Recomendados para você
Doenças Pele Saúde

Dermatite de contato: sintomas, cuidados, causa e tratamentos

A dermatite de contato é uma inflamação bastante comum. Estudos apontam que esta patologia atinge cerca de dois milhões de brasileiros. Pode ser conceituada como uma reação inflamatória, responsável por causar erupção cutânea e vermelhidão. Estes sintomas surgem em função de uma reação a uma exposição da pele, provocada por um componente estranho.

Trata-se de uma inflamação que pode ser tratada de maneira relativamente simples, sendo solucionada em poucos dias. Mesmo assim, o ideal é que o dermatologista seja consultado.

Dificilmente esse tipo de patologia exige exames para o seu diagnóstico, sendo de fácil análise por consulta simples. De igual modo, não se trata de uma doença contagiosa, diminuindo o seu perigo.

A dermatite de contato pode ser de três tipos:

  • Irritativa;
  • Alérgica;
  • Ocupacional.

Irritativa

A modalidade irritativa corresponde a uma inflamação passível de atingir um grupo indeterminado de vítimas. Ao entrar em contato com a substância, a pessoa passa a ser vítima da patologia.

Neste caso, as características individuais de cada paciente não possuem relevância. Assim, todos os que estiverem em contato com o componente inflamatório estarão sujeitos à doença.

Esta é uma das diferenças entre a espécie irritativa e a alérgica. Nesta última, apenas algumas pessoas com maior vulnerabilidade desenvolvem a doença.

Outra diferença ocorre com relação ao tamanho da lesão na pele. Manchas na pele podem ser causadas por vários tipos de doenças. A modalidade irritativa provoca uma lesão que permanece adstrita ao local de contato. Não é o que ocorre com a modalidade alérgica.

Alérgica

O tipo alérgico, por sua vez, relaciona-se a utilização de determinados produtos (ver abaixo). Neste caso, a inflamação afeta apenas algumas pessoas, que são suscetíveis a alergia. A exposição recorrente a alguma substância alérgica causa a inflamação. Diferentemente do tipo irritativo, a superfície atingida pode se estender.

A inflamação pode iniciar-se em momentos variados. Portanto, as lesões podem surgir em um tempo indeterminado. Assim, pode aparecer imediatamente após o contato ou muito tempo depois. De certa forma, isso pode dificultar o diagnóstico.

Esta patologia ocorre com maior freqüência entre pessoas que já estão sujeitas a outros tipos de alergia, como a rinite, por exemplo. Normalmente, este tipo de doença surge já na infância.

Ocupacional

Por sua vez, a dermatite de contato ocupacional corresponde a uma inflamação na pele durante a jornada laboral. Este tipo de lesão ocorre em função de algum componente encontrado no ambiente de trabalho. Estudos apontam que esse tipo de lesão corresponde a cerca de 10% das ocorrências da patologia.

Para conferir informações a respeito de outros tipos de dermatite, veja dermatite atópica e dermatite de fralda.

Vamos conhecer melhor a dermatite de contato?

Sintomas da dermatite de contato

Dentre os principais sintomas da dermatite de contato, podem ser indicados os seguintes:

  • Vermelhidão;
  • Coceira;
  • Inchaços;
  • Bolhas;
  • Pele pouco hidratada;
  • Pequenas feridas no local.

No caso da dermatite irritativa, os sintomas começam a aparecer em até 2 dias, ou seja, nas primeiras 48 horas após a exposição à substância causadora do problema. No caso da modalidade alérgica, não há um prazo inicial.

Cuidados

O melhor cuidado relacionado a esta patologia é a prevenção. Como ocorre com qualquer doença, antecipar-se é a melhor solução. Além disso, alguns cuidados a mais são interessantes. Dentre as principais recomendações, podem ser citadas as seguintes:

  • Esfregar o corpo com sabonete e água;
  • Secar adequadamente o corpo;
  • Usar loções para limpeza de pele;
  • Usar hidratantes para manter a pele saudável, evitando descamações;
  • Usar luvas de proteção, para áreas suscetíveis ao contato inadequado;
  • Evite banhos quentes.

As partes do corpo que estão mais sujeitas a dermatite de contato são as seguintes:

  • Rosto;
  • Mãos;
  • Braços;
  • Pernas.

Atenção! É fundamental saber em qual região do corpo a dermatite de contato surgiu. Ao realizar uma consulta médica, provavelmente esta será uma das primeiras informações que o médico irá solicitar.

Causas

Dentre as principais causas da inflamação, podemos citar dois grupos. Estes são o grupo alérgico e o grupo irritativo, cada qual com suas características.

Na modalidade alérgica, as causas são bastante variadas, como se pode observar na lista abaixo:

  • Cosméticos;
  • Perfumes;
  • Algumas pomadas;
  • Corantes para alimentos;
  • Algumas plantas;
  • Tintas;
  • Látex;
  • Aditivos;
  • Resinas plásticas.

Por sua vez, na modalidade irritativa:

  • Sabonete;
  • Produtos de limpeza em geral;
  • Poeira;
  • Solventes;
  • Plantas;
  • Bijuterias;
  • Urina;
  • Fezes.

É necessário identificar qual é a substância que está gerando a agressão. O normal é que a inflamação desapareça conforme o contato com a substância termine.

Tratamento para a dermatite de contato

Apesar de não ser uma doença grave, a inflamação precisa de tratamento. Caso não seja tratada, a patologia pode evoluir para um quadro mais grave. Neste caso, é possível que o paciente seja vítima de uma infecção bacteriana mais séria.

Esta doença pode ser tratada de várias formas. A utilização de medicamentos de uso tópico é recomendada. De igual modo, soluções caseiras também podem ser utilizadas. Medicamentos que exijam prescrição médica são alternativas interessantes. Os principais métodos de tratamento são os seguintes:

  • Fazer uma limpeza do local atingido com água fria;
  • Utilizar creme com corticóide no local;
  • Utilizar creme com anti-histamínico;
  • Utilizar medicamento que contenha anti-histamínico (cetirizina, por exemplo).

Você pode fazer a consulta de dermatite de contato com o clínico geral. No entanto, pode ser feita também com um médico especializado. No caso, seria o dermatologista o especialista indicado.

A dermatite de contato não precisa, habitualmente, de exames para o seu diagnóstico. No entanto, em alguns casos pode ser necessário realizar um teste de alergia.

Tratamento caseiro

Um tratamento caseiro pode ser realizado com chá de tanchagem. Esta bebida possui propriedades anti-histamínicas, auxiliando a recuperação da pele. Chás são reconhecidos como bebidas saudáveis e que podem solucionar várias patologias.

Ingredientes:

  • 30 a 40 gramas da folha de tanchagem;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

  1. Ferva a água e acrescente as folhas;
  2. A seguir, tampe e aguarde esfriar;
  3. Após coar, é só passar na superfície atingida;
  4. A região deve ser lavada de 2 a 3 vezes por dia.

Considerações finais

A dermatite de contato pode afetar a sua saúde e a sua auto-estima. Previna-se! Caso não seja mais possível, siga as nossas dicas e realize o tratamento adequado. Boa sorte!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */