Estética Pele

Jato de Plasma: o que é, como funciona e quais são os benefícios?

Jato de Plasma

Conforme envelhecemos, é normal que o nosso corpo produza bem menos proteínas que auxiliam na firmeza e viscosidade da pele, o que leva ao aparecimento de rugas, linhas de expressão, flacidez, manchas escuras , etc.. Além da idade, alguns fatores influenciam nesse processo de oxidação, como exposição ao sol e poluição.

Sendo assim, a todo momento novas técnicas de estética são criadas para nos beneficiar, como é o caso do jato de plasma, uma técnica que chegou diretamente da Europa para agradar os amantes de cuidados estéticos.

O grande diferencial desse procedimento é que tem um grande índice de precisão, pois o objetivo é causar pequenas lesões na pele que vão acelerar o rejuvenescimento celular e formação de colágeno, sem deixar marcas ou cicatrizes na pele.

Se você ficou curioso para saber o que é essa técnica, como ela funciona e quais são os benefícios, continue a leitura.


O que é e como funciona o jato de plasma?

Jato de Plasma

O jato de plasma é uma técnica inovadora, que tem o objetivo de reduzir a flacidez da pele. O jato é uma espécie de gás ionizado com íons e elétrons que ao ser aquecido e em contato com o oxigênio, produz plasma.


O plasma é o quarto estágio da matéria, uma corrente elétrica de alta tensão que, quando entra em contato direto com a atmosfera, faz com que os elétrons se desprendam do átomo, dando origem ao gás ionizante. Quando essa radiação entra em contato com a nossa pele, é onde acontece toda a mágica do procedimento estético.

O gás presente no jato, ativa o processo de cicatrização e regeneração da pele, estimula o sistema imunológico e auxilia na produção de colágeno, contribuindo para uma boa aparência da pele.

O plasma também abre os canais iônicos das células, permitindo uma maior hidratação e firmeza da pele.

O procedimento é feito com o auxílio de uma caneta ou aparelho de jato de plasma. É recomendado para qualquer tipo de rejuvenescimento, inclusive para o tratamento de melanose celular e algumas lesões pontuais, como as verrugas.

É um tratamento que tem custo-benefício um pouco mais acima que os tratamentos convencionais, podendo custar entre 500 a 1000 reais cada sessão.

Veja também:

Benefícios do jato de plasma

A radiação emitida pelo jato de plasma, provoca uma espécie de lesão na pele, que resulta no rejuvenescimento celular e estímulo da formação de colágeno. Por isso, é um tratamento que traz inúmeros benefícios se você tem problema com rugas, linhas de expressão e manchas na pele. Também é bastante utilizado para realizar blefaroplastia, que consiste na correção das pálpebras superiores e inferiores, sem a necessidade de cirurgia.

Também auxilia em áreas com manchas de sol e olheiras, tatuagens pequenas para ajudar no clareamento. Em locais com cicatrizes de acne, estrias brancas ou vermelhas e até em cicatrizes atróficas e hipertróficas.

O pós procedimento

Jato de Plasma

Após realizar o procedimento, é importante ter alguns cuidados com a pele para que se obtenha um resultado satisfatório, como por exemplo, usar protetor solar e evitar exposição ao sol. É importante também sempre manter a pele hidratada, de acordo com as orientações do dermatologista.

O uso do protetor solar irá garantir que sua pele ficará bem cuidada, sem manchas ou marcas do procedimento.

Dentro de 3 semanas já é possível ver alguns resultados e, em 3 meses o procedimento atinge seu pico de ação. É indicado fazer o jato de plasma até três vezes, podendo ser uma vez por mês, tudo vai depender de cada caso e da indicação do dermatologista.

Não há tempo exato de duração do tratamento na pele, como o jato é um tratamento que estimula colágeno, a resposta e duração vai depender de cada paciente e como a pele está sendo cuidada no pós procedimento.

É normal criar uma casquinha na região, podendo haver alguns inchaços e vermelhidão nos dias seguintes, nesse processo é importante usar dermocosméticos focados em cicatrização da pele. No caso de pessoas que fazem tratamento com despigmentante ou ácido, o uso deverá ser interrompido até a completa cicatrização do procedimento. Use sabonete ou gel para peles sensíveis e não esqueça do protetor solar se precisar se expor a luminosidade e radiações.

Normalmente a pele já está bem cicatrizada após 7 dias de procedimento.

Fazer jato de plasma dói?

Por se tratar de uma espécie de lesão na pele, fazer o jato de plasma pode causar alguma dor ou desconforto, mas a intensidade irá depender da sensibilidade de cada pessoa. Independentemente disso, é comum a utilização de um gel anestésico antes da realização do procedimento.

Contraindicações do jato de plasma

O tratamento com o jato de plasma não deve ser utilizado por pessoas que utilizam marcapasso cardíaco, que sofrem de epilepsia, durante a gravidez, em casos de doenças como o câncer ou que tenham implantes metálicos no corpo. É proibido também no caso de pessoas que façam o uso de remédios fotossensibilizantes, como por exemplo, a isotretinoína.

É importante estar atento antes de realizar o processo, pois no Brasil, a técnica chegou no mercado rapidamente, por isso, algumas pessoas são enganadas com aparelhos que não produzem o chamado plasma puro e sim que realizam o eletrocautério.

Geralmente é identificado, pois o aparelho deixa pequenos pontos queimados na pele, o que no caso do jato de plasma puro não ocorre.

No jato de plasma a pele é tratada e os efeitos sobre a pele são bem mais sutis, nada parecido com o eletrocautério, que é indicado para outras finalidades.

Quantos dias após o procedimento posso voltar a usar maquiagem?

Jato de Plasma

Nos primeiros dias de tratamento não é indicado o uso de maquiagem, pois a pele está sensível e precisa de descanso. O ideal é aguardar de 3 a 4 dias, claro, cuidando muito bem da região e seguindo as orientações do seu médico dermatologista.

Curtiu o post sobre o jato de plasma? Se sim, compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também conheçam os benefícios da técnica.

Até a próxima!

Leia também:

close-link