Doenças Saúde

Enxaqueca menstrual: causas, sintomas e tratamento

Enxaqueca Menstrual

A enxaqueca menstrual é, sem dúvidas, um problema que pode atrapalhar a vida de muitas mulheres.

Com diferentes intensidades, esse incômodo surge como um dos sintomas da conhecida Tensão Pré-Menstrual (ou TPM). Complementando assim, o quadro de desconfortos que esse período provoca em uma grande parcela das mulheres.

Mas então, como detectar que você está realmente com enxaqueca menstrual? E ainda, como tratar e se livrar desse problema o mais rápido possível?

Se você está com essas dúvidas em mente, então não deixe de conferir o artigo que preparamos a seguir para você.

Enxaqueca menstrual: o que é?

A enxaqueca menstrual nada mais é do que enxaquecas que se intensificam no decorrer do período menstrual.

Estas enxaquecas podem acontecer dois dias antes da menstruação ou até três dias depois que já parou de descer. Este é o que chamamos de enxaqueca menstrual verdadeira, que decorre de fato por influência da menstruação.

As demais enxaquecas podem sim ter influentes no período menstrual, mas normalmente ocorrem independente destes fatores.



Causas da enxaqueca menstrual

O que provoca a terrível dor da enxaqueca menstrual nas mulheres é a queda dos níveis de estrógeno.

Esta queda costuma ocorrer um pouco antes do período menstrual da mulher. Consequentemente, essa oscilação desencadeia um desequilíbrio químico em nosso cérebro, provocando a dor.

Esta alteração hormonal também é a responsável por todos os problemas que aparecem durante a TPM. São eles:

  • Cólicas menstruais;
  • Dor nos seios;
  • Irritabilidade;
  • Retenção de líquidos;
  • Sensação de inchaço.

Enxaqueca menstrual: como evitar o agravamento do problema

Todavia, considerando todos esses sintomas, podemos ressaltar algumas dicas que aliviarão o agravamento dos mesmos.

Pois afinal, muito mais do que remediar, é importante enfatizarmos a prevenção, não é mesmo?

Sendo assim, siga as seguintes dicas e diminui o problema em uma escala bem significativa:

  • Repousar: sabemos que a correria do dia a dia pode atrapalhar nossos planos de repousar. Entretanto, dar uma desacelerada nas atividades corriqueiras pode ajudar – e muito – a aliviar aquela dor intensa causada pela enxaqueca menstrual. Vá com calma!
  • Respirar pausadamente: controlar a respiração pode ser uma opção tranquilizadora e calmante para todas nós. Permitir que o oxigênio chegue no cérebro da maneira adequada desencadeia uma sensação de alívio na dor de cabeça intensa.
  • Evitar locais com muita luminosidade: quando estamos com aquela enxaqueca menstrual evitar lugares com muita luminosidade pode ser uma boa opção. Por conta da dor latejante, a sensação de que nossos olhos estão sensíveis é enorme. Por isso, quando você sentir os primeiros sintomas da enxaqueca certifique-se de trabalhar o menos possível no computador, por exemplo. Se possível, dê uma pausa e vá equilibrar sua respiração em um quarto mais escuro – não se esqueça de proporcionar um ambiente silencioso também.
  • Alimentação leve: a gente sabe que uma alimentação balanceada é importante em qualquer momento de nossas vidas, não é mesmo? Afinal, uma alimentação adequada irá proporcionar um corpo mais forte e saudável, livre de probleminhas que possam atrapalhar a nossa rotina. Sendo assim, no caso da enxaqueca menstrual, procure se alimentar com algo mais leve, como frutas e verduras. O “peso” no estômago poderá piorar ainda mais todas as sensações desagradáveis provocada pela TPM.
  • Baixar os níveis de estresse e ansiedade: é óbvio que quando estamos estressadas e ansiosas a tendência é que as dores pelo corpo só piorem. Entretanto, também é óbvio que não existe nenhuma mágica capaz de eliminar estes “probleminhas” de nossas vidas. Mas, não obstante, podemos praticar algumas atividades que proporcionam um alívio nos níveis de estresse e ansiedade. Por exemplo, caminhada, alongamentos, meditação… Estes exercícios proporcionam uma descarga nas tensões do corpo, aliviando o estresse e, consequentemente, diminuindo os sintomas da enxaqueca menstrual.

Enxaqueca menstrual: tratamento medicamentoso

Além de mudar alguns hábitos e algumas atitudes corriqueiras para diminuir a enxaqueca menstrual de uma maneira mais, digamos, natural, temos também uma listinha com remédios que poderão acelerar o processo de eliminação do problema.

Porém, utilize quando perceber que a situação já está agravada e que não há outro meio de aliviar a dor, beleza?

Confira as nossas dicas:

  • No caso de enxaqueca menstrual mais leve, a mulher poderá dissipá-la apenas com um bom analgésico. O Paracetamol, Diclofenaco, e AAS, por exemplo, podem cumprir esse papel de maneira rápida e eficiente.
  • Já para quem sofre com dores mais graves e intensas, remédios que atuam diretamente nos vasos sanguíneos do cérebro são os mais recomendados. Dentre eles, temos o Isomepteno, Sumatriptano e Zolmtriptano. Ambos possuem a “versão” comprimida e injetável. No caso das injetáveis, o seu uso é recomendado para casos extremos, por se tratar de um efeito mais rápido e visível. Especialmente para quando a mulher já se sente totalmente impossibilitada por conta da enxaqueca menstrual.

Enxaqueca menstrual: tratamento natural

Para quem curte uma ideia mais natural e não demonstra uma simpatia muito grande com medicamentos de farmácia, a dica que preparamos poderá ajudar – e muito.

Este tratamento natural para enxaqueca menstrual envolve a utilização de produtos naturais e com baixa contra-indicação.

Nesse caso, podemos até indicar compressas com água morna e algumas gotinhas de óleo essencial de camomila, para acalmar os ânimos, relaxar e aliviar as dores intensas.

Para este tratamento natural, vamos precisar de:

  • 200 ml de água
  • 5 cm de raiz de gengibre

O modo de preparo é simples: basta fazer a infusão do gengibre com a água e pronto. Depois que a temperatura da bebida diminuir, é só ingeri-la e aguardar – em repouso – os alívios desta receita natural.

Um fim para a enxaqueca menstrual

A gente sabe o quanto a enxaqueca menstrual pode atrapalhar a nossa vida. Entretanto, sabemos também que não podemos parar nossa rotina por isso.

Dessa maneira, procurar manter hábitos saudáveis, com uma alimentação balanceada, saúde mental em dia, sono regulado e exercícios diários é essencial para evitar o problema.

Lembre-se de cuidar de si mesma, afinal, você é a pessoa mais importante da sua vida, não é mesmo?

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */