Nutrição

Diferenças entre linhaça dourada e marrom

Linhaça marrom

As sementes de linhaça dourada e marrom são, nas duas variedades, espécies antigas, cultivadas por milhares de anos. Sua popularidade diminuiu e aumentou diversas vezes ao longo da história. Especialmente nas últimas décadas, a busca por comidas saudáveis retomou sua importância.

A produção de linhaça é especialmente rica na América do Norte, sendo que o canada é o maior produtor de linhaça marrom, enquanto o Estados Unidos são os maiores produtores de linhaça dourada.

No entanto, as diferenças entre as variedades de linhaça dourada e marrom nem sempre são conhecidas. Existe uma quantidade de informação bastante confusa a respeito desta comparação. Na verdade, muitos destes dados são parte de um conflito de marketing.

Mas afinal, qual variedade você deve comprar? A verdade é que depende do seu objetivo com o alimento. Cada um apresenta benefícios superiores em segmentos diferentes. Confira as diferenças entre linhaça dourada e marrom, e defina sua escolha:

Ácido alfa-linoleico

As sementes de linhaça possuem nutrientes que são extremamente importantes para o corpo, e difíceis de ser encontrados. Em especial, destaca-se o ácido alfa-linoleico, mais conhecido como ômega-3.

Uma colher de qualquer um dos tipos de linhaça contém cerca de 50 calorias, e pouco mais do que dois gramas de proteína. Além disso, a linhaça marrom oferece cerca de 2,5 gramas de ômega-3 por colher de sopa, enquanto as versões douradas possuem cerca de 2,1 gramas.

Linhaça dourada

Isso representa cerca de toda a dose necessária de ômega-3 por dia, o que é raro de ser encontrado em um alimento tão simples. O fato de um possuir mais concentração do que o outro, portanto, representa pouco resultado prático.

O ácido linoleico é associado  a redução de riscos de doenças cardiovasculares e mentais. Além disso, previne eficiente o aparecimento de doenças nos olhos.

Fibras

De forma geral, a quantidade de fibras presentes nas sementes de linhaça dourada e marrom é significativamente alta. Em especial, elas são ricas em fibras solúveis, que auxiliam na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Isso as torna boas para quem sofre de diabetes, ou precisa baixas os níveis de colesterol LDL. Além disso, as fibras auxiliam a prevenir a constipação.

Linhaça, qualquer que seja a variedade, fornece a melhor fonte nutricional de lignina. A lignina é um componente que auxilia o corpo a proteger-se de câncer – especialmente de mama. Ela faz isso através da formação de tumores no corpo.

Os dois tipos de linhaça possuem aproximadamente três gramas de fibra por colher de sopa. Isso representa uma boa parte da necessidade diária, que varia entre 20 e 40 gramas.

Disponibilidade no mercado

No Brasil, não há dúvidas de que a versão marrom da linhaça é mais fácil de ser encontrado. Além disso, a versão é significativamente mais barata, e pode ser encontrada em mercados e lojas comuns. Já a versão dourada, geralmente é vendida apenas em lojas especializadas em produtos saudáveis.

Isso torna difícil, especialmente para quem mora longe de centros urbanos maiores, encontrar a linhaça dourada. Dependendo da diferença de preço entre cada versão, a compra da versão dourada não compensa, em relação aos benefícios que oferece.

Na prática, qualquer que seja a sua escolha, as sementes de linhaça dourada e marrom são benéficas para a saúde. Por isso, preocupe-se menos com a variedade e a cor da semente, introduza o quanto antes esta saudável fonte de nutrientes em sua rotina!

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */