Beleza Pele

Flebon para a pele: por que e como utilizar?

Um dos problemas que mais afeta – e aflige – as mulheres hoje em dia é o melasma, ou as famosas e temidas manchas na pele. Normalmente produzidas pela exposição ao sol, prolongadas ou não, elas também incomodam, mas a mulher acaba de ganhar um novo aliado contra essa doença: é o Flebon para a pele.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% EM TODO O SITE

Na verdade, trata-se de uma novidade dos laboratórios farmacêuticos que nasceu meio por acaso, mas que, em pesquisas de campo diretamente em mulheres afetadas, tem demonstrado grande sucesso.

Veja também – 6 dicas de como preparar a pele para a maquiagem

O Flebon para a pele é constituído à base de pycnogenol, que é uma substância extraída de um tipo de pinheiro, o pinheiro-bravo, pinheiro francês ou pinheiro marítimo.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Características principais do Flebon para a pele

Basicamente constatou-se que essa substância possui forte atividade antioxidante, tanto que consegue atenuar os danos que são produzidos pela radiação ultravioleta sobre a pele.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Os pesquisadores conseguiram extrair o pycnogenol das folhas desse pinheiro, dando origem ao Flebon para a pele. Suas principais características podem ser assim resumidas:

  • Com forte ação antioxidante, tem propriedades para reduzir a velocidade do envelhecimento da pele e, em geral, de todo o organismo
  • Com isso, exerce forte ação protetora sobre as células da pele
  • Com essa ação sobre a pele, também atua clareando-a e, com isso, retirando ou reduzindo as manchas
  • Sua ação regeneradora atenua a formação de rugas naturais que vêm com o passar dos anos
  • Ao bloquear a ação dos raios solares sobre a pele, protege-a fortemente
  • Como ação coadjuvante, melhora a firmeza da pele, sua elasticidade, maciez e também sua uniformidade

Por acaso, mas eficiente antioxidante

Como falamos anteriormente, o Flebon para a pele surgiu meio acidentalmente, como, aliás, já ocorreu com diversos medicamentos. O Viagra e seus congêneres, por exemplo, eram estudados para o tratamento de problemas circulatórios de pacientes, mas teve como efeito colateral o enrijecimento do membro masculino. Virou remédio sexual.

Veja também – Multimasking: uma grande tendência que sua pele vai amar!

O pycnogenol foi estudado como um fitoterápico destinado a tratar a fragilidade e deficiência dos vasos sanguíneos e seus inchaços, em alguns locais conhecidas como a ‘síndrome do viajante’.

O que os pesquisadores descobriram, para o bem da medicina, é que essas substâncias possuem elevado número de antioxidantes.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Fitoterápico, mas com receita médica

O prosseguimento dos estudos em laboratórios é que levou à sua aplicação no combate ao melasma, ou as populares e temidas manchas na pele. Esse extrato das folhas do Pinus Pinaster mostrou-se eficaz na prevenção e tratamento da pele.

Apesar de medicamento fitoterápico, ou seja, medicação natural ao ser extraída de uma planta, o Flebon para a pele pode ser comprado em drogarias e farmácias, mas, necessita de uma receita médica.

Na bula do medicamento, é possível tirar algumas das indicações às quais se aplicam o uso do Pycnogenol:

  1. Para problemas circulatórios e nas veias, como fragilidade e inchaços, devem ser tomados comprimidos de 50 mg, três vezes ao dia, por até 60 dias de tratamento;
  2. Já no caso da ‘síndrome do viajante’, devem ser tomados até quatro comprimidos cerca de três horas antes da viagem começar, mais quatro comprimidos seis horas após a primeira dose e mais dois comprimidos no dia seguinte;
  3. Quanto ao melasma, ou manchas na pele, que é a razão deste artigo, a dosagem precisa ser recomendada por um dermatologista, pois cada caso precisa de atenção diferenciada.

Substância liga-se às fibras do colágeno

É possível que, após tomar o Flebon para a pele, você venha a sentir certo desconforto estomacal e até mesmo dores no estômago. O medicamento também não deve aplicado a crianças, mulheres grávidas ou que estão amamentando.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

No geral, entretanto, o tratamento à base de pycnogenol para melasma ou manchas na pele tem sido excelente. Médicos explicam que o Flebon para a pele tem a capacidade de ligar-se às fibras do colágeno, o que potencializa sua regeneração.

Veja também – Importância do colágeno para a pele: conheça suas funções e onde encontrar essa substância

Essa regeneração da pele é que inibe a produção dos radicais livres gerados pelo organismo, melhorando todo o sistema. Tudo isso vai resultar na redução dos danos provocados sobre a pele pela luz solar.

Aumenta a ação de vitaminas

As pesquisas foram um pouco além. Foi possível demonstrar, em laboratório e com aplicações em mulheres com manchas na pele, que há estímulos às defesas do organismo e aumento do sistema imunológico em geral.




>>PROMOÇÕES BLACK FRIDAY AMAZON - ATÉ 70% em Moda Feminina

Ou seja, o Flebon para a pele é capaz de potencializar diversos benefícios ao organismo humano.

Revelou-se, por exemplo, segundo essas pesquisas, um excelente antioxidante que pode regenerar e prolongar a ação da Vitamina C e da Vitamina E no organismo, com o que estas duas vitaminas podem proteger por mais tempo a pele e todo o organismo.

Também inibe a retenção de líquidos

Foi o que mostrou um estudo aplicado em 30 mulheres, todas com idades entre 30 e 60 anos e com a ação de melasmas sobre a pele.

Suplementação oral com comprimidos de 25 mg, três vezes ao dia, durante um mês, fez com que as manchas fossem reduzidas em até 80% dos casos, tanto em tamanho sobre a pele como também em intensidade.

Os estudos em certa medida surpreenderam a médicos e pesquisadores. O Pycnogenol mostrou efeitos de inibição da tirosinase, revelando-se ser bastante eficiente para aplicações terapêuticas contra a melasma.

Os médicos também citam que o Pycnogenol, ou o Flebon para a pele, também é excelente no tratamento para pessoas que sofrem com a retenção de líquidos. Ou seja, mais uma aplicação eficiente dessa substância do pinheiro francês.

Benefícios que surpreendem médicos

As pesquisas ainda prosseguem em vários centros farmacêuticos e de estudos, todos com excelentes novidades para a medicina, especialmente no tratamento de melasmas ou manchas na pele.

O que surpreende é a extraordinária capacidade antioxidante dessa substância. Ela é capaz de superar a ação benéfica da vitamina C em vinte vezes e ser cinquenta vezes mais potente em proteção ao organismo que a vitamina E.

Veja também – 6 cuidados para pele oleosa que você precisa conhecer

Pesquisa com mulheres mostrou que houve aumento de 40% da capacidade antioxidante no sangue após elas tomarem comprimidos de Pycnogenol durante quase um mês.

Ou seja, o Flebon para a pele revelou potencialização até aqui desconhecida na proteção do melasma ou manchas na pele. E, claro, não protege apenas a pele, pois sua ação contra os radicais livres beneficia todo o organismo. Então, vamos lá conversar com o médico.

Último Vídeo do Nosso Canal


/* ]]> */