Looks

Fantasia de Bruxa: 10 variações incríveis desse clássico!

Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem. Esse popular ditado espanhol mostra bem a força dessa figura feminina tão perseguida ao longo da história e ainda hoje muito presente na nossa cultura. A popularidade da fantasia de bruxa nas festas temáticas, no Halloween e nos bailes a fantasia mostra bem isso.

Com tantos séculos de referência, as bruxas ganharam uma caracterização bem típica, praticamente um padrão de aparência. Convencionou-se que:

  • Toda bruxa é uma mulher feia, velha, com verrugas e um nariz enorme;
  • Toda bruxa usa um chapéu bem pontiagudo;
  • Toda bruxa voa por aí montada em uma vassoura;
  • Toda bruxa pratica rituais de magia negra;
  • Toda bruxa tem um gato preto como bicho de estimação;
  • Toda bruxa é dona de uma gargalhada assustadora.

Mas de onde vem esse estereótipo? E a minha fantasia de bruxa tem que seguir exatamente essa caracterização?

Neste artigo, vamos saber um pouco mais sobre as bruxas e depois, apesar do estereótipo existente, buscar ideias para algumas variações em torno da tradicional fantasia de bruxa. Acompanhe.

As bruxas, quem são elas?

Não há uma unanimidade sobre qual seria a origem da palavra “bruxa”. Uma das versões considera que ela teria surgido na Idade Média, quando já estava estabelecido o Tribunal da Inquisição, que julgava e condenava à morte na fogueira as pessoas que supostamente praticavam rituais satânicos.

Conta-se que estrangeiros teriam presenciado na Itália um julgamento em que se ouvia o grito “Brucia!”. Com isso, associaram essa palavra à pessoa que estava sendo condenada. Bruciare em italiano significa queimar.

Já em relação às bruxas propriamente ditas, precisamos voltar à antiguidade para constatarmos que rituais de magia existiam desde aquela época e elas não eram vistas necessariamente como algo ruim.



Porém, a partir da Idade Média, com a ampliação dos poderes da Igreja Católica sobre as sociedades e as pessoas, quaisquer práticas que fugissem às estabelecidas por ela começaram a ser vistas como heresia.

Em 1484, a perseguição aos praticantes de bruxaria foi oficializada. Estima-se que entre os séculos XV e XVII, mais de trinta mil pessoas tenham sido torturadas e queimadas na fogueira sob essa acusação. Quase todas as vítimas dessas execuções eram mulheres, camponesas pobres que usavam remédios naturais preparados à base de ervas medicinais para curar doenças.

Além do uso das ervas medicinais, muitas vezes uma deformação no corpo ou a presença de verrugas e cicatrizes era suficiente para que uma mulher fosse acusada de herege ou adoradora do diabo.

No século XVII, um decreto do rei Luís XIV da França pôs fim a esse tipo de perseguição. Outros reis na Europa seguiram o exemplo, até que, no século XVIII, finalmente a caça às bruxas teve fim.

Bruxas famosas na história

Não vamos aqui listar bruxas do cinema ou da TV, pois essas muita gente conhece. Vamos falar de bruxas que teriam existido na vida real. Existem muitas cujas histórias de vida atravessaram o tempo. Eis algumas delas:

Maggie Wall

Na Escócia existe uma espécie de monumento construído em pedra, com seis metros de altura. No topo há uma cruz com a seguinte inscrição: “Maggie Wall, queimada aqui, 1657, como uma bruxa”.

O estranho é que não há registros históricos de alguém com esse nome que tenha sido julgada e condenada à morte na fogueira.

Esse monumento recebe um grande número de visitantes (dizem que mais do que o túmulo de Elvis Presley nos Estados Unidos), que deixam oferenda a Maggie Wall.

Catherine Deshayes

Ficou rica vendendo poções do amor às mulheres de Paris. Seu envolvimento em um escândalo conjugal levou muitas pessoas a acreditarem que suas poções estariam na realidade envenenando as mulheres. Foi julgada e condenada, morrendo queimada viva em 1680.

