Comportamento Relacionamento

Como superar uma traição? Especialistas dizem como dar a volta por cima

Como superar uma traição? A resposta não é nada simples e a superação não acontece de uma hora para outra. Nesse momento, a dor e a culpa podem deixar a cabeça confusa e agir no impulso não é o mais indicado.

Por isso, preparamos uma seleção com a opinião de 5 especialistas sobre como superar a traição. Com essas dicas você pode pensar em detalhes importantes para essa nova fase da vida. Vamos lá?

1. Pense nas possibilidades

A traição pode ser no relacionamento amoroso, na amizade e até nas relações profissionais. Se você se sentiu traída em qualquer âmbito da vida, a maneira de lidar é a mesma, diz Marisa Vandevelde, do canal do YouTube Psicólogos em São Paulo.

Quando sofremos com uma traição podemos perdoar, sim, mas além disso ainda temos mais duas questões importantes: continuar gostando dessa pessoa ou não e continuar num relacionamento com essa pessoa ou não.

De acordo com Marisa, essas três situações são independentes e gostar da pessoa que te traiu não significa que você precisa continuar no relacionamento com ela.

“Decidir que você quer continuar com a pessoa e o sentimento que você tem por ela são coisas diferentes”, diz. Isso significa que, ao descobrir uma traição você pode:

  • perdoar a pessoa ou não perdoar a pessoa;
  • continuar amando a pessoa ou deixar de amar a pessoa;
  • decidir continuar o relacionamento ou terminar o relacionamento.

Cada uma dessas decisões são independentes entre si. Inclusive, Marisa conta que existem muitos casamentos que continuam após uma traição mesmo que não exista mais sentimentos entre o casal. O ideal é pensar nos prós e contras de cada decisão e fazer o que for melhor para você.

E mais: sentimento não se controla, não é uma decisão racional que faz o amor acabar. Por isso, fique atenta ao que você sente.

2. Perdoar é libertar-se

O psicólogo Marcos Lacerda, do canal no YouTube Nós da Questão, é direto e reto ao dizer que a primeira coisa a se fazer é perdoar. E não faz diferença se o relacionamento vai acabar ou se você escolheu reconstruir a relação após a traição. Mesmo que você esteja com muita raiva agora, é preciso fazer isso pelo seu bem, inclusive.

No entanto, de acordo com o especialista, para perdoar você precisa saber fazer direito. Perdoar não é desculpar o erro do outro, não é simplesmente esquecer o que a pessoa fez e se obrigar a conviver com quem te faz mal.

“Perdoar é um presente que você dá a si mesmo”, explica, “porque você vai se livrar dos sentimentos tóxicos”. E complementa dizendo que perdoar não é inocentar o outro, mas sim libertar-se.

Veja o vídeo na íntegra e confira mais dicas:

3. A traição sempre marca o fim de um relacionamento

Quem disse isso foi o Fred Mattos, psicologo clínico e escritor à frente do canal Sobre a Vida. Provavelmente essa afirmação te deixou intrigada, principalmente poque ela entra em conflito com a dica #1. Mas espera aí! Vamos entender o que o Fred quis dizer?

“A traição é um luto do relacionamento”, diz. O casamento ideal, a relação perfeita dos contos de fadas cai por terra. É a morte do felizes para sempre. E toda fase de luto inclui dor e leva tempo para superar.

Para Frederico Mattos, a traição pode marcar o fim de um relacionamento problemático que termina após a traição ou pode ser um fim simbólico. O fim simbólico seria o fim de um período conturbado, é o fim de uma fase tóxica do relacionamento, que pode sim ser reconstruído. Parece mentira, mas a traição pode servir para transformar o casamento e construir as bases para uma relação mais madura.

Obviamente, a traição não é um método para melhorar relacionamentos. Entretanto, quando isso acontece, pode ser uma oportunidade de crescimento pessoal para os dois.

Tem muito mais dicas no vídeo completo, veja:

4. Não existe certo ou errado

Sim, a traição é um problema de caráter, pois indica que alguém não cumpriu com um compromisso assumido. Mas é preciso se esforçar para entender que não existe uma decisão certa ou errada para se tomar a partir dessa traição.

O ditado popular afirma que “cada caso é um caso” e quando falamos de traição, cada relacionamento, cada casal vai encontrar a maneira mais adequada de lidar com a situação.

Cristiane Schumann, do canal no YouTube Casule, orienta: “Existe o que é certo ou errado para mim, o que eu dou conta de passar ou o que eu não dou conta de passar”.

Saiba quais as dicas que Cristiane dá para quem decide manter o relacionamento:

5. É hora de se cuidar

” Entenda que o que aconteceu não foi uma culpa cem por cento sua”, diz Vanessa de Oliveira logo de cara, “e que o melhor a fazer quando isso acontece é investir em ti mesma”.

Depois de uma traição a melhor coisa a fazer é investir em vocês mesma para recuperar sua autoestima. Além de afastar os pensamentos obsessivos, colocar-se como prioridade de sua vida a ajudará a seguir em frente e não sofrer com a culpa.

Que tal dar uma repaginada no visual? Ou quem sabe um curso diferente? Vanessa acredita que essa atitude é fundamental na hora de superar uma traição, não importa se sua escolha será continuar no relacionamento ou não.

E aí, o que achou das dicas? Quer ver mais? Confira:

Sobre o autor

Mariana Mendes