Saúde

Conheça os efeitos colaterais da Goji Berry e em quais casos você deve evita-la!

Não há dúvidas de que a Goji Berry, frutinha vermelha originária do Nepal, é uma fonte de fibras, vitaminas, minerais e aminoácidos. Mas será que só existem benefícios no consumo desta iguaria? Quais serão os efeitos colaterais da Goji Berry? Será que eles existem?

Velha conhecida dos asiáticos, a Goji Berry é considerada fonte de longevidade por suas propriedades antioxidantes e capacidade de combate aos radicais livres prevenindo doenças e evitando o envelhecimento precoce. Ganhou fama no Ocidente principalmente por suas propriedades emagrecedoras e é comercializada livremente em sua forma desidratada ou em cápsulas. Veja os artigos que já publicamos sobre Goji:

No entanto, é preciso estar atento a contraindicações e efeitos colaterais originados pela interação do fruto com alguns medicamentos, substâncias ou condições de saúde. Leia este artigo e veja alguns casos em que a Goji Berry deve ser evitada a fim de prevenir possíveis reações adversas. Confira!

1. Pessoas que utilizam fármacos com propriedades anticoagulantes

Pessoas que possuem doenças como trombose ou embolia pulmonar costumam utilizar medicamentos para afinar o sangue, como por exemplo a Varfina. Ela atua prevenindo a formação de coágulos sanguíneos, reduzindo a ocorrência de ataques cardíacos e derrames.

É importante que pessoas que fazem uso desse tipo de medicamento consultem seu médico antes de iniciar o consumo de Goji Berry. Isso porque o fruto também afina o sangue e combinado com o medicamento pode aumentar o risco de hemorragias e eventos trombóticos.

goji-berry-desidratada

2. Pessoas que usam medicamentos para controlar a pressão arterial

Da mesma forma, medicamentos de controle da pressão arterial também afinam o sangue e podem ter uma interação negativa com as propriedades naturais da Goji Berry, e juntos podem prejudicar a coagulação sanguínea natural do corpo.

3. Pessoas que usam medicamentos para diabetes

Pessoas portadoras de diabetes devem sempre consultar o médico antes de inserir qualquer alimento em sua dieta e com a Goji não é diferente.

Isso porque o fruto altera o funcionamento do pâncreas, assim como a produção de insulina. Essa alteração pode não ser benéfica se combinada à medicamentos utilizados pelo diabético, assim como alterar as dosagens necessárias de insulina. Portanto, é necessário informar seu médico antes de iniciar o consumo, a fim de evitar os efeitos colaterais da Goji Berry.

4. Pessoas alérgicas a pólen

Quem tem alergia a pólen deve evitar o consumo do fruto, pois ele pode desencadear o processo alérgico.

Se após o consumo você apresentar sintomas como espirros, congestão nasal, urticária e coceira nos olhos, interrompa o uso de Goji Berry e procure um médico.

5. Hemofílicos

Hemofílicos não devem consumir o fruto pela sua capacidade de afinar o sangue, o que ocasiona um aumento no risco de hemorragias.

 6. Idosos e atropina: efeitos colaterais da Goji Berry

Idosos também podem sofrer com o aumento do fluxo sanguíneo e do risco de hemorragia.

Mas os principais efeitos colaterais da Goji Berry em indivíduos da terceira idade são ocasionados por uma substância chamada atropina, presente nas bagas do fruto. Seu excesso pode causar náuseas, tonturas, visão turva, desconforto ocular e alucinações em idosos.

7. Gestantes e o selênio

O consumo de Goji Berry deve ser evitado durante a gravidez, devido à presença de selênio em sua composição. Essa substância pode afetar de forma adversa o feto e seu excesso pode causar fadiga, queda de cabelo, dermatite e enfraquecimento das unhas.

Portanto, caso tenha interesse em consumir Goji Berry durante a gestação, consulte seu obstetra.

8. Problemas digestivos e gastrointestinais

Algumas pessoas podem apresentar distúrbios digestivos no início do consumo de Goji, por ser um fruto bastante fibroso. Elas podem sentir náuseas, diarreia e vômitos.

Uma forma de evitar esses sintomas é sempre consumir as bagas com outros alimentos a fim de minimizar esses desconfortos.

Se você não se enquadra em nenhum dos grupos citados, pode usufruir dos benefícios do fruto. Mas é importante salientar que não se deve abusar do consumo. Especialistas recomendam de duas a três colheres de sopa diárias de Goji.

Consumindo o fruto de forma equilibrada e tomando os devidos cuidados, os efeitos colaterais da Goji Berry são minimizados e seu organismo beneficiado por suas propriedades nutricionais e antioxidantes.

Veja também:

Sobre o autor

Juliana Mitsuda