Flores

Como plantar flores em casa: dicas para ter um belo jardim

Ter lindas e coloridas flores em casa é um modo de embelezar os ambientes e a vida. Existem várias maneiras de plantá-las, seja em vasos, jardins, canteiros ou objetos inusitados, feitos originalmente para outras funções.

Entre as mais recomendadas para tal missão, estão: onze-horas, violeta, gérbera, crisântemo, lisianto, minimargarida, azaleia e begônia. São exemplos de espécies que podem ser cultivadas com facilidade nas residências.

Antes de começar a plantar flores, é interessante prestar atenção ao seguinte:

Utensílios práticos – pás, tesouras, sacho, regador e forquilha são os itens básicos que qualquer bom jardineiro precisa ter. Assim, poderá trabalhar bem a terra e manter as flores impecáveis.

Luz/localização – analise bem o local antes de plantar um jardim de flores. Isso significa escolher um lugar plano e com exposição solar mínima de meio-dia.

O solo ideal – quanto ao solo, confira o pH da terra, pois certas espécies pedem acidez, já outras preferem solo alcalino. Mas também existem variedades que ficam bem em ambos. É importante saber os nutrientes disponíveis e o nível de umidade do terreno.

Ao notar estas características, fica mais fácil escolher as flores apropriadas a cada lugar.

• A escolha de flores e plantas para um jardim obedece, ainda, a critérios como os dois tipos básicos de espécies: as flores anuais, cuja a esperança de vida se esgota em um ano; e perianuais, que sobrevivem ao inverno e voltam a nascer na primavera.

Leve em conta também o estilo do jardim que deseja obter, quais as cores principais, o orçamento disponível, se investirá somente em flores com baixa manutenção ou pode arriscar com espécies mais delicadas.

Depois de analisar estas e outras questões, então, decida quais as melhores flores para o seu projeto, aumentando as chances de êxito nos meses ou anos seguintes.

• Caso seja sua estreia na jardinagem, inicie com uma área pequena, de aproximadamente 1m20cm por 3 metros, por exemplo. A manutenção é mais simples, e você poderá aumentar seu jardim depois que ganhar experiência, se quiser.

Outro detalhe fundamental é garantir um ponto de água acessível, para que a rega seja mais prática.

A preparação do solo – não tenha pressa, pois o sucesso de um jardim depende muito deste quesito. Entre os cuidados, é preciso evitar ervas daninhas e outros invasores. Por isso, o local deve ser limpo cuidadosamente de todo tipo de ervas, raízes e lixo.

E mais: a terra tem que ser remexida adequadamente para que possa unir-se bem ao adubo e vice-versa. Depois, é essencial alisar o terreno por completo, e finalizar com a rega.

• Antes de plantar as flores, aproveite que a terra está lisa e “desenhe”, com ajuda de um objeto pontiagudo, o layout do seu jardim, isto é, a forma na qual pretende dispor as diferentes flores.

Uma dica extra: as plantas mais altas devem ser colocadas na parte de trás do jardim; as médias no meio, e as menores ou rastejantes, na frente.

• Escolheu as flores? Preparou o terreno? Criou seu layout? É hora de plantar! Se a opção for a semente, é imprescindível seguir as instruções de plantio descritas na embalagem do produto.

Ao optar por mudas envasadas/estacas, comece criando um buraco no solo duas vezes maior do que o vaso em que a flor está, além de 6 ou 7 centímetros mais profundo do que o recipiente.

No fundo do buraco, despeje uma camada de 6 ou 7 centímetros de compostagem ou adubo para nutrir as flores nas primeiras semanas.

Encha o buraco com água, aguarde o líquido ser absorvido pela terra e acrescente a flor. Volte a despejar água e cubra o buraco com terra até seu topo. Repita o processo em todas as flores que plantar e regue tudo no final.

Aí, é só admirar o seu trabalho e esperar que suas belas flores cresçam e encantem a todos!

Até o próximo post…

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */