Cabelos Doenças Saúde

As principais doenças do couro cabeludo e seus tratamentos

Doenças do couro cabeludo

Todos sabemos que ficar doente é inevitável nessa vida e em qualquer idade você pode ter que procurar um tratamento adequado para algum problema de saúde enfrentado. Acontece que nem todas as doenças existentes fazem com que você fique em repouso na sua cama e tomando uma deliciosa canja, algumas são pouco perceptíveis e não causam muita dor, mas afetam a estética, como as doenças do couro cabeludo, por exemplo.

A autoestima de muitas pessoas acaba ficando extremamente baixa quando entram em contato com algumas dessas doenças, porque elas são consideradas feias. Mas não se deixe enganar, não é apenas porque as doenças do couro cabeludo afetam principalmente a estética, que significa que não se deve cuidar delas, afinal, todo problema de saúde que é ignorado pode causar estragos muito maiores, como a perda das madeixas nesse caso.

Doenças do couro cabeludo podem afetar a todos, independente da idade e que, em sua maioria, apresentam tratamentos rápidos e simples de serem seguidos, porém, é importante ficar atento às orientações médicas e seguir tudo direitinho, tá bom?

Como evitar

Em muitos casos, o diagnóstico precoce pode ajudar na eficácia do tratamento, então, fique de olho nessas dicas para evitar este tipo de problema:

  • Mantenha os cabelos sempre limpos e bem cuidados, uma boa lavagem com shampoo antirresíduos a cada 15 dias pode ajudar a remover diversas impurezas que causam doenças.
  • Consulte um dermatologista periodicamente e não tenha receio de pedir para que ele verifique seu couro cabeludo, qualquer dúvida é sempre válida, lembre-se que ele está ali para cuidar de você.
  • O autoexame também é uma ótima opção para se evitar doenças do couro cabeludo, já que ele é rápido e pode ser feito por você mesmo. Apenas com luz natural e um espelho, procure por descamações e inflamações na região, faça isto regularmente e garanta que sua saúde esteja em perfeitas condições.

Principais doenças do couro cabeludo

1.    Psoríase

Facilmente confundida com a dermatite seborreica, esta doença é associada a um quadro de herança genética e causa descamação esbranquiçada por todo o couro cabeludo, causando coceira intensa.

TRATAMENTO: Loção anti-inflamatória e shampoo a base de alcatrão podem ajudar bastante.

2. Dermatite seborreica

Esta é uma das principais doenças do couro cabeludo e mais comum do que se imagina. Conhecida popularmente como caspa, a dermatite seborreica é reconhecida pela descamação e inflamação que podem acontecer em diversos níveis causados pelo estresse, fungos ou excesso de oleosidade.

TRATAMENTO: Esta doença tem tratamentos variados de acordo com o nível, a maioria trata a coceira e vermelhidão com shampoos anti-inflamatórios e antifúngicos.

3.  Foliculite queloidiana da nuca

Um nome muito difícil e que parece ser algo muito sério, mas não se preocupe, esta doença é crônica dos folículos pilosos, facilmente perceptível por conta das fibroses e apenas em casos muito sérios deixa cicatrizes. É mais comum em homens com tendência a acne, podendo piorar para quem corta bastante os fios naquela região.

TRATAMENTO: Muito se discute a respeito da cura deste problema, pois ainda não existe uma terapia capaz de eliminar a foliculite queloidiana da nuca, entretanto, a doença pode ser controlada com corticoides recomendados por um médico.

4. Tinha

A perda de cabelo localizada é o principal sintoma da Tinha. Causada por fungos presentes em pentes e escovas de uso compartilhado, esta é uma das muitas doenças do couro cabeludo que podem infeccionar por conta do surgimento de placas.

TRATAMENTO: A fim de evitar a perda de cabelo definitiva, procure um médico no momento em que perceber os sintomas, pois somente assim ele poderá prescrever antibióticos orais para melhorar a saúde capilar.

5. Alopecia areata

Já ouviu falar nas pessoas que tem um sistema imunológico em que o corpo pensa que está sendo atacado pelas próprias células e acaba as destruindo? Este fenômeno é conhecido como doença autoimune, que é justamente o caso da alopecia areata. Seu principal sintoma é a perda de cabelos em forma de círculo, ataca não somente o couro cabeludo, mas os cílios, barbas e sobrancelhas também.

TRATAMENTO: Ainda não existe um tratamento efetivo para esta doença, mas é possível encontrar diversas opções de medicamentos e procedimentos estéticos a fim de diminuir sua intensidade. Procure um médico e veja aquilo que é melhor para você.

6. Líquen plano capilar

Esta é mais uma das doenças do couro cabeludo que são percebidas por conta da coceira, descamação e inflamação, portanto, sempre que ver estes sintomas, procure um médico imediatamente para um diagnóstico correto e preciso. Esta doença se diferencia das demais porque vem acompanhada de pequenas bolinhas arroxeadas ao longo do couro.

TRATAMENTO: O uso de corticoides deve ser feito para evitar a perda definitiva das madeixas.

7. Tricorrexis nodosa

Caracterizada pela presença de pequenos nódulos, ou seja, pontinhos brancos por toda a extensão dos fios, enfraquecendo e causando a quebra dos cabelos com maior facilidade. É muito comum em pessoas que passaram por traumas físicos ou procedimentos com química.

TRATAMENTO: Não existe um remédio próprio para isto, o ideal é tratar naturalmente, assim sendo, esperar que o cabelo cresça até o desaparecimento total dos nódulos, o que pode levar de dois a quatro anos dependendo de sua localização.

8. Câncer de pele no couro cabeludo

Dentre todas as doenças do couro cabeludo, esta é com certeza a mais perigosa de todas. Isto porque o seu diagnóstico é mais demorado e atrasar o tratamento, devido aos seus sintomas semelhantes com todas as outras aqui citadas. Além disso, uma lesão cancerígena nesta região pode causar metástase no cérebro e piorar o quadro.

TRATAMENTO:  O tratamento mais indicado para as pessoas com câncer de pele é a retirada do tumor, mas isto somente um médico poderá dizer, pois cada pessoa deve ser avaliada individualmente nestes casos.

9. Eflúvio telógeno

A queda dos fios é um processo natural para nós, é exatamente por isso que muitas vezes não prestamos atenção ao principal sintoma desta doença até que seja tarde demais: a queda aguda dos fios no dia a dia pode indicar eflúvio telógeno. Causada por fatores diversos, como alterações hormonais, estresse emocional e deficiência nutricional, a perda das madeixas pode chegar até 300 fios por dia.

TRATAMENTO: Em teoria não é necessário um tratamento, já que o eflúvio tende a ter uma duração pré-determinada de dois a quatro meses. Isto, é claro, se você não tiver outra doença acompanhando a queda dos fios, por via das dúvidas, consulte um dermatologista.

10. Pediculose

Sem dúvidas, esta é uma das doenças mais comum entre as pessoas. A infestação causada por piolhos não acontece somente em crianças, como muitos pensam, portanto, fique de olho quando sua cabeça começar a coçar excessivamente e vermelhidões aparecerem.

TRATAMENTO: Facilmente tratada com shampoos específicos, pente fino e até mesmo com receitas caseiras bastante eficazes.

Cuidado com a automedicação

Mesmo que muitas doenças aqui citadas sejam de fácil tratamento, nunca se automedique se perceber qualquer semelhança com alguma dessas doenças do couro cabeludo. Isto porque muitas apresentam os mesmos sintomas e isto pode atrasar um diagnóstico de algo mais sério. Preze pela sua saúde, procure um médico.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */