Saúde

Corrimento branco pastoso o que pode ser? Saiba aqui!

O corrimento vaginal tem várias características, alguns podem ter cheiro, cor, quantidade e os sintomas que às vezes os acompanham.

Dependendo de cada tipo, o corrimento vaginal pode significar algo diferente, mas nem sempre é para se preocupar. Ele pode ser algo normal do corpo ou indicar alguma infecção por fungos.

O corrimento branco pastoso, é um dos mais comuns entre as mulheres, podendo variar entre corrimento normal e patológico.

Corrimento branco pastoso antes do período menstrual

Este tipo de corrimento é bastante comum, contanto que ele não tenha odor e também não cause coceira. Este corrimento pode ser uma parte natural do seu ciclo menstrual.

Devemos lembrar que, em alguns casos o corrimento branco pastoso é uma forma de manter seu corpo limpo, pode até parecer um pouco nojento, mas este corrimento está ali para proteger.

As glândulas presentes no colo do útero produzem fluidos durante todo o ciclo e a quantidade de fluidos secretadas, podem deixar seu corrimento mais aquoso ou viscoso, tudo irá depender da fase do seu ciclo.

No período que antecede a menstruação é normal que o corrimento fique mais viscoso. Isso acontece porque, diferente do período de ovulação que o organismo produz uma secreção mais fluida e elástica, nesses dias o corpo está tentando não deixar que os espermatozoides cheguem até o colo útero.

Sem a presença de um óvulo para ser fertilizado, o corrimento mais viscoso e pastoso serve para manter os espermatozoides longe do útero.

Veja também:

Corrimento branco pastoso depois do período da ovulação

Durante a ovulação é normal ter a presença de um corrimento transparente, elástico e muito semelhante a clara de ovo. Este corrimento serve para ajudar os espermatozoides a nadar e chegar até o óvulo que está localizado em suas tubas uterinas.

Este óvulo permanece vivo por até 24 horas. Quando ele acabar, pode-se esperar que o corrimento mude para outro estágio.

Esta fase é chamada de lútea no ciclo e, durante ela, a progesterona faz com que as glândulas cervicais soltem menos fluidos, deixando o corrimento mais viscoso e dificultando a penetração dos espermatozoides.

Corrimento branco pastoso durante o sexo

Há algumas causas que podem influenciar no corrimento logo após o sexo. Algumas delas, são:

  • Lubrificação feminina natural;
  • Ejaculação feminina;
  • Ejaculação masculina, nos casos de sexo sem preservativo;
  • Corrimento branco pastoso normal;
  • Lubrificantes.

É comum algumas mulheres também terem corrimento pastoso rosado após uma relação sexual. Isso pode acontecer devido a relações sexuais mais intensas, que faz com que o colo do útero sangre um pouco e também pode ser ocasionado caso você faça sexo logo após a menstruação ou durante.

Corrimento pastoso durante a gravidez

A grande maioria das mulheres vai notar um aumento de corrimento durante o período da gestação e pode causar preocupação, mas é completamente normal ocorrer esse aumento, contando que ele não tenha cheiro e nem cause coceira na região íntima.

Se você estiver grávida, notar um aumento no corrimento e junto a ele sentir um odor desagradável ou coceira na vagina, procure um médico. As infecções vaginais podem trazer alguns problemas para a gestação, como por exemplo, parto prematuro e sepse neonatal.

Corrimento branco pastoso com odor, o que pode ser?

Normalmente o corrimento branco pastoso não deve ter cheiro desagradável, se você notar que seu corrimento está com odor, é necessário ficar atento, pois pode ser uma infecção vaginal.

As infecções vaginais por fungos são muito comuns e afetam cerca de 3 a cada 4 mulheres ao longo da vida. Elas são ocasionadas por um fungo chamado cândida, que é um elemento que está presente naturalmente na flora vaginal.

A cândida pode trazer alguns desconfortos quando se multiplica em excesso. É mais comum que isso aconteça quando uma mulher começa a tomar contraceptivos orais ou antibióticos. A infecção por fungo causa um corrimento pastoso que se parece com queijo cottage e tem odor desagradável.

A seguir alguns sintomas que também pode ocorrer durante a infecção fúngica:

  • Coceira e ardência na região íntima;
  • Vermelhidão ou inchaço na vagina;
  • Dor ao urinar;
  • Dor nas relações sexuais.

Se você perceber esses sintomas, é necessário consultar um ginecologista para tratar a infecção por meio de pomadas antifúngicas e antibióticas próprias para o tratamento íntimo e garantir a saúde da vagina. Não é recomendado fazer o tratamento em casa, pois a infecção pode persistir ou voltar em um curto período de tempo.

Os tipos de corrimento vaginal

Para reconhecer se um corrimento é saudável ou não, é necessário estar atento, pois cada cor pode representar algum tipo de infecção, principalmente quando acompanhado de outros sintomas físicos.

Corrimento Branco: este tipo de corrimento acompanhado de coceira intensa e dor ao urinar, pode indicar a candidíase, como já vimos acima.

Corrimento Amarelo: quando acompanhado de mau odor, ardência ao urinar, pode ser causado pelo anticoncepcional ou doenças como a tricomoníase, clamídia.

Corrimento Marrom:  já este corrimento pode indicar início de gravidez ou presença de gonorreia.

Corrimento Rosado: pode ser um escape causado pelo uso de anticoncepcionais, relações sexuais muito intensas ou um sinal de que houve fecundação.

Corrimento Acinzentado: o corrimento acinzentado, acompanhado de cheiro desagradável, muito abundante e espumoso, pode ser sinal de tricomoníase.

Existem alguns fatores que podem influenciar para ocorrer um corrimento atípico, como: altos níveis de estresse, usos de medicamentos orais como antibióticos e corticoides, tabagismo, lavagem incorreta ou excessiva, alterações hormonais, sexo sem camisinha, saunas, piscinas, banhos de mar, imunidade baixa, e por fim, uma alimentação desbalanceada.

Para prevenir a proliferação de fungos e bactérias na região íntima é importante manter sempre a região íntima fresca, usar calcinhas de algodão, manter uma dieta equilibrada, beber muita água, lavar a região com sabonetes próprios para higiene íntima e jamais lavar internamente.

A saúde íntima também precisa de cuidados e atenção. Você já sabia as causas do corrimento branco pastoso e os tipos de corrimento que nós mulheres podemos ter ao longo da vida? Comente e compartilhe com suas amigas e outras mulheres para que elas também descubram.

Até a próxima!

Leia também: