Estética

Doublo, o lifting facial não invasivo que é moda entre as celebridades

Doublo lifting

Ele chegou sem muito alarde e logo transformou-se no mais queridinho entre as celebridades, no Brasil ou Exterior, especialmente para o tratamento da pele, seja para a correção de pequenas cicatrizes, como de acnes e espinhas, até o tratamento de gorduras localizadas. Trata-se do Doublo, o mais avançado destes tratamentos e que faz a correção facial através do emprego da técnica do ultrassom.

O processo tem aproximadamente quatro anos desde que chegou ao mercado e foi apresentado pela primeira vez. Surgiu como Ultherapy em um congresso de dermatologia, em San Diego, nos Estados Unidos, e popularizou-se no Brasil como Ulthera.

A última novidade para tratar a pele

Ultherapy faz a junção, em inglês, dos termos ultrassom e terapia, e é possível sintetizá-lo dizendo que faz um lifting facial bastante rápido. Sua principal indicação é no combate à flacidez moderada da pele, de forma especial na face. Mas, também pode e está sendo aplicado na região dos olhos e do pescoço.

Em termos de medicina estética, é a última novidade no mercado e sua maior aceitação ocorre por fazer essas correções faciais sem a necessidade de submeter a paciente à cirurgia plástica. Embora também seja um tratamento corretivo de problemas de pele já existentes, sua maior aplicação é de forma preventiva, o que anima as celebridades.

Os resultados podem ser imediatos

Ainda são poucas as clínicas que possuem esse aparelho no Brasil e até mesmo no Exterior. Por isso, ainda se trata de um tratamento razoavelmente caro, algo que pode girar entre R$ 4 mil e R$ 10 mil por aplicação. A diferença de preço, explicam os especialistas, deve-se a que cada caso precisa ser observado e tratado de forma individual pelo médico dermatologista.

Mas, em média, basta apenas um tratamento anual através do Doublo para que os resultados já apareçam. Algumas celebridades brasileiras já fizeram uso da nova tecnologia e afirmam que os resultados podem ser imediatos, embora sejam melhores sentidos entre dois a três meses.



Equipamento novo, já aprimorado

Como técnica invasiva, ou seja, sem a necessidade de cortes na pele ou cirurgias faciais, o Doublo garante grandes benefícios no tratamento da pele e na eliminação de gorduras localizadas, especialmente na face, pescoço e região dos olhos. Alguns especialistas afirmam que o processo faz um novo desenho do rosto da pessoa.

O Doublo, na verdade, já representa o aprimoramento do processo que surgiu nos Estados Unidos há cerca de quatro anos – ele seria a segunda geração desse processo, chamado de Ultrassom Microfocado de Alta Intensidade.

Polos de sustentação para a pele

Sua técnica consiste em chegar na pele até suas camadas mais profundas. O ultrassom faz a contração muscular e acaba provocando a formação do colágeno, o que melhora o aspecto da flacidez e, em consequência, da beleza da pele. É por isso que os médicos classificam o Doublo como a alternativa não cirúrgica mais eficaz para o tratamento da flacidez da pele.

Ao atingirem a parte inferior da pele, os disparos dos raios provocam pontos que passam a funcionar como verdadeiros polos de sustentação da pele, ‘segurando’ a flacidez e espichando a pele, mesmo sem a cirurgia. Por isso é uma técnica e um processo totalmente revolucionário.

Queima gorduras e recupera a flacidez

Além de obter esse efeito lifting em toda a área que está sendo tratada, o Doublo melhora a firmeza da pele, com a vantagem de o paciente não precisar de tempo de recuperação. A rigor, em média, não há necessidade de cuidados especiais ou repouso. A pessoa pode manter suas atividades normais, devendo, entretanto, seguir as observações médicas, como não sair sem um potente creme protetor da pele.

Conforme explicam os especialistas, este novo equipamento possui ponteiras cujos raios podem atingir partes inferiores da pele, o que provoca ou a queima das gorduras do local ou a recuperação da flacidez.

São dois raios, duas profundidades

Uma dessas ponteiras, a M7, chega a até 4,5 milímetros de profundidade na pele, alcançando sua camada muscular, com o que faz correções de alto impacto e melhorias intensas no aspecto superior da pele. Ela fica mais jovial, lisa e apresenta renovação quase instantânea.

O equipamento possui ainda duas outras ponteiras, a D4 e a D7, com intensidades diferentes para o interior da pele. Estas chegam até três milímetros abaixo da parte mais exterior da pele. Dessa forma, como as ponteiras são utilizadas na mesma sessão, a pele é tratada em dois momentos e duas profundidades diferentes, apresentando melhorias para as duas camadas.

Raios chegam ao fundo da pele

Os resultados sobre a pele são extraordinários e visíveis ao próprio olho do observador. O antes e o depois ficam evidentes. Normalmente, é realizada apenas uma aplicação do Doublo, mas, se o médico verificar que há a necessidade de nova aplicação, ela será realizada cerca de três meses depois.

Como chega até a parte mais profunda da pele e atinge até sua musculatura, há melhorias nos contornos faciais da paciente, provocando melhorias gerais na flacidez e provocando mais firmeza e tonicidade à pele. Ela fica mais bonita.

Aplicação sem interromper atividades

Em média, uma sessão dura 40 a 50 minutos e, segundo afirmam os especialistas, não existe nenhum efeito colateral. Embora suas aplicações sejam mais recomendadas para mulheres maduras, acima dos 30 anos e cuja pele já começam a dar sinais de cansaço, o Doublo pode ser aplicado em pessoas de qualquer idade. Neste caso, seu efeito é preventivo.

Mesmo sendo um tratamento não invasivo, ou seja, sem cortes no paciente, é feita a aplicação de um anestésico, de forma preventiva, na parte do rosto que vai receber a aplicação do ultrassom. O objetivo é evitar algum desconforto na pessoa. Logo depois da aplicação, já é possível sair à rua e manter as atividades normais, com aquela observação do creme de controle dos raios solares.

Um avanço sobre outras técnicas

Já há especificações para aplicações em qualquer parte do corpo, e não apenas na face, rosto e pescoço, com estes equipamentos mais modernos, o Ultraformer 3 e que já é um avanço considerando-se o Ulthera de há quatro anos. O objetivo principal, neste caso, é o combate a gorduras localizadas e, como no rosto, sem nenhuma necessidade de cortes no tecido humano.

Ou seja, ainda recente, o Doublo já apresenta novidades. Como dissemos, esse equipamento ainda não está disponível em todas as clínicas dermatológicas, de forma que há a necessidade de uma pesquisa, inclusive com seu médico de confiança. É certo, entretanto, que se trata de um bom avanço sobre tudo o que se conhecia até agora para tratamento da pele, como o tratamento com laser, toxina botulínica e luz intensa pulsada. Então, faça logo uma consulta ao seu especialista favorito.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */