Sexo

Ejaculação precoce: como evitar o problema?

O que fazer para evitar a ejaculação precoce

O tema que vamos abordar hoje é um assunto que preocupa muitos dos homens: ejaculação precoce. Vamos falar um pouco do que é, o que causa e, o principal, o que fazer para evitar a ejaculação precoce.

O que é a ejaculação precoce?

A ejaculação precoce é um problema considerado comum entre os homens. Calcula-se que afeta de 20-30% deles.

Caracteriza-se pela dificuldade de controlar, voluntariamente, a ejaculação. Mesmo o ato sexual não tendo um tempo definido, acredita-se que o problema começa quando o homem ejacula antes do orgasmo do seu parceiro(a) sexual em mais de 50% das relações. E isso além de interferir na vida sexual pode interferir também no emocional de um ou de ambos.

A ejaculação precoce pode ocorrer também durante a masturbação. Mas atenção: é normal que isso aconteça algumas vezes, principalmente com novos parceiros sexuais ou no início da vida sexual, tornando-se um problema somente quando rotineiro.

Outro fator importante é identificar se a ejaculação precoce é primária, ou seja, presente desde o início da vida sexual, ou secundária, quando a ejaculação precoce começa a acontecer depois de algum problema psicológico, algum trauma físico ou até mesmo relações sexuais má sucedidas.

O que causa a ejaculação precoce?

Antes de saber o que fazer para evitar a ejaculação precoce, é importante entender suas principais causas.

Algumas coisas como: inflamação na próstata, hormônios da tireoide, danos no sistema nervoso, efeitos colaterais de alguns medicamentos e fatores genéticos podem influenciar no problema. Tanto a detecção como o que fazer para evitar a ejaculação precoce devem ser tratados com médicos.

Os fatores psicológicos e sociais associados a ejaculação precoce são:

  • Ansiedade e stress,
  • Quadros depressivos,
  • Experiências sexuais ruins/traumáticas,
  • Querer agradar demais o parceiro sexual,
  • Sentir-se desconfortável na relação,
  • Crenças religiosas,
  • Sentimentos de culpa (traição, falta de desejo sexual, dor do parceiro).

Há complicações?

Até agora a ejaculação precoce não foi associada a riscos de saúde, mas sim ao desenvolvimento de problemas psicológicos. Além da não satisfação sexual, um sentimento de frustração após as relações.

Quanto mais a ejaculação precoce acontece, mais o homem vai desenvolver ansiedade e tensão na sua próxima relação sexual, o que aumenta a probabilidade de não controlar voluntariamente a ejaculação, mais uma vez. Quanto mais o problema se agrava, maior o desespero sobre o que fazer para evitar a ejaculação precoce, podendo recorrer a métodos remédios não prescritos. Esses sim podem trazer prejuízos para a saúde física.

Afinal, o que fazer para evitar a ejaculação precoce?

Conhecido como terapia sexual, o ato de se masturbar um tempo antes da relação sexual para fazer que a ejaculação demore mais tempo durante o ato. Isso pode ajudar também a descobrir novas formas de prazer para o homem, aliviando também a tensão.

Controlar a respiração. Parece estranho, mas como a ansiedade e a ejaculação precoce estão fortemente ligadas, exercícios para a respiração entram na lista de o que fazer para evitar a ejaculação precoce. Respirar calmamente antes da relação, com pausas, respirando de forma profunda e relaxada, é uma técnica de diminuição da ansiedade que consequentemente pode ajudar no ato sexual.

Massagem tântrica realizada por profissionais tem como objetivo relaxar e estimular o homem a controlar a ejaculação. A massagista faz movimentos leves no pênis, no períneo, testículos e outras regiões erógenas.

Permitir que a companheira faça uma massagem, além de ajudar a relaxar, vai estar lidando com seu corpo exposto a outro, se sentindo mais a vontade com o parceiro.

A posição sexual também entra nisso tudo. Escolha uma que te deixe mais confiante e confortável. Uma dica é a parceira por cima. A posição alivia a tensão, diferente da papai-mamãe, que tende a deixar o corpo tenso.

Método “começa e para”. Consiste em estimular o homem até que ele sinta que está atingindo o orgasmo. Quando a sensação chegar, a estimulação deve ser interrompida por 30 segundos. Após o tempo, deve ser iniciada novamente.

Fortaleça o períneo. Essa região se encontra entre o pênis e o ânus. Além de quando estimulado melhorar o prazer do casal, essa região é ótima para ser utilizada como exercício. Para aprender, se masturbe normalmente e quando a vontade de ejacular se aproximar, pressione o períneo com o dedo. Para que os resultados sejam satisfatórios, é importante que seja feito com um pouco mais de força, mas com cuidado para não se machucar.

Aumentar o tempo das preliminares é outra dica que entra nessa lista de o que fazer para evitar a ejaculação precoce.

Diminuir o cigarro e a ingestão de álcool, pois há estudos que comprovam que afetam a ereção.

Realizar paradas durante a relação também costuma ser um bom método.

Conversar com seu parceiro sexual sobre o tema, sobre suas ansiedades e medos na hora da relação faz com que você se sinta mais confortável e livre dentro do relacionamento. Além de se certificar que fora da cama o relacionamento também anda bem, muitas vezes a relação pode estar em um momento difícil e pode refletir na parte sexual. Nossa tendência é separar as duas coisas e essa separação não existe.

Apoio psicológico: por que não? Além de identificar o porquê da ansiedade e medo dentro da relação sexual, você vai se auto conhecer, aumentado assim a autoestima, bem como aprendendo como controlar sentimentos ansiosos e como agir em situações de stress.

Por último, em casos extremos e quando você não souber mais o que fazer para evitar a ejaculação precoce, com acompanhamento médico, a terapia medicamentosa pode ajudar alguns homens que tentaram diversas outras técnicas e não obtiveram sucesso.

Último Vídeo do Nosso Canal


LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
Apenas 1 email por semana. Conteúdo Exclusivo!
close-link
/* ]]> */