assim, não se deve levar em conta a opinião alheia. Deixe vigorar a vontade das crianças, seguindo apenas as orientações para tingir os fios de forma correta.

1. Como pintar cabelo de criança com segurança: Faça um teste de alergia

Tecnicamente falando, a partir do momento em que estes produtos obviamente sensibilizam o cabelo, requerem mais cuidados, tanto na aplicação, quanto no pós-tingimento.

A maioria dos cabeleireiros é totalmente contra fazer esse tipo de procedimento em crianças, seja com cores naturais, semipermanentes ou não. Isso porque se falarmos de tons diferentes dos convencionais, algum componente químico terá.

No entanto, certamente há de se encontrar profissionais que não têm problemas em executar a prática. Por isso, o conselho é fazer um teste de alergia antes. Isso evitará que ocorram danos no cabelo da criança e também uma reação alérgica.

2. Como pintar cabelo de criança com segurança: Escolha bem o tipo de tintura

O debate está nos componentes desses produtos e no grau em que eles podem potencialmente afetar o cabelo. Uma tinta permanente requer a descoloração prévia do cabelo. É mais agressiva porque destrói a melanina (a cor natural, por assim dizer). Quanto mais clara a cor do cabelo, mais porosa e, portanto, melhor será o resultado do tom que foi escolhido.

Tintas semipermanentes, por outro lado, permitem que a mesma seja aplicada em cabelos descoloridos como em cabelos virgens. É por isso que elas se tornaram tão populares entre os pais que optam pela coloração infantil.

No entanto, especialistas em cabelos muitas vezes definem a idade mínima para começar a tingir o cabelo em 16 anos. Dessa idade para menos, recomenda-se sempre o uso de produtos com bases de petróleo, evitando a amônia.

Dê preferência para as tintas semipermanentes para que não seja necessária uma descoloração. De qualquer forma os produtos carregam químicas, então dos males, o menor.

3. Como pintar cabelo de criança com segurança: Para ajudar, dê as opções de escolha de cor conforme a tonalidade natural dos fios

Como já dissemos anteriormente, quanto mais claro o cabelo, mais vibrante o resultado, enquanto em cabelos mais escuros, o efeito é mais fraco e semelhante ao de alguns reflexos apenas.

Para ajudar no processo de diminuir a quantidade de química aplicada nos fios, a regra geral usada é que o tom do cabelo deve ser sempre mais claro que o tom da tintura. Sendo assim:

  • Cores pastel, como algodão-doce rosa ou azul-celeste, precisam que o cabelo seja muito loiro para ser perceptível;
  • Cabelos muito escuros, só tons como azul marinho, vermelho vibrante ou esmeralda fluorescente.

4. Como pintar cabelo de criança com segurança: Faça uma tintura natural

Se seus filhos estão desesperados para colorir os cabelos, existem maneiras temporárias e caseiras de entrar nessa forma de auto expressão. Você pode fazer tintas com suco em pó. Isso dará uma grande variedade de cores, com efeitos que durarão apenas alguns dias.

A cor da bebida é a cor que você tentará recriar. No entanto, a cor natural dos fios obviamente influenciará nos resultados finais.

Aqueles que têm cabelos claros, para começar, poderão escolher qualquer cor que gostem. O resultado final será quase do mesmo tom do suco. Os ruivos provavelmente devem se afastar dos corantes verdes ou azuis, pois o resultado final pode parecer um pouco confuso.

Já os cabelos castanhos funcionam bem com tons de vermelho ou laranja. E aqueles com cabelos pretos terão ótimos resultados com cores azul, roxo ou vermelho escuro (preto cereja).

Preparação

Se seu filho tiver cabelos oleosos, você precisará deixa-los o mais limpo possível antes que a cor seja aplicada. O óleo reveste o folículo piloso, dificultando a aderência do tom.

Então, lave suas madeixas e aplique bicarbonato de sódio enquanto ainda estiver molhado. Deixe o bicarbonato agir por 10 minutos e depois enxágüe com água morna.

Se o cabelo for normal, lave-o antes de aplicar a cor. Se o cabelo for seco, simplesmente borrife-o com água para umedecê-lo.

Uma vez que o cabelo estiver molhado, coloque uma toalha sobre os ombros para proteger suas roupas. Em seguida, faça a mistura de corantes. Esvazie o conteúdo do pacote escolhido de suco SEM AÇÚCAR em uma tigela pequena.

Adicione ¼ xícara de condicionador de cabelo e mexa até ficar bem homogêneo. Se você não tiver condicionador de cabelo, use maionese. Para obter uma cor mais duradoura, adicione uma colher de sopa de vinagre branco a essa mistura antes de aplicá-la.

Aplicação

Uma vez que o corante esteja completamente misturado, aplique-o no cabelo. Independente da forma que usar para tingir o cabelo, seja com a mão, ou com pincel, é aconselhável a utilização de luvas. Para fazer a tinta render e tingir uma cabeça que tenha cabelos volumosos aplique a mistura e penteie o cabelo.

Enrole os fios e envolva-os em filme plástico, aguardando 60 minutos. Em seguida, lave da maneira usual.

A cor geralmente sai com três a cinco lavagens.

Agora que você leu esse artigo e aprendeu como pintar cabelo de criança com segurança, pode dizer sim para os pequenos. Deixe que eles se expressem da forma como escolherem, afinal, é uma fase e pode ser levada tranquilamente.

Deixe a sua opinião nos comentários e não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.