Beleza Estética

Drenagem linfática no pós-parto: tratamento ajuda mulheres a voltar à forma após a gestação

Drenagem linfática no pós-parto

A gestação é um período muito especial na vida de qualquer mulher.

No entanto, não é novidade que a gravidez causa modificações corporais que podem trazer consequências estéticas no pós-parto, como aumento de peso, estrias e celulites.

Assim, também não é novidade que o objetivo de toda mamãe seja voltar à forma o quanto antes. E a drenagem linfática no pós-parto pode ser uma grande aliada neste processo! Confira neste post!

A gestação e a retenção de líquidos

Durante a gestação, alguns hormônios produzidos pela gravidez fazem com que o organismo da mulher absorva mais sódio, um dos principais causadores da retenção de líquidos.

Além disso, no período gestacional o volume sanguíneo aumenta cerca de 30% a 50%, o que faz com que o corpo retenha até oito litros de água a mais do que em condições normais.

Esses fatores causam inchaço, celulite, transtornos na circulação e acúmulo de toxinas, que, além de causarem mal-estar estético, também não fazem bem à saúde.

Por que a drenagem linfática é indicada no pós-parto

A drenagem linfática é capaz de eliminar toxinas, resíduos metabólicos e o excesso de líquidos e por isso é altamente indicada para o pós-parto.

Além disso, a drenagem linfática no pós-parto proporciona bem-estar emocional, pois a técnica além de terapêutica é também relaxante, aliviando a tensão nesta nova fase da vida da mulher e aumentando a sua autoestima.

O tratamento consiste em massagear os gânglios linfáticos de maneira suave e ritmada. Cada sessão dura de 45 minutos a uma hora e o número de sessões necessárias varia caso a caso. É bastante comum sentir vontade de urinar após a aplicação da técnica, o que é um indicativo de que a massagem foi bem-feita.

A técnica pode trazer resultados muito satisfatórios, desde que as aplicações das sessões estejam associadas com bons hábitos de vida e alimentação balanceada e saudável.

Benefícios da drenagem linfática no pós-parto

A drenagem linfática no pós-parto – seja ele natural ou cesariana – ajuda a mulher a voltar à forma mais rapidamente e traz muitos outros benefícios para o corpo e bem-estar geral. Confira a seguir alguns destes benefícios:

  • Estimula e melhora a circulação sanguínea;
  • Reduz a retenção de líquidos e ameniza o inchaço típico da gravidez e do período pós-parto;
  • Estimula a produção de leite, deixa os seios menos sensíveis e prontos para a amamentação;
  • Combate a celulite;
  • Previne e combate varizes, câimbras e a sensação de peso e cansaço nas pernas;
  • Ativa o sistema vegetativo, proporcionando relaxamento e a sensação de bem-estar;
  • Fortalece o sistema imunológico, já que estimula a produção de linfócitos pelos gânglios linfáticos;
  • Elimina toxinas e resíduos acumulados no corpo.

Por fim, vale ressaltar que a drenagem linfática no pós-parto não é indicada para qualquer mulher.

A técnica não é recomendada para pessoas que possuam qualquer doença relacionada ao sistema linfático, insuficiência renal, trombose, hipertensão que não esteja controlada, entre outros casos.

Assim, é muito importante consultar seu obstetra antes de iniciar um tratamento com drenagem linfática. Caso o médico conceda a autorização para a realização da técnica, busque um profissional qualificado e especializado em drenagem linfática no pós-parto, pois este poderá aplicar a massagem de forma segura e eficiente.

Você já conhecia a drenagem linfática no pós-parto? Já fez o tratamento para recuperar a forma após a gravidez? Compartilhe!

/* ]]> */