Moda

Entenda a diferença entre moda vintage e moda retrô

Duas modas que falam do passado, vintage e retrô. Ambas resgatam looks de época, mas você sabe qual a diferença entre moda vintage e moda retrô? Pegue sua tesoura de costura, faça um chá e sente aqui comigo para a gente tricotar uma conversa que eu te conto!

Moda vintage ou moda retrô? Este “ser ou não ser” da moda confunde muita gente.

Vintage e retrô se misturam porque são tendências de conceito semelhante, com referências em moda e estilo de uma época passada.

À primeira vista, parece não haver diferença entre moda vintage e moda retrô porque as duas se utilizam de visuais e valores estéticos de tempos atrás e as duas tem grandes ícones do cinema e da cultura pop como fonte de inspiração e até modelo de comportamento ou exemplo estético.

Veja também – Looks com Trench Coat: entre na moda com 15 ideias



Saber a diferença entre moda vintage e moda retrô ajuda a compor o visual e não fazer feio quando acontece uma balada só de gente descolada ou muito esperta que leva isso a sério. Misturar estilos com tendências é gafe, mas calma que hoje você tira essa dúvida.

Entenda definitivamente a diferença entra moda vintage e moda retrô

Vintage

A primeira coisa importante que a gente precisa lembrar, e isso é lição para toda a vida, é que a moda é cíclica. Vai, some um tempo e um dia volta com toda a força. Às vezes a moda volta imitando ou utilizando exatamente as mesmas peças de roupa, de decoração, móveis e até carros. Isso é um estilo vintage.

Fui lá consultar o dicionário, para ninguém insinuar que sou preguiçosa, e Vintage tem a ver com… – Vinho!

Veja também – Dicas de como usar o biquíni retrô

A palavra vintage se refere à idade do vinho. Se é de boa safra e, por isso, mais valioso, cheio de tons aromáticos e valores de sabor, cor e perfume. A tradução é algo como a “idade do vinho” e a ideia, aproveitando para moda e estilo, é dizer que a época daquela peça, item, objeto ou decoração, foi uma época bem bacana, cheia de vida e cores, com valores estéticos refinados e glamour.

Vintage para moda e decoração significa pegar uma peça bem antiga, comprada de preferência em brechó, original –  especialmente dos anos de 1920 a 1960, dizer que “lavou, tá nova” e colocar no look para arrasar! O vintage é realmente antigo. É velho, mas está em excelente conservação e ainda agrada.

Ainda fica uma outra dúvida em ser vintage que é mesmo velho e ser vintage por ser uma reprodução. Mas agora já não é mais uma diferença entre moda vintage e moda retrô, e sim uma questão de pureza da roupa.

Veja também – Decoração Vintage X Retrô: entenda a diferença

Você quer uma peça autêntica, do tempo que a vovó andava de bicicleta sem marcha ou quer uma roupa nova, que ainda tem cheiro de fábrica, mas que parece mais velha que sua professora de história?

Retrô

O retrô tem a pegada bem diferente. A aparência de uma peça retrô é de algo antigo, mas que foi feito ontem. É lembrar do movimento steampunk, que se veste como se estivesse num filme do espaço, mas com roupas do século dezenove.

Quem curte um retrô, vai se inspirar em tudo o que é muito velho e fazer o seu novo estilo. É o new old ou o “novo velho”. É uma inspiração para construir algo novo em cima de um visual que foi moda em algum momento. É falar do antigo fusca dos anos 1950, que serviu de inspiração para o New Beetle, por exemplo.

A maior diferença entre moda vintage e moda retrô é que o vintage é o sobrevivente, é o elegante e bonito de muito tempo atrás, que volta a ser usado hoje porque apesar do visual de velho, o material está novo, bem conservado. Pode até ser uma reprodução, mas se for para pensar em vender, não vai valer o mesmo preço.

Já o retrô é a inspiração no velho para criar um novo. É ser toda estilosa resgatando peças do armário da vovó e repaginando para caberem em você, ou para dar mais modernidade e personalidade. Retrô é recuperar o velho, é consertar o que está fora de moda para chamar a atenção em uma produção bem cuidada.

O retrô é criar algo muito inovador e criativo, com um pezinho no passado, com uma estética de uma coisa ultrapassada e fora de moda, mas que acaba agradando por unir o melhor de duas épocas diferentes. O velho e confortável, bonito, charmoso e elegante, com o estilo do novo, com tecnologia para calçar melhor, transpirar menos, ser mais leve, mais macio e confortável.

Para entender bem a diferença entre moda vintage e moda retrô, vamos fazer um check list:

Uma bata indiana é vintage.

Uma blusa estampada estilo hippie, mas com acessórios modernos, corte atualizado e tecidos que imitam jeans e couro é retrô.

O menino barbudo, todo estiloso, acertando a barba até o último fio, é retrô.

A máquina fotográfica de filme é vintage. A máquina digital com estilão bem velho é retrô.

O vestido de noiva todo pregado e com babadinhos que você herdou da sua mãe, bem lavado para não ficar amarelado, é vintage.

Os cabelos black power que o pessoal está usando ultimamente podem ser retrô ou podem ser vintage. Se forem um black grande, ajeitado para ser bem certinho, é vintage, mas se forem cabelos longos, cheios, com vários cortes novos para ficarem estilosos, já viram retrô.

Acessórios também passeiam entre vintage e retrô. E as regras para saber a diferença entre moda vintage e moda retrô, nesse caso, são as mesmas de roupas e decoração.

Se você vir brincos ou colares de prata com motivos florais ou imitando aves, asas de pássaro, brincos de coruja, moedas amareladas num colar ou uma gargantilha linda com solitário, e se for mesmo um brilhante, provavelmente tudo isso vai ser vintage.

Mas se você encontrar acessórios como pulseiras, body chain, tornozeleiras, gargantilhas e brincos em aço inox, pode ter certeza de que são retrô.

Se você gosta de piercings, nem precisa comparar. É certeza que se parecem velhos, são retrô. A moda do piercing simplesmente não existia há bem pouco tempo e como sua pele precisa ser perfurada para receber a joia, ela deve ser de material cirúrgico. Então, os piercings podem ter jeitão de 100 anos, mas são super novinhos e retrô.

Ficou fácil agora apontar a diferença entre moda vintage e moda retrô, amiga? A gente podia fazer um quiz que dá o resultado de quantos pontos você acertou. Topa? Quem sabe, em breve?

Best wishes e até o próximo post!

Sobre o autor

Giovanna Cóppola

Trabalha com web, design, criação, conteúdo, SEO e fotografia. Em 2011 criou a Pandartt e hoje assume a direção da agência, além de colocar a mão na massa em todos os projetos. Paralelamente, tem outros três projetos: Viva com Felicidade, BlogGeek e Mapa dos Bichos. Ama música, cinema, jogos, arte, tecnologia, tatuagens e pandas.

/* ]]> */