Merga Bien

Entre 1603 e 1606, houve um julgamento maciço de 200 mulheres acusadas de bruxaria. Merga Bien foi uma delas. Ela estava em seu terceiro casamento e nunca havia conseguido engravidar.

Após 14 anos nesse relacionamento, ela finalmente ficou grávida. Mas então veio a acusação de que aquela criança era fruto de um pacto com o demônio. Mesmo grávida, ela foi torturada e queimada em 1603.

Ursula Southeil

Também conhecida como mãe Shipton, viveu na Inglaterra no século XVI. Na época era considerada uma bruxa, pois fazia estranhas previsões do futuro, sendo que muitas delas se concretizavam.

Morreu em 1561 e, ao longo do tempo, a imagem de bruxa foi sendo substituída pela de profetisa. Muitos comparam seu legado ao de Nostradamus.

Fantasia de bruxa não é sempre igual

Como vimos, a história das bruxas foi na realidade mais um capítulo na história da violência contra a mulher. Por outro lado e ao mesmo tempo, a bruxa passa uma imagem oposta, a imagem do poder da mulher.

Não deve ser coincidência o fato de a fantasia de bruxa ter se tornado tão popular. Apesar de ser algo voltado apenas para a diversão, ela não deixa de ser um símbolo, ainda mais nesses tempos de luta contra desigualdades, discriminações, assédios, violências e feminicídios.

Mas voltando ao mundo da fantasia, mais especificamente da fantasia de bruxa, vamos ver agora que ela não tem um look único e padronizado. Apenas como sugestão, listamos aqui 10 variações do tema para a sua escolha.

#1. Um modelo mais básico

Com peças que você já tem no guarda-roupas é possível acrescentar alguns poucos acessórios e criar uma fantasia simples, mas com personalidade.

#2. A bruxa sensual

Um vestido longo com fenda cavada ou um vestido curto e o resultado é algo mais sensual, que valoriza o corpo da mulher.

View this post on Instagram

Olha o detalhe dessa saia gente! As bruxas mais lindas estão na Criatto Fantasias! @brunasimoesb MAKE: @jessicaaguirremake . Fantasia disponível para ALUGUEL ☛Av. D, nº100, Setor Oeste – Goiânia ☛www.criattofantasias.com ☛(62) 9-96115741 ?? Enviamos para todo Brasil?? . ❓Dúvidas❓Pergunte pelo: ✅Direct ✅(62) 9825-3188 #criatto #criattofantasias #criattodance #fantasias #figurinos #fantasiasinfantis #fantasiasadulto #fantasiasluxo #fantasiasdeluxo #fantasiasgoiania #festaafantasia #festafantasia #festatematica #festas #fantasiasparasonhar #fantasiasparabrincar #fantasiasparabrilhar #fantasiasparanadar #fantasiasprincesas #princesas #superherois #halloweencostume #halloween #diadasbruxas #bruxas #fantasiadebruxa

A post shared by Criatto Fantasias (@criattofantasias) on

#3. Uma bruxa colorida

Não só de cores escuras e sombrias vive uma bruxa.

#4. De volta à Idade Média

Vestidos com capuz e mangas de punhos bem largos tornam esta fantasia bem marcante.

#5. A maquiagem que faz a diferença

A maquiagem conta muito na composição da fantasia.

#6. Bruxas poderosas

As capas dão um visual mais imponente às bruxas.

#7. A bruxa má

Uma das bruxas mais conhecidas na nossa cultura.

#8. Malévola

Outro ícone do universo da bruxaria.

#9. Hermione Granger

A adorável personagem de Harry Potter também é uma bruxa!

#10. Jadis, a feiticeira branca de Nárnia

Outra figura carismática das telas, aqui em seu uniforme de batalha.

Concluindo

Na próxima oportunidade que você tiver de vestir uma fantasia de bruxa, capriche na roupa, nos acessórios, na maquiagem, nos cabelos e nas unhas, mas acima de tudo, sinta-se a mulher mais poderosa deste planeta.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.

/* ]]> */