Saúde

Dicas para turbinar a memória em tempos de muita informação

Quem não esquece uma coisinha de vez em quando? O problema é que somos bombardeados diariamente com tanto conteúdo que a “coisinha de vez em quando” acaba ficando frequente.

Calma, que estresse também não faz bem para a cabeça. E existem dicas para turbinar a memória e evitar situações constrangedoras, principalmente no trabalho.

Principais causas

Antes de começar, é interessante saber o seguinte: degeneração de memória não é algo típico do passar dos anos. A ciência já esclareceu que uma pessoa na faixa dos 25 anos tem somente 3% a mais de células cerebrais que outra com 70.

O que influencia essa perda, então? O estresse é um dos fatores, pois ele produz cortisol e noradrenalina, hormônios que atrapalham a memória.

Há ainda os traumas, que levam o indivíduo a simplesmente “apagar” algo difícil demais de lembrar.

Para completar a lista de inimigos da memória, temos também depressão, ansiedade, cansaço, remédios e uso de drogas.

Portanto, se você quer fugir dos efeitos provocados por tudo isso, aqui estão dicas para turbinar a memória.

Como melhorar a memória?

Atividades físicas – elas melhoram a capacidade de respirar e, por consequência, o fluxo de sangue no cérebro e sua oxigenação. Pratique exercícios físicos regularmente e tenha uma memória mais afiada.

Meditação – a união de respiração profunda, concentração e atenção não poderia ter outro resultado senão uma mente mais presente e focada. A meditação ainda auxilia na percepção, agilidade motora e redução do estresse.

Alguns minutinhos por dia já ajudam. Escolha um local tranquilo, uma posição confortável e medite! Fique atento à sua respiração, não deixando os pensamentos dominarem sua mente.
Existem vários métodos, e é tentando que se encontra a ideal.

Jogos mentais – a deficiência na memória pode ser combatida com palavras cruzadas, xadrez, Su Doku, quebra-cabeças e leitura diversificada, entre outros exercícios que promovem a atividade mental.

Alimentos para a memória – fontes de vitaminas B12, B15, C e E ajudam a assegurar o bom trabalho dos neurotransmissores no envio de informações entre as células nervosas.

Por isso, aposte em alimentos antioxidantes, na quantidade que seu médico recomendar, claro.

Terapia – eventos traumáticos ficam em nosso inconsciente; não evaporam com o tempo. Represados, eles continuam causando sofrimento. E, muitas vezes, surgem em situações aparentemente irrelevantes.

Sessões de terapia costumam auxiliar na recuperação do equilíbrio emocional, e da memória.

Saia do “piloto automático” – fazer coisas diferentes, fugir da rotina é outra tática, pois estimula o que os médicos chamam de atenção ativa. Em geral, novidades fazem bem à memória. Que tal mudar o trajeto até o escritório, por exemplo?

Treine a concentração – ela é importantíssima para o processo de memorização. Uma dica para turbinar a memória é a técnica do ponto fixo, que pode ser feita diariamente por 3 minutos.

Faça assim: coloque um objeto com cerca de 5 cm de diâmetro na parede à sua frente. Ignore os pensamentos que surgirem enquanto olha para ele. Sempre que precisar, retorne ao seu foco de atenção.

Viu como não tem nada de complicado nas dicas para turbinar a memória? Para fugir dos “brancos”, não existe uma receita mágica que atenda a todos, mas certas mudanças fazem diferença na manutenção da mente apesar do passar dos anos.

A principal dica para turbinar a memória é estimular a cabeça e se organizar. Afinal, recebemos milhares de informações, temos preocupações e exigências, diariamente.

Lembrar de absolutamente tudo não é possível. No entanto, ao eleger prioridades e deixar o foco no que é relevante, conseguimos algo fundamental: direcionar atenção e concentração. Aí, é mais fácil não ter lapsos em relação ao que é importante.

Aproveite as dicas para turbinar a memória e viver melhor!

Até breve…

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */