Suplementos

Creatina: o que é, para que serve e quais os benefícios?

Quem frequenta academias há algum tempo, conhece muito bem a creatina – provavelmente até faça suplementação dela ao seu organismo. Quem é iniciante nessas atividades, especialmente quem esteja atrás do ‘corpo perfeito’ e bíceps fortes a mostrar, é que precisa saber para que serve e o que é a creatina.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% EM TODO O SITE

Sabe aquele combustível que faz o seu carro andar? E que, com o tanque vazio, deixa você na estrada? Pois esta é a creatina para seu corpo – uma substância, ou melhor, um nutriente valioso responsável pela produção da energia que vai abastecer suas células musculares.

Nosso corpo produz pouca creatina

Se você pratica muitos exercícios, numa academia ou numa prova de enduro, e chega à exaustão, cansado, é porque o seu tanque secou – você ficou sem combustível, ou melhor, sem aquele nutriente que fornece energia às suas células musculares.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Trata-se de nutriente natural, produzido pela nossa alimentação e sintetizado entre o fígado, pâncreas e rins. O problema é que nossa capacidade orgânica é de uma produção por volta de 01 (um, mesmo) grama a cada 24 horas, suficiente para uma pessoa normal.

Mas, insuficiente para um atleta profissional ou para aquele praticante de academia que deseja o desenvolvimento muscular. Estes vão precisar de suplementação de creatina no organismo. Então, aqui começa a conserva.

Resultados aparecem na força muscular

Esta suplementação vai permitir o aumento da capacidade de suas células musculares em fornecer a energia que o seu corpo passará a precisar assim que você iniciar a prática de academia, provavelmente todos os dias.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Pesquisas têm demonstrado que esse potente nutriente não apenas melhora seu desempenho muscular, mediante o fornecimento de mais energia por suas células, como pode aumentar sua força, variando isso a cada indivíduo.

Com a suplementação de creatina, você aumenta sua capacidade de desenvolvimento muscular – vai exercitar-se por mais tempo -, ganha mais força e, também, maior musculatura.

Suplementação para suportar a carga

A ciência a descreve como um composto químico derivado de três aminoácidos – a Glicina, a Arginina e a Metionina -, que, como falamos antes, são sintetizadas pelo pâncreas, fígado e rins.

Para produzir esses três aminoácidos, nosso organismo se abastece em nutrientes encontrados nas carnes e nos peixes, mas, em pequenas proporções. Para se ter uma ideia, um atleta que se exercita muito precisaria comer um quilo de carne por dia para obter de 4g a 5 gramas, que é o que este precisaria.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Entendeu a questão? Quem se exercita muito, precisará da suplementação para aguentar a carga e, ainda, ganhar a massa muscular que é seu desejo.

A saturação inicial pode ajudar

E aqui começam outras questões – e elas sempre existem. A creatina andou proibida no Brasil, mas, foi liberada pela Anvisa há pouco tempo. A recomendação do órgão regulador é para um consumo de até 03 gramas por dia. Seria o suficiente para garantir a energia necessária aos músculos, sem sobrecarregar pâncreas, fígado e rins.

Os fabricantes dessa substância, entretanto, defendem uma suplementação maior nos primeiros dias de treino. A explicação para esse aumento da suplementação é que a célula está quase “vazia” no início da exercitação.

Segundo eles, se aumentarmos a carga muscular mantendo essa parte das células vazias, os resultados ficarão aquém do esperado. Então, recomendam os fabricantes: tomar 05 gramas (mais ou menos uma colher de sobremesa), quatro vezes ao dia, durante cinco a sete dias.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Embora resultados possam ser iguais

Depois disso, ingerir apenas 03 gramas de creatina por dia, durante o período de dois meses. Isso os sete dias da semana, mesmo que não faça exercícios. É recomendado parar com a suplementação por dois meses e, então, retomar com as doses diárias.

Pesquisas realizadas pelo Instituto Karolinska, da Suécia, mostraram que não há diferença alguma entre tomar uma suplementação maior no início dos treinos e a suplementação normal de 03 gramas do início ao fim.

Então, do ponto-de-vista financeiro, a suplementação normal passa a ser a recomendada. Mas, como também não há problemas, diz o Karolinska, e se você pretende antecipar os resultados, dependerá de uma decisão apenas do seu bolso.

Faça o consumo com algum alimento

Para que a creatina possa desempenhar perfeitamente sua função, que é liberar energia aos músculos, há a aquela necessidade da saturação – ocupar todos os espaços – na célula muscular.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Por isso, ela não vai surtir efeito no mesmo dia em que você consumi-la. Não é uma droga, que provoca efeito imediato. Você vai precisar do consumo diário por mais tempo até chegar àquela saturação celular, quando, então, passará a perceber seus resultados em melhor desempenho e maior força.

É bom consumi-la sempre na companhia de algum alimento, como carboidratos, pois é a liberação da insulina que vai facilitar o transporte da creatina até suas células musculares.

Auxilia no emagrecimento pessoal

Outra questão muito importante é sobre a reação do seu organismo frente à creatina. Estudos científicos têm demonstrado que ela não exerce nenhuma função termogênica, ou seja, não engorda ou emagrece.

Alguns cientistas citam que ela pode facilitar o emagrecimento, já que favorece o desenvolvimento da massa muscular magra. Mas, não é esta sua função. Ela pode favorecer o emagrecimento, mas tudo isso vai depender de outras questões, como a própria dieta alimentar do atleta e o volume dos exercícios praticados.

Perguntas frequentes são feitas se a creatina pode auxiliar e melhorar o desempenho do atleta. Bem, ela trabalha a musculatura a partir de efeitos metabólicos e, portanto, pode melhorar o desempenho em qualquer atividade. Mas, não há estudos conclusivos.

Pode haver melhora na performance

Recentemente, foi aplicada uma pesquisa empírica em dez atletas de 400 metros rasos em Rosário, na Argentina. Um grupo tomou creatina durante o período recomendado e outro não.

No final, a pesquisa revelou que o grupo que consumiu creatina segundo as melhores recomendações, melhorou em 02 segundos a sua performance média. Ou seja, resultado excelente. Há outros estudos, em outras instituições de pesquisas, que também revelam bons resultados de performance com o uso da creatina.

O que está provado é que este combustível maravilhoso, quando mantido com o tanque cheio, também enche de energia o seu desempenho muscular. Melhorando, também, a performance estética, se é o que você também procura. Nesse sentido, não há porque não fazer uso da creatina. Então, mantenha o tanque cheio.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */