Frutas Nutrição

Frutas Berry: 6 opções essenciais para uma saúde de ferro

Berries essenciais para a saúde

As frutas berry são várias frutas pequenas extremamente ricas em nutrientes. Elas vão desde blueberries e cranberries, menos comuns no brasil, até o morango. Além daquilo que é comestível, a lista de frutas berry envolve outros tipos de plantas – incluindo algumas que são venenosas.

Na verdade, a definição botânica de uma fruta berry é aquela fruta produzida de um único ovário. Este grupo de plantas inclui diversos outros frutos, que nem sempre são considerados berries.

Na prática, algumas frutas consideradas como parte deste grupo – como o cranberry e o blueberry são considerados “falsos berries”. Isso ocorre porque, na prática, a fruta não é formada apenas a partir do ovário.

No entanto, tratando-se diretamente de nutrição, é possível considerar “berry” toda fruta popularmente considerada como tal.

A importância destas frutas berry na interpretação geral é seu potencial nutritivo. Geralmente são frutas ricas em vitaminas e – sobretudo – em antioxidantes poderosos para o corpo. Saiba quais são as frutas berry que não podem faltar em sua rotina, e qual o motive para isso:

Goji Berries

Goji Berry

As antigas sociedades que consumiam este fruto acreditavam que ele proporcionava vitalidade sexual, felicidade, longevidade e força física. Originária do Tibete e do Nepal, esta fruta foi cientificamente ligada à habilidade de combater condições de saúde infecciosas e proteger contaminações no fígado.

Feitas de uma cor vermelha rica, o goji berry possui amino-ácidos, mineiras, vitaminas e diversas outras substâncias. Um estudo do jornal chinês de oncologia demonstrou, ainda, que pacientes com câncer podem beneficiar-se da ingestão da fruta.

Blueberries

Blueberry

Esta fruta está entre as frutas berry que destacaram-se pela quantidade enorme de antioxidantes presentes em sua composição. Sua cor azul escura é indicativo da grande quantidade de fitonutrientes.

Isso previne que as células do corpo se deteriorem, prevenindo danos de acontecerem nos órgãos. Blueberries também auxiliam a reduzir as chances de desenvolver doenças relacionadas a inchaços. Seus benefícios incluem, ainda, redução de doenças cardíacas e relacionadas à circulação.

Açaí

Açaí Berry

O açaí é um berry tipicamente brasileiro, razoavelmente novo fora de seus locais de origem. Vindo das florestas amazônicas, o açaí era utilizado pelos indígenas como um alimento energética e curador.

Atualmente, sabe-se que o ele possui grandes níveis de antocianinas. Esta substâncias é associada à saúde do coração e à redução dos níveis de colesterol. Em função desta forte ação antioxidante, o açaí também possui uma forte ação preventiva em relação aos efeitos da idade.

O tempo gera danos às células em função da oxidação natural que ocorre com o passar dos anos. Um único açaí possui dez vezes mais antioxidantes do que uvas, e duas vezes mais do que blueberries.

Morangos

Morango

Há mais de 600 variedades de morangos na terra, e quase todos os locais possuem fácil acesso a esta fruta. Estas frutas berry são ricas em fito nutrientes antioxidantes, responsáveis por proteger o organismo de doenças diversas.

Diversos estudos da medicina contemporânea demonstram que morangos atuam na prevenção de doenças no cérebro e nos olhos. Além disso, são ótimas fontes de potássio, fibras, vitaminas B, C, K, manganês, ômega-3 e diversos outros nutrientes.

Amoras

Amoras

As amoras, além de deliciosas, são fontes incríveis de antioxidantes, e não podem faltar na alimentação. Elas também são bastante ricas em diferentes vitaminas necessárias na prevenção e combate de doenças – incluindo o câncer.

Além disso, amoras também possuem muitas fibras solúveis, capazes de diminuir os níveis de colesterol.

Cerejas

Cereja

Cerejas, assim como outras frutas berry, são ricas em antioxidantes flavonoides. Isso as torna aliadas da promoção da saúde de tecidos e células. As substâncias que elas possuem são especialmente conhecidas pela capacidade de reduzir dores musculares e nas juntas. Por isso, elas são ótimas para iniciar o dia, ou como uma sobremesa após o jantar.

Sobre o autor

Pedro Henrique Ferreira Mendes