Emagrecimento

Dieta de Sonoma promete eliminar 5kg em 10 dias: saiba mais aqui!

Emagrecer de uma maneira saudável e simples sem precisar ficar contando calorias é a grande promessa da Dieta de Sonoma. Esta proposta inovadora foi desenvolvida pela Dra. Connie Guttersen, que é nutricionista, ao observar os hábitos alimentares de moradores de uma região de vinícolas chamada Sonoma, nos EUA e também influenciada pela dieta do mediterrâneo.

Este sistema de emagrecimento é dividido em três fases e tem a duração de alguns meses até que a pessoa adquira novos hábitos alimentares e perca peso de maneira sustentável. Tudo isto sem grandes restrições, mas promovendo uma reeducação alimentar que deve ser seguida pela vida toda.

Fases da dieta de Sonoma

O conceito principal da Dieta de Sonoma consiste em criar o hábito de dividir o prato em porções de alimentos diferentes com o objetivo de alimentar-se de uma maneira balanceada e favorecendo o emagrecimento sem prejudicar a saúde. Também chamadas de ondas, cada fase possui algumas orientações especificas que devem ser seguidas com atenção para atingir-se os objetivos pretendidos.

Primeira Fase

A primeira fase da dieta dura 10 dias nos quais a pessoa pode perder até 05 kg. Esta também é a fase considerada mais difícil pois restringe alimentos que provavelmente a pessoa está acostumada a comer e reduz também a quantidade de alimentos ingeridos. Nesta fase a pessoa deve consumir no café da manhã um prato composto por 25% de grãos e 75% de proteínas ou pode substituir por uma tigela, com capacidade para duas xicaras de chá, com 50% de laticínios e 50% de grãos.

O almoço na primeira fase consiste em consumir em um prato raso 60% de hortaliças e 40% de proteínas. E a janta deve ser composta, em um prato raso, de 50% de hortaliças, 30% de proteínas e 20% de grãos.

O lanche deve acontecer entre o café da manhã e o almoço ou no período entre o almoço e o jantar no qual deve-se se consumir uma hortaliça crua com uma fatia de queijo branco, ou uma fatia de pão integral ou uma fatia (60g) de peito de frango sem pele.

Segunda Fase

Esta etapa não tem prazo para terminar e deve ser realizada até a pessoa atingir o peso desejado. No café da manhã recomenda-se o consumo de um prato de sobremesa contendo grãos (25%) e proteína (75%) ou uma tigela com capacidade para 2 xícaras de chá com laticínios (50%) e grãos (50%).



O almoço e o jantar devem ter a mesma composição, ou seja, em um prato raso devem estar proteínas/laticínios (25%), hortaliças (25%) e frutas (25%). E para o lanche a pessoa pode escolher entre as opções da fase 1 ou uma fruta, ou 01 fatia de carne magra, ou 01 porção de nozes ou 01 pedaço de queijo mussarela light.

Terceira Fase

A terceira e última fase da dieta consiste em manter os hábitos adquiridos e os resultados conquistados. Neste momento a pessoa adquiriu informação e consciência suficiente para manter o consumo das fases anteriores ou criar novos pratos sempre buscando encontrar uma dieta saudável e balanceada.

Vantagens e desvantagem da dieta de Sonoma

Não precisar contar as calorias de todos os alimentos antes de consumi-los é a principal vantagem desta dieta sobre os outros regimes mais populares.

Ensinar a pessoa a balancear sua alimentação de maneira saudável e simplificada é talvez a maior contribuição desta proposta inovadora de dieta. Ao adquirir o hábito de avaliar corretamente o prato antes de consumi-lo desperta a conscientização e a mudança da postura da pessoa.

Por não estarmos acostumados em dividir o nosso prato em porções é comum que a pessoa demore para criar este hábito e muitas vezes se esqueça de realizar esta divisão. Este pequeno inconveniente é apontado por alguns como a única desvantagem da dieta de Sonoma.

Principais regras da dieta de Sonoma

A mudança de hábitos alimentares é o principal objetivo da dieta de Sonoma pois com esta mudança de postura a pessoa conquistará o peso que deseja de uma maneira saudável e duradoura. Além de prestar atenção no que e quanto está sendo consumido a dieta também prega que a pessoa deve praticar exercícios físicos e esquecer definitivamente alimentos gordurosos e cheios de açúcar.

Uma das principais práticas da dieta é observar a quantidade daquilo que vai ser comido. Para facilitar esta percepção orienta-se que a pessoa deve utilizar no café da manhã um prato com uma medida de 18 cm de diâmetro e no almoço o prato deve ser somente um pouco maior: 23 centímetros de diâmetro.

Aprender a dividir as porções de comida segundo as recomendações de cada fase é a regra principal da dieda de Sonoma para que isto vire um hábito inicialmente a pessoa vai precisar fazer uma “cola” de uma tabelinha que irá acompanha-la durante as refeições. Depois de algum tempo ela terá memorizado as proporções adequadas e fará esta divisão instintivamente.

Alimentos não recomendados pela dieta de Sonoma

A dieta de Sonoma prescreve que a pessoa deve evitar o consumo de alimentos que contenham gordura trans ou saturada e alimentos que possuam carboidratos refinados. Os principais alimentos que devem ser evitados são doces, refrigerantes, biscoitos, cereais, produtos industrializados, margarina, manteiga, molho para salada, maionese, óleo, laticínios, açúcar, carnes gordas e alimentos com gordura hidrogenada.

Algumas exceções que podem ser consumidas são biscoitos e cereais feitos com grão integral e azeite extra virgem.

Alimentos recomendados na dieta de Sonoma

Em todas as três fases da dieta de Sonoma é recomendável consumir alguns alimentos que ajudarão a manter o organismo saciado sem abrir mão do sabor e sem prejudicar a saúde. São principais são: tomate, morango, espinafre, azeite de oliva, uvas, pimentas, amêndoas, brócolis, blueberrys e cereais integrais.

Cardápio de dieta de Sonoma

As fases 1 e 2 da dieta possuem algumas indicações de alimentos e quantidades mais indicadas.

Hortaliças

Fase 1 – Consumo Ilimitado de abóbora, abobrinha, berinjela, brócolis, chuchu, couve, folhas verdes, pepino, pimentão, rabanete, repolho e tomate.

Fase 2 – abóbora, alcachofra, beterraba, batata doce, cenoura, ervilha, inhame, milho, salsão e vagem.

Proteínas

Fase 1 – peito de frango ou de perú, cortes magros de carne bovina ou de porco, feijão (1/2 xícara por dia), 1 ovo, camarão, caranguejo, bacalhau, pescada, atum, bagre, robalo, sardinha, cavalinha ou truta

Fase 2 – a mesma lista da fase 1.

Laticínios

Fase 1 – leite desnatado (1 xícara no café da manhã), queijo branco ou light (30 g).

Fase 2 – acrescente a lista da fase 1, iogurte natural desnatado (1 xícara de chá) e leite desnatado (1 xícara de chá)

Grãos

Fase 1 – arroz integral, aveia, cereal de trigo integral, macarrão instantâneo, massa integral, 1 fatia de pão integral.

Bebidas

Fase 1 – água natural ou com gás, chá preto, verde ou ervas sem açúcar.

Fase 2 – acrescente a lista da fase 1, uma taça de 170ml ao dia de vinho tinto ou branco.

Gorduras

Fase 1 – consumir 1 xícara e ½ contendo azeite de oliva, óleo de canola e ¼ de abacate.

Fase 2 – mantenha o consumo da fase 1.

Nozes

Fase 1 – consumir um misto de 14 amendoins, 7 metades de nozes e 11 amêndoas.

Tempero

Fase 1 – consumo moderado, mas ilimitado de canela, açafrão, cominho, cravo da índia, noz moscada, pimentas, alecrim, cebolinha, hortelã, manjericão, orégano, coentro, alho, gengibre, mostarda, wasabi, limão e vinagre balsâmico.

Fase 2 – consumo ilimitado dos itens da fase 1.

Frutas

Fase 1 – devem ser pouco consumidas.

Fase 2 – consuma abacaxi, banana, caqui, goiaba, kiwi, laranja, limão, maça, mamão, manga, maracujá, melancia, melão, morango, pera, pêssego e uva.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */