Moda

Fantasias de Halloween: 8 ideias para inspirar sua festa

Definitivamente, o dia 31 de outubro entrou pra valer no nosso calendário de festividades. As fantasias de Halloween estão por todos os lados, aquecendo o comércio e mexendo com a imaginação de muita gente que quer estar bem original no dia.

Neste artigo você vai saber um pouco mais sobre essa data tão peculiar e, entrando no clima, buscar inspiração para a sua fantasia. Acompanhe.

Captando o espírito da coisa: a origem do Halloween

Existem diferentes versões sobre a origem do Halloween. Uma delas, talvez a mais conhecida, identifica a origem do Halloween nos festejos de Samhain, que no calendário celta marcava o fim do período da colheita e a chegada do ano novo. No calendário cristão, essa data correspondia ao dia 31 de outubro.

Os celtas acreditavam que nesse dia as portas do mundo dos mortos se abriam e maus espíritos se aproveitavam para vir assombrar o mundo dos vivos. Assim, a celebração de Samhain era cercada de cuidados para espantar esses espíritos inoportunos.

Para dar um caráter cristão a esse festejo (que tem origem pagã), a Igreja Católica instituiu o dia primeiro de novembro como o Dia de Todos os Santos, que em inglês é chamado de All Hallow’s Eve. Vem daí o nome Halloween.

Essa celebração era particularmente popular nas ilhas britânicas, em especial na Irlanda. No século XIX, uma onda de imigração levou muitos irlandeses para os Estados Unidos, onde a celebração do Halloween não só foi mantida, como ganhou uma nova dimensão.

Com o tempo, o caráter supersticioso do Halloween foi se perdendo até ele se tornar verdadeiramente um dia festivo, de muita interação comunitária. As máscaras e fantasias que serviam para espantar os maus espíritos deram lugar a uma grande brincadeira.

Mais tarde, a enorme influência da cultura norte-americana levaria a celebração do Halloween para outras regiões do mundo, incluindo o Brasil.

Algumas tradições do Halloween

Na Inglaterra, havia o hábito de as pessoas saírem de casa em casa pedindo comida ou dinheiro em troca de orações pelas almas dos mortos da família. Nos Estados Unidos, essa tradição se transformou na famosa brincadeira de “gostosuras ou travessuras”.

Outra brincadeira popular do dia de Halloween é a de pegar maçãs com a boca. Essa teria origem na celebração de Pomona, deusa dos pomares que tinha a maçã como seu símbolo. Tratava-se de outra celebração pagã popular no norte da Europa, que acabou sendo incorporada aos festejos de Halloween.

A abóbora e a lenda de Jack O’lantern

Na celebração celta do Samhain, os irlandeses faziam aberturas em nabos e acendiam velas dentro deles para espantar os maus espíritos. Os irlandeses que migraram para os Estados Unidos notaram que no novo país as abóboras eram muito mais abundantes que os nabos e assim as adotaram para manter a tradição. Essa tradição teria origem na lenda de Jack O’lantern.

Conta-se que Jack era um homem que vivia sempre bebendo e que várias vezes enganou o diabo, que tentava levar sua alma para o inferno, ou seja, para escapar da morte, Jack foi capaz até mesmo de “driblar” as armadilhas do diabo.

Mas um dia, de tanto beber, Jack enfim morreu. Sua alma obviamente não foi aceita no céu e, por ter enganado tantas vezes o diabo, também não foi aceita no inferno. Desde esse dia, Jack vaga pelo mundo, com uma vela acesa dentro de um nabo como forma de iluminar sua alma.

O Halloween em outras partes do mundo

É claro que a forma mais conhecida de se celebrar o Halloween vem dos Estados Unidos, mas em outras partes do mundo também foram adotadas formas muito próprias de se comemorar essa data ou uma equivalente a ela.

No México, por exemplo, há praticamente uma fusão entre o dia de Halloween e o Dia dos Mortos. O Dia dos Mortos é uma tradição muito popular que tem origem em rituais das civilizações pré-colombianas da região. Involuntariamente, a Igreja Católica acabou colocando essas datas muito próximas uma da outra, contribuindo para transformar tudo em uma enorme celebração.

Na Áustria, os túmulos dos familiares falecidos são decorados com lanternas.

Nas Filipinas, as pessoas passam de casa em casa entoando cânticos pelas almas do purgatório.

Na China, há uma festa com comidas e apresentações musicais para receber os espíritos dos entes falecidos, que retornam para uma visita. Ao final, há uma queima de alimentos e até de dinheiro, simbolizando o desejo de fartura aos que já se foram.

Na Alemanha e em alguns outros países como a Suécia, a Finlândia e a República Tcheca, existe um festejo em abril chamado Walpurgisnacht, que celebra o dia das bruxas.

Na Inglaterra, o Halloween perdeu muito de sua popularidade depois da Reforma Protestante no século XVI. Há alguma forma de comemoração, mas na forma de influência cultural importada dos Estados Unidos.

Na Coreia do Sul, há festejos no mês de setembro, com muitas homenagens aos entes queridos já falecidos.

Em Madagascar a celebração, chamada de Famadihana tem um tom mais sombrio, pelo menos para nós, não habituados a tais tradições. A cada sete anos, os entes falecidos são literalmente trazidos de volta ao convívio para o festejo. Seus restos mortais são desenterrados e ficam durante toda a celebração ao lado dos familiares. Ao final, eles são novamente enterrados.

Entrando no clima: 8 ideias para uma fantasia de Halloween

Quando falamos em fantasias de Halloween, estamos não só nos referindo a roupas, mas também e principalmente a acessórios, cabelos e maquiagem. É preciso entrar no clima.

#1. O diabo mora ao lado

Fantasias de Halloween com temática assustadora são o padrão.

#2. A morte pede passagem

Ela também vem nos visitar nesse dia, mas não a trabalho.

#3. Se Halloween também é o dia das bruxas…

Não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem.

View this post on Instagram

#tevebom #fantasiadebruxa #deontem #todadepreto

A post shared by JULIA (@julia_amarante_gomes) on

#4. Caveiras também participam da festa

#5. Se forem caveiras mexicanas, então…

A caveira mexicana para a celebração do Dia dos Mortos também vale para o Halloween!

#6. Personagens aterrorizantes são muito bem-vindos

#7. Personagens bonitinhos também!

#8. E vale misturar beleza e terror

View this post on Instagram

"I'm, I'm a zombie" #zombie #zombiewalk2014

A post shared by Cin (@cintiadrummond) on

Conclusão

Existem inúmeras opções de fantasias de Halloween. O importante é que, acima de qualquer outro significado, esta passou a ser essencialmente uma data para comemorar. Aproveite!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.