Frutas Nutrição

Frutas sem carboidratos para a dieta: veja algumas delas

Os carboidratos são moléculas orgânicas formadas pelos elementos carbono, hidrogênio e oxigênio, podendo também ser formadas por hidratos de carbono, glicídios e açúcares. Esses nutrientes são as principais fontes de energia para os organismos vivos, já que liberam essa energia durante seu processo de oxidação em nosso organismo, participando ativamente na formação das estruturas de nossas células e dos ácidos nucleicos.

Os carboidratos mais simples são aqueles chamados monossacarídeos, que têm, como fórmula geral, o carbono, o oxigênio e o hidrogênio. Geralmente, são alimentos de sabor mais doce, podendo ser subdivididos em triose, tetrose, pentose, hexose ou heptose, dependendo de quantos átomos de carbono possuem. A glicose, por exemplo, é uma fórmula composta por seis átomos de carbono, 12 de hidrogênio e seis de oxigênio, sendo um monossacarídeo dos mais importantes para obtermos energia. Também são consideradas nesse grupo a frutose e a galactose.

Entre os carboidratos também encontramos os dissacarídeos, que são moléculas solúveis em água e resultantes da união de dois monossacarídeos, através de uma ligação conhecida como glicosídica. Nesse sistema, há a liberação de uma molécula de água, ocorrendo a desidratação. Os processos que envolvem os dissacarídeos são encontrados na sacarose, quando há glicose e frutose, na lactose, com glicose e galactose, e na maltose, com dois conjuntos de glicose.

Os polissacarídeos são carboidratos formados pela união de um conjunto de monossacarídeos, como no caso da celulose, do amido e do glicogênio, os mais conhecidos polissacarídeos, que são formados por cadeias longas, apresentando moléculas de nitrogênio e enxofre e que não são solúveis em água.

A necessidade que temos de carboidratos

Para que tenhamos uma boa saúde, com o metabolismo funcionando corretamente, precisamos nos abastecer de todas as variedades de nutrientes, e o carboidrato é um dos principais, já que é o responsável pelo fornecimento de energia.

Contudo, para quem está em processo de emagrecimento, a redução de ingestão de carboidratos é bastante importante, já que o organismo vai usar as gorduras já presentes em nosso corpo para fornecer a energia necessária.

Entre as dietas mais conhecidas estão aquelas denominadas restritivas, que fazem mais sucesso por restringir o consumo de carboidrato, que reduzem o peso em menos tempo, embora não tenham bons efeitos sobre o metabolismo em longo prazo.



O processo de geração de energia funciona transformando o carboidrato em açúcar que, se não for usado pelo organismo, vai ser transformado em gordura. Nas dietas restritivas, essa gordura é usada como fonte de energia, promovendo a redução do peso.

Frutas que não contêm carboidratos

Entre os alimentos que podemos comer em processo de emagrecimento também encontramos algumas frutas que não possuem carboidratos ou que trazem essa substância em menor quantidade.

De uma forma geral, praticamente todas as frutas possuem carboidratos em sua composição, mas podemos optar por aquelas que tenham em quantidades mais baixas, como maçã, laranja, pera, morango e outras. A inclusão de frutas na dieta é uma das melhores opções para aproveitar os outros benefícios desse tipo de alimento que, além de matar a fome nas refeições intermediárias, fazem parte de um grupo de alimentos capaz de saciar nossa necessidade de nutrientes.

As frutas também são importantes por nos fornecer uma boa quantidade de fibras, que garante o bom funcionamento intestinal, trazendo maior saciedade e permitindo que nosso organismo possa emagrecer sem sofrimento.

A escolha das frutas deve ser feita com critérios, dentro da dieta escolhida, consumindo a quantidade certa de carboidratos para que o corpo possa perder as gorduras enquanto mantém a quantidade necessária de glicose em nossa rede sanguínea, permitindo um emagrecimento saudável.

Entretanto, é preciso prestar atenção na controvérsia com relação às frutas. Embora sejam sempre consideradas saudáveis, é preciso analisar a quantidade de carboidratos que elas contêm em sua composição.

Assim, dependendo da necessidade de carboidratos de uma pessoa, é necessário restringir a ingestão de determinadas frutas enquanto se está fazendo a dieta, embora essa restrição não precise ser feita ao escolher frutas com pouca quantidade de carboidratos, como é o caso do abacate, por exemplo.

Veja, a seguir, algumas frutas que possuem menor quantidade de carboidrato e que podem ser consumidas em qualquer tipo de dieta:

1.      Abacate

abacate

O abacate, entre as frutas, pode ser considerado um tipo único. Em vez de possuir grande quantidade de carboidratos, o abacate é repleto de gorduras saudáveis, sendo rico em fibras, potássio e ainda apresentando boas quantidades de outros tipos de nutrientes. O abacate possui 13 gramas de carboidratos por copo, ou 8,5 gramas a cada 100 gramas. Esses carboidratos são compostos de fibras, o que nos leva a considerar que o abacate é de fácil digestão.

2.      Azeitona

azeitona

Veja que a azeitona também é uma fruta, e, como o abacate, rica em gorduras saudáveis. A azeitona contém 6 gramas de carboidratos a cada 100 gramas de fruta, sendo também rica em ferro e cobre e trazendo boa quantidade de vitamina E.

3.      Morango

morango

O morango é, entre as frutas, a que menos contém carboidratos, sendo rica em diversos nutrientes, podendo ser parte de qualquer cardápio de dieta mais restritiva em carboidratos. A fruta contém 8 gramas de carboidratos a cada 100 gramas de fruta, além de vitamina C, manganês e diversos antioxidantes.

4.      Toranja

toranja

A toranja é uma fruta cítrica do grupo das laranjas, rica em vitamina C e antioxidante caroteno. Possui 11 gramas de carboidratos a cada 100 gramas de fruta, sendo um índice bastante baixo para dietas restritivas.

5.      Damasco

damasco

Entre as frutas, o damasco certamente é das mais gostosas. Embora contenha um pouco de carboidrato, com 11 gramas a cada 100 gramas de fruta, o damasco é uma fonte rica em vitamina C e potássio.

Além dessas frutas, você também vai encontrar no limão, na laranja, na amora, na framboesa e no kiwi outras frutas com baixos índices de carboidratos.

Lembre-se, no entanto, que por mais que você escolha frutas com baixos índices de carboidrato, sempre vai precisar de várias delas para fazer um copo de suco. Assim, o ideal é comer a fruta inteira, aproveitando suas fibras de forma completa, uma vez que, ao preparar um suco, muitas fibras são descartadas na coagem, ficando apenas a água e a frutose.

O ideal é comê-las inteiras, aproveitando as fibras da fruta por completo, já que na preparação do suco a parte com muitas fibras da fruta é descartada, ficando mais presentes a água e a frutose.

Videos do nosso Canal no Youtube

Sobre o autor

Raiane

/* ]]> */