Doenças Saúde

Distensão abdominal: Causas, como tratar e evitar a barriga inchada

Distensão abdominal

Sentir-se com a barriga inchada em alguns momentos – seja por comer demais durante uma refeição ou quando se está próximo da menstruação – é normal e até bastante comum.

No entanto, para algumas pessoas esse inchaço não é passageiro. Ele é sentido durante todos os dias, caracterizando uma síndrome chamada distensão abdominal, sintoma de causas múltiplas que pode inclusive ser indício de outras doenças.

Veja também: Receitas de chás diuréticos e como eles atuam

Neste post, vamos falar mais sobre a distensão abdominal, abordando suas principais causas, sintomas e tratamentos.

O que é distensão abdominal

A distensão abdominal – popularmente conhecida como barriga inchada – consiste em um inchaço ou aumento de volume da região abdominal provocada pela presença de alguma substância em seu interior, seja gás, líquido ou sólido.

Pode ser notado através da observação, já que dá ao abdome a desagradável aparência cheia e endurecida.

O problema é bastante comum e afeta cerca de 10% a 30% das pessoas adultas, interferindo na sua autoestima e na capacidade do indivíduo de se relacionar e participar de atividades sociais ou recreativas.

Principais causas da distensão abdominal

Geralmente, a principal causa da distensão abdominal é o excesso de gases que podem ser produzidos como reação à intolerância alimentar a alguns componentes, ou pela simples ingestão de certos alimentos que são de difícil digestão e produzem mais gases no processo. Depois de consumir esse tipo de alimento, o indivíduo tende a eliminar esses gases na forma de arrotos ou flatos.

Distensão abdominal causas

São exemplos destes alimentos: feijão, ovos, leite, brócolis, repolho, bebidas gaseificadas, entre outros.

Além dos gases, outros fatores e hábitos podem levar a um quadro de distensão abdominal como engolir ar, comer muito rápido e de forma compulsiva, o uso de alguns medicamentos, azia, o período da menstruação e até outras doenças, como veremos a seguir.

Doenças que podem estar associadas à distensão abdominal

A barriga inchada pode, inclusive, ser um sintoma decorrente de outras doenças ou até um indício da manifestação de problemas mais graves.

Veja algumas doenças que podem estar associadas à barriga inchada:

  • Síndrome do intestino irritável: a distensão abdominal é um dos sintomas desta doença que causa também dor, diarreia, constipação, muco ou sangue nas fezes;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Constipação intestinal: mais conhecida como prisão de ventre;
  • Intolerância alimentar: a intolerância a alguns alimentos, como o leite, por exemplo, pode acarretar a hiperprodução de gases dentro do intestino e causar a distensão abdominal;
  • Infecções bacterianas no intestino delgado;
  • Ascite: chamada popularmente de barriga d’água, é o acúmulo de líquido dentro da cavidade abdominal. É um sintoma associado a doenças cardíacas, hepáticas e renais;
  • Tumores: a distensão abdominal não é o principal sintoma de tumores, mas caso ela venha associada a outros sintomas e não haja outra explicação para o inchaço, a chance de ser câncer gástrico ou de ovário deve ser averiguada;
  • Doença celíaca: a intolerância ao glúten causa uma inflamação no intestino delgado que aumenta a produção de gases e causa a sensação de barriga inchada;
  • Síndrome de Dumping: doença causada pelo acúmulo de alimentos sólidos ou líquidos na região abdominal;
  • Insuficiência pancreática;
  • Contaminação por parasitas que podem se alojar em diferentes partes do intestino, como a giárdia, por exemplo;
  • Doenças que causam o aumento de órgãos intra-abdominais e pélvicos, como o mioma uterino.

A distensão abdominal pode representar uma doença mais séria quando vem combinada com outros sintomas e de forma intensa e persistente.

Portanto, caso você tenha a sensação de barriga inchada com frequência, e apresentar sintomas como dores, fezes escuras ou com sangue, diarreia frequente, náuseas e vômitos e perda de peso e apetite, não hesite em procurar ajuda médica.

Como tratar e evitar este problema

A distensão abdominal pode ter diversas causas e seu tratamento dependerá do diagnóstico. Por isso, somente um médico poderá indicar quais medicamentos são os mais apropriados para cada caso, assim como sua dosagem e duração do tratamento.

Os medicamentos mais utilizados são a Domperidona, Drospirenona + Etinilestradiol e Motilium, além de remédios de venda livre em farmácias que aliviam o desconforto causado pela barriga inchada.

Além disso, a distensão abdominal pode ser evitada – sobretudo a causada por gases – com a adoção de hábitos de vida mais saudáveis.

Evite o consumo de alimentos gordurosos e de bebidas gaseificadas, além de cortar de sua dieta o consumo de repolhos, nabos, lentilha e outros alimentos que aumentam a produção de gases no organismo.

Faça suas refeições sempre no mesmo horário e coma devagar, mastigando bem os alimentos. Cigarros e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas também devem ser evitados para a prevenção da distensão abdominal.

Você sabia que a barriga inchada podia ter tantas causas até estar associadas a doenças? Conhece alguém que sofre desse mal? Compartilhe!

Sobre o autor

Juliana Mitsuda