Cabelos

Escova de aminoácidos: o que é? Quais os benefícios e cuidados?

Uma nova técnica de alisamento que surgiu no mercado e vem se tornando cada vez mais popular nos salões em todo o Brasil é a escova de aminoácidos.

Essa escova surgiu diante da necessidade de encontrar uma alternativa a escova progressiva clássica que eleva os riscos de efeitos perigosos a saúde por causa de um dos componentes de sua fórmula, formol, e já foi alvo de regulação por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que determinou a redução da substância química para no máximo 0,2%, medida sancionada após a repercussão de casos de óbitos de algumas mulheres que se submeteram a má aplicação da técnica por amadores ou profissionais inexperientes.

Mesmo com um limite imposto sobre a quantidade de formol a ser utilizado na fórmula, a progressiva clássica não elimina a possibilidade de episódios traumatizantes como queda de cabelo, ardência dos olhos, queimadura, descamação do couro cabeludo, dor de cabeça, enjoo, tosse, desmaio, porque o formol é capaz de gerar esse tipo de dano a nossa saúde.

Por isso, está sendo deixado de lado e alternativas como a escova de aminoácidos estão sendo mais privilegiadas, favorecidas, procuradas.

Mas do que se trata exatamente essa tal de escova de aminoácidos? O que ela tem de especial, de diferente? Quais as suas vantagens? Existem riscos?

Veja a seguir a resposta de todas essas questões sobre escova de aminoácidos.

O que é a escova de aminoácidos?

É uma técnica que substitui o malfadado do formol por esses tais de aminoácidos. E o que são esses aminoácidos? Fazendo uma brevíssima parada nas aulas de química do ensino médio vemos que eles são definidos como moléculas orgânicas essenciais para a produção de proteínas em um organismo vivo.

E adivinha quais são os componentes naturais de nossas madeixas? Aminoácidos. São eles os responsáveis por manter o brilho e a estrutura capilar. Ocorre, no entanto, que  precisam ser repostos, pois vão se perdendo ao longo do tempo.

E esse é o grande diferencial da escova de aminoácidos. É uma técnica que trata o cabelo deixando de lados componentes químicos mais agressivos e perigosos a saúde, novamente o formol sendo surrado, por substâncias que já são naturais do cabelo. É como se em vez de Neston você alimentar seu rebento com leite materno.

A escova de aminoácidos é indicada para quem estar a fim de reduzir o volume do cabelo, tirar o frizz ou simplesmente fazer um alisamento. Por não abusar tanto da química o seu efeito, naturalmente, é menor do que as versões mais artificiais. O tempo exato varia de acordo com o tipo de cabelo e o número de lavagens no período. A variação é de 3 a 5 meses.

Uma dica para identificar o momento adequado de refazer o tratamento é quando a raiz cresceu ao ponto de começar a gerar incômodos. E a repetição do procedimento é necessária, pois a cada novo aplique o resultado mostra-se mais aprimorado.

O passo a passo da escova de aminoácidos

Bom, primeiro você irá achar perda de tempo a recomendação de que a técnica deve ser aplicada por um profissional experiente em um salão de beleza, certo? Ok. Que bom que já está esclarecida quanto a isso. Mas a nossa obrigação é sempre fazer essa recomendação.

Vamos lá, a aplicação da escova de aminoácidos deve começar com uma lavagem bem cuidadosa utilizando um xampu de limpeza profunda.

Depois do cabelo lavado, irá secá-lo usando um secador. O ideal é secar ao menos 80%.

Em seguida, o creme de aspecto fluído deverá ser passado nos fios com um pincel.

O período com o produto na cabeça é de mais ou menos 40 minutos. Prazo necessário para os aminoácidos fazerem efeito.

Passado esse tempo, lava-se novamente o cabelo, valendo-se da máscara de nutrição para segurar por cinco minutos. Com o cabelo seco, faz-se a selagem com a chapinha.

 Os cuidados após escova de aminoácidos

Os aminoácidos, como informado acima, costumam sair naturalmente do cabelo, por isso a necessidade de serem repostos de tempos em tempos. Para não acelerar esse “esfarelamento” evite usar xampus de limpeza profunda ou de antirresíduos, pois reduzem o efeito do aplique.

Outra dica para qualquer progressiva que for fazer, aliás, independente do que faça ou deixe de fazer no cabelo, hidrate sempre a madeixa. A chapinha resseca demais as pontas dos fios e pode torná-los elásticos. No entanto, atente-se para não fazer a hidratação com limpeza profunda, pois o mesmo caso do xampu com essa característica aplica-se aqui: vai reduzir o tempo do efeito dos aminoácidos no cabelo.

Também cuide de evitar tingir os fios em intervalos curtos depois da escova de aminoácidos, lave a cabeça sem economizar o condicionador e nada de dormir com o cabelo molhado, a estrutura do fio modifica-se com esse costume.

Os riscos da escova de aminoácidos

Como explicado a lógica da escova de aminoácidos é tratar o cabelo usando propriedades que lhe são naturais evitando a adição de compostos químicos, porém o processo de alisamento pode conter substâncias que atuam de forma similar ao formol quando superaquecidas. Exemplos dessas substâncias são:

  • Carbocisteína;
  • Glutaraldeído.

Por isso, apesar de ser um risco reduzido, a escova de aminoácidos não elimina de todo as possibilidades de efeitos colaterais desagradáveis como:

  • Olhos ardendo;
  • Sensação de queimação;
  • Danificar o cabelo.

Contraindicações

A escova de aminoácidos não é indicada para quem tem couro cabeludo muito sensível, cabelos oleosos, porosos, porque a prática tende a acentuar ainda mais esses problemas. Outro caso que não se recomenda a escova de aminoácidos é o de cabelos virgens, que jamais passaram por qualquer procedimento de tintura ou alisamento. Não por agravar algum problema, mas sim pelo resultado não ser tão visualmente interessante, diferente do que se espera ao ter como exemplo um resultado em que a técnica foi bem sucedida.

Considerações finais

A escova de aminoácidos é uma técnica de alisamento cujo princípio ativo são os referidos aminoácidos, moléculas naturais do cabelo responsáveis por manter sua estrutura e brilho, em detrimento do formol, o que a torna um método mais seguro do que a progressiva clássica.

Porém, há substâncias no processo de alisamento que podem atuar de maneira semelhante a do formol, quando em situação de superaquecimento, acarretando efeitos colaterais indesejáveis. Por isso, é sempre importante procurar profissionais experientes para aplicar a escova de aminoácidos e reduzir ainda mais os riscos de complicações sérias.

A escova de aminoácidos é recomendada para reduzir o volume, o frizz e para fazer alisamento de cabelo. Não é indicada para pessoas de couro cabeludo muito sensível, cabelos oleosos, porosos ou virgens.

O tempo de efeito varia de 3 a 5 meses dependendo do cabelo e da quantidade de lavagens.

A dica para saber o tempo adequado para um novo aplique é observar o crescimento da raiz, quando começar a incomodar.

Gostou do conteúdo? Curta, compartilhe, opine. Sua opinião é muito importante para nós.

Leia mais de nossa sessão de beleza.

Videos do nosso Canal no Youtube

/* ]]> */