Recomendados para você
Emagrecimento Nutrição Saúde

Dieta Flexível: a dieta que te liberta!

Dieta flexível

Alguma vez você já sentiu liberdade de comer o que quiser dentro de uma dieta? Se não, é porque não conhece a Dieta Flexível. Também conhecida pela sigla IIFYM, If It Fits Your Macro (em tradução livre, se isso cabe nos seus macros), a Dieta Flexível vem ganhando cada vez mais adeptos do mundo fitness. Não há alimentos que sejam obrigatórios ou proibidos nessa dieta. Desde que caiba nos teus macros e estejam de acordo com o teu objetivo, você pode comer o que quiser.

Mas não é porque você pode comer de tudo que você pode comer tudo. Entre comer de tudo e comer tudo há uma enorme diferença, e é isso que vamos te explicar e te ajudar a entender melhor.

Assuntos

Dieta Flexível: Como funciona?

A dieta flexível é baseada na contagem dos macronutrientes, ou seja, você tem que atingir o seu total de macros diários para atingir os objetivos de composição corporal, e não só o total de calorias. Mas o que são esses macronutrientes? São as proteínas, carboidratos e gorduras.

  • 1g de proteína: 4 calorias
  • 1g de carboidrato: 4 calorias
  • 1g de gordura: 9 calorias

Uma das principais crenças da flexível é de que não existem comidas milagrosas (limpas) que vão te fazer emagrecer, ou alimentos “vilões” (sujas) que vão te fazer engordar. O que importa é o todo, ou seja, as relações dos macros. Até porque quando algum alimento entra no seu estômago, ele não vai ficar distinguindo se um alimento é “sujo” ou “limpo”. Ele apenas quebra os alimentos e processa os macronutrientes. Por isso, não existe terrorismo em relação à comida nessa dieta e acaba sendo algo sustentável, ou seja, que dura a longo prazo.
Por isso o lema: de tudo, mas não tudo.

Benefícios

Um dos principais benefícios da dieta flexível é poder comer aquilo que gosta emagrecendo, porque ela oferece a possibilidade de inserir alimentos que você gosta, desde que não extrapole seus macros e calorias diárias. E a chave do sucesso da flexível está aí, porque quando se insere algo que gostamos na nossa rotina fica mais fácil de se manter firme na dieta, e sem culpa.

E a flexível serve para todas as fases, seja ela de perda, ganho ou apenas manutenção. O que diferencia uma fase da outra é a quantidade, porque ela é o fator determinante para qualquer fase. Por exemplo, quando se está em fase de perda, a primeira coisa é: estar em déficit calórico. Mas o que é isso? É você ingerir menos calorias do que perde (ex.: ingerir 1900Cal e gastar 2000Cal). Por isso não adianta comer o mundo de coisa saudável, fit ou limpa, se não houver um déficit. Por isso, é muito importante registrar tudo aquilo que come, porque assim você consegue controlar melhor seus macros e calorias e, dessa forma, consegue atingir seus objetivos.

Calculando seus macros

O primeiro passo para quem deseja começar a dieta flexível é calcular sua quantidade diária de macros. O ideal é marcar uma consulta com um profissional de nutrição, mas caso isso não seja possível para você no momento e quiser ter uma base pra poder começar, existem várias calculadoras onlines para isso:

Apesar dos sites serem todos em inglês, eles são bem intuitivos e simples. Coloque sua idade, gênero, peso, altura, nível de atividade, objetivo (perda, manutenção ou ganho) e porcentagem de gordura do corpo (opcional). O resultado final será a quantidade diária de macros/calorias que você precisa ingerir.

Para controlar e medir sua ingestão de macros e calorias diárias, alguns aplicativos te auxiliam nessa etapa, como o MyFitnessPal ou FatSecret. Os dois estão disponíveis nas plataformas Android e iOS.

Por último: balança de cozinha. Por mais que as embalagens dos produtos tenham suas medidas, nem sempre são confiáveis. Por isso, a importância da balança, porque dessa forma você consegue medir com precisão todas porções de comidas que você está ingerindo, e dessa forma, não ingerindo mais ou menos do que você precisa diariamente.

No começo pode ser um pouco difícil por “não ter regras”, mas nada começa perfeito, tudo vem aos poucos. Por isso, tenha paciência e vá adaptando a dieta de acordo com aquilo que seu corpo precisa. Preste muita atenção em como seu corpo responde aos macros e calorias que estão sendo ingeridas, e vá adaptando de acordo com suas necessidades. Se ainda tiver dúvidas, procure um profissional da área que trabalhe com esse protocolo.

Persistir na flexível é ser livre pra comer o que quiser sem culpa!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */