Beleza Cabelos

Exoplastia capilar: conheça o tratamento que alisa o cabelo sem agredir os fios

exoplastia-capilar

Você sente que o seu cabelo vive “armado” por conta do volume excessivo? Essa é uma reclamação muito comum entre várias mulheres, principalmente daquelas que têm os cabelos cacheados e crespos, que acabam recorrendo a diferentes procedimentos químicos, como é o caso das escovas progressivas e relaxamento capilar, para reduzir o volume dos fios e driblar o problema de uma vez por todas.

No entanto, apesar de eficientes na busca pelo alisamento e controle do volume, o fato é que as substâncias usadas nesses tipos de tratamentos, como formol, tioglicolato de amônia e guanidina, acabam afetando a saúde da fibra capilar, levando à alterações na estrutura dos fios que os deixam ressecados, danificados e sem vida. É por este motivo que tem surgido inúmeros procedimentos e produtos no mercado beauté para ajudar quem deseja obter fios lisos, mas sem agredir muito os fios e, o melhor, a saúde do corpo como um todo.

É o caso da chamada exoplastia capilar, que você vai conhecer melhor no nosso artigo de hoje. Semelhante ao famoso botox capilar, o tratamento visa alisar as madeixas e reduzir o volume dos fios, ao mesmo tempo que hidrata o cabelo. Também chamado de “nova chapinha”, o procedimento é constantemente comparado à escova progressiva, com o diferencial de não ter substâncias químicas em sua fórmula, conferindo menos danos aos fios e, ainda, deixando o alisamento com aspecto mais natural.

A exoplastia capilar age penetrando profundamente nos fios, de fora para dentro, reorganizando as ligações celulares responsáveis pela textura original do cabelo. No entanto, diferente dos alisamentos tradicionais com uso de ativos químicos fortes e perigosos, o tratamento não impermeabiliza os fios, o que significa que eles podem continuar recebendo os nutrientes, a água e a oleosidade natural produzida pelo couro cabeludo.

Quer saber como fazer a exoplastia capilar e como ela pode ajudar a domar o efeito “armado” do seu cabelo? Então, continue de olho nos próximos parágrafos desse post que eu te conto tudo! Vamos lá?

O que é a exoplastia capilar?

exoplastia-capilar

A exoplastia capilar é um tratamento que visa alisar ou reduzir o volume do cabelo a partir de um nutriente chamado de nanopartícula de serina, que não é tóxico e, portanto, não danifica os fios. A princípio, pode-se dizer que o procedimento é bem parecido com o da escova progressiva, com a diferença de que ele não faz mal à saúde da fibra capilar e nem do organismo, além de alisar ao mesmo tempo que hidrata as madeixas.

A técnica foi criada por uma dupla de cirurgiões plásticos, pai e filho, chamados José Kacowicz e Ricardo Kacowicz, que atuam há mais de 20 anos no ramo de cosméticos. O significado da palavra “exoplastia” quer dizer algo parecido com “mudança de forma por fora”, o que explica a sua ação nos nossos cabelos. Na prática, o tratamento age penetrando profundamente nos fios e reorganizando as ligações celulares responsáveis pela textura original do cabelo.

No entanto, como eu falei anteriormente, ao contrário de muitos tipos de alisamentos químicos, a exoplastia não impermeabiliza os fios. Isso quer dizer que o cabelo continua absorvendo nutrientes e, também, a oleosidade natural produzida na raiz, o que nos leva à vantagem de que o couro cabeludo não sofrerá com o aspecto oleoso e as pontas não ficarão espigadas, como pode ocorrer com a progressiva, resultando em um alisamento super natural.

Como funciona?

exoplastia-capilar

O tratamento para alisar o cabelo com a exoplastia capilar é feito a partir da nanopartícula de serina. Esse nutriente é responsável por introduzir moléculas de colágeno na estrutura dos fios, acarretando na redução do volume e alisamento do cabelo. Diferente da escova progressiva, esse procedimento deixará as madeixas lisas sem aquele aspecto escorrido e pontas espigadas, que nada mais é que o resultado do ressecamento e porosidade causados ao cabelo durante a aplicação dos produtos à base de ativos químicos fortes, como é o caso do formol.

Ao contrário deste último, o colágeno, por sua vez, é uma proteína encontrada no próprio organismo e, ainda, nos alimentos, considerado um aminoácido essencial. Por esta razão, ele pode alisar as madeixas sem causar danos aos fios e, o principal, sem afetar a nossa saúde como um todo. Além disso, por ser apenas um nutriente, o colágeno é compatível com qualquer outro tipo de química, o que significa que você pode fazer a exoplastia após uma descoloração ou coloração, por exemplo.

Quem pode apostar?

exoplastia-capilar

A exoplastia capilar é indicada para mulheres que estão com os cabelos extremamente danificados, ressecados e porosos, por conta do uso de produtos ou procedimentos químicos. Inclusive, o tratamento pode ser feito após a descoloração ou coloração dos fios para devolver a massa perdida pela fibra capilar, facilitando a selagem das cutículas e, portanto, evitando a queda e a quebra das madeixas.

Com a reposição de nutrientes, o cabelo sai do alisamento mais saudável, maleável, forte e brilhoso. No entanto, assim como qualquer outro procedimento capilar, o mais indicado é verificar a saúde dos fios antes para avaliar se há necessidade de outros tratamentos prévios à aplicação. Isso porque, como haverá a ação de outros ativos nos fios, é possível que o efeito seja diferente de pessoa para pessoa.

Além disso, a exoplastia capilar pode não ter um efeito “escorrido” para cabelos virgens naturalmente lisos. Por isso, ela não é muito recomendada para mulheres com esse tipo capilar que queiram acabar com o frizz e com o volume de forma imediata.

Neste caso, a dica é recorrer a outros procedimentos químicos, como a escova progressiva, ou ter mais paciência durante a aplicação da exoplastia. Isso porque os resultados são alcançados com maior eficiência apenas a partir da segunda aplicação, pois a estrutura dos fios já terá alguma química para ser tratada e selada.

Como fazer exoplastia capilar?

exoplastia-capilar

Apesar da diferença em relação à escova progressiva, a aplicação da exoplastia capilar é realizada da mesma maneira que esta última. Para fazer o procedimento, é necessário ter os produtos em mãos, que podem ser adquiridos em lojas de cosméticos, inclusive pela internet, ou ir até um salão de beleza e fazer a aplicação com um cabeleireiro de sua confiança. O primeiro passo, tal como acontece com a escova progressiva, é aplicar um shampoo antirresíduos. Em seguida, depois de feita a limpeza profunda dos fios e couro cabeludo, o profissional deverá secar o seu cabelo com a ajuda de um secador e, em seguida, dividi-lo em mechas para a aplicação do creme alisante.

Depois de aplicar o produto mecha por mecha, é necessário aguardar 30 minutos e enxaguar os fios em seguida. Por último, é feita a finalização do procedimento modelando as madeixas com uma escova e chapinha. Como você deve ter percebido, ao contrário de outros tipos de alisamento, o creme alisante da exoplastia capilar não precisa de calor térmico para agir nos fios.

Como cuidar dos fios após o procedimento?

exoplastia-capilar

Assim como qualquer outro procedimento químico, a exoplastia capilar também exige cuidados especiais com os fios após a aplicação do produto. O primeiro deles é evitar banhos quentes, shampoos adstringentes (como é o caso do antirresíduos), mar, piscina e exposição solar excessiva, que são fatores que podem causar o ressecamento do cabelo após o procedimento.

Além disso, é preciso redobrar a rotina de hidratação, nutrição e reconstrução dos fios, que pode ser feita dentro de um cronograma capilar específico para as necessidades do seu cabelo. Ainda, outra dica é investir em produtos específicos para cabelos quimicamente tratados, como shampoo, condicionador, leave-in, máscaras de tratamento, entre outros.

Tente reduzir também o uso frequente de aparelhos de alta temperatura, como secador, chapinha ou babyliss, que agravam o ressecamento das madeixas. Se isso for muito difícil para você, aplique sempre um protetor térmico para formar uma película protetora em volta dos fios e prevenir danos causados pelo calor excessivo dessas ferramentas.

E aí? Gostou de saber mais sobre a exoplastia capilar? Você já fez esse procedimento no seu cabelo? Então, compartilhe!

Até a próxima!

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */