Sexo

Como surgiu e como funciona o Kamasutra?

Apesar da sociedade se mostrar um tanto ‘’puritana’’ quando o assunto é sexo, sabemos que entre quatro paredes a coisa é bem diferente. O assunto sexo é mais frequente entre as conversas do que se imagina, é tão comum quanto o futebol ou moda. É por estar tão presente entre os bate-papos que muitos tem curiosidade de saber mais sobre o kamasutra.

É quase impossível o assunto sexo não vir a tona numa mesa de bar no happy hour, seja entre homens ou mulheres, ou aparecer naquela noite que você reúne a galera para por o papo em dia. Como dito, apesar da sociedade se mostrar contrariada quando o assunto é tratado abertamente, esse é um papo muito recorrente entre as pessoas.

Quer incentivo maior para falar sobre sexo ou até mesmo sobre o kamasutra do que os aplicativos de namoro? Ou as conversas no WhatsApp? Vai dizer que você não tem aquele crush ou aquela amiga com a qual você fala abertamente sobre isso.

Aliás, falar sobre sexo nesses aplicativos virou coisa comum, assim como perguntar a comida preferida da outra pessoa.

E por estarmos, ao mesmo tempo, numa época onde o assunto sexo é falado mais abertamente e também vetado pela sociedade, que certas curiosidades acabam aflorando entre essas pessoas.

Você, com certeza, em algum período da sua vida já deve ter ouvido falar sobre o kamasutra, não é? O tão famoso livro indiano que ensina diversas posições sexuais para aqueles que o compram. Uma boa forma de sair do básico, diga-se de passagem.

O engraçado é justamente o seu país de origem, a Índia, hoje ser um dos países onde o sexo é um assunto tabu. Mas tem muitas outras coisas que envolvem o surgimento deste livro de posições sexuais.

Como surgiu o Kamasutra

O famoso livro Kamasutra foi criado por volta do século III d.c, por Vatsyayana, uma figura da qual se sabe quase nada. A época de criação do kamasutra era uma época de Ouro na Índia.

Era uma época onde a sociedade urbana vivia um período movimentado por rotas de comércio e de peregrinação, que se misturava a uma atmosfera bem sensual. Naquela época, o público alvo do livro de Vatsyayana eram os narakas, os habitantes da cidade.

E se você acha que o kamasutra era apenas um livro para apimentar a relação naquela época, você está muito enganado. Na sua criação, o Kamasutra tinha como objetivo ensinar o sexo como uma ciência, vide ao nome do livro: Kama, que significa ciência do amor.

Na Índia antiga, o Kamasutra era um tipo de ensinamento obrigatório para os homens, isso se estes quisessem se transformar em líderes bem sucedidos e também em maridos seguros do amor de sua mulher. Esse era o ensinamento do Karma.

Quando se entrava na parte do Darma, o homem aprendia o dever e a tarefa religiosa de cada um. Por fim, no artha, aprendia-se a necessidade fundamental de conhecer e a conquistar a riqueza com o passar dos anos.

É importante ressaltar que o Kamasutra ressaltava a importância desses três objetivos, e não somente a parte sexual do manual. E muito do contrário que se pensa, os ensinamentos do Kamasutra também eram ensinados para as mulheres, coisa que provavelmente seria considerado um absurdo nos dias atuais.

Como funciona o Kamasutra

Ao contrário do que se pensa, o kamasutra vai muito além de ser apenas um guia de posições sexuais. Como já foi falado, o intuito do kamasutra no seu surgimento era ensinar o amor como ciência para os parceiros.

Na verdade, o Kamasutra é um guia que ensina duas pessoas sobre o relacionamento entre um casal. Como funciona o papel da sedução numa relação, da diversão e do prazer na vida dos homens e das mulheres. Aliás, o livro até cita outros assuntos, como a arrumação da casa, por exemplo.

É verdade que o livro tomou fama pornográfica no Ocidental, mas ele vai muito além de ensinar novas posições aos casais. O livro também ensina a não ver a mulher apenas como um objeto sexual, ela deve ser vista como um ser que tem sentimentos e emoções, e que esses sentimentos e emoções devem ser entendidos.

Para comprovar que o kamasutra vai além das posições sexuais, ensinava-se no livro que o homem, depois do casamento, só deveria tocar sua esposa após três dias da cerimônia. Durante esses três dias, o marido tinha que conquistar a confiança e o amor da sua parceira.

Kamasutra

Claro, o Kamasutra pode ser visto como um livro para levar sua relação a outro nível, experimentar coisas novas, sair da rotina, sair do famoso ‘’mamãe e papai’’, mas ele também é um oportunidade para o casal abrir a mente para coisas novas.

É também uma forma desse casal ou casais descobrirem novas formas de dar prazer não somente ao indivíduo, mas também a sua parceira. Como se sabe, ainda existem muito homens que só pensam no próprio prazer e esquecem de proporcionar o mesmo a sua parceira.

E o kamasutra pode ser usado para isso, uma forma dos dois, dentro dessa relação, encontrarem novas formas de prazer.

E se você quer introduzir os ensinamentos do Kamasutra na sua relação é importante frisar que os dois tem que estar dispostos e em sintonia para fazer as coisas funcionarem, principalmente naquelas posições mais complicadas.

Além de ser taxada apenas como um guia sexual, algumas pessoas tem medo de usarem o kamasutra por acharem as posições muito difíceis. Mas como foi falado acima, a partir do momento que o casal estiver em sintonia, ambos conseguirão fazer as posições que desejarem, mesmo que está seja uma posição mais difícil ou que requer maior concentração por parte dos dois.

Em prol do seu prazer e do prazer do seu parceiro, deixe de lado essa atitude recatada e vá experimentar coisas novas. Afinal de contas, vale tudo entre quatro paredes e o sexo é algum comum entre as pessoas, não a nada do que se envergonhar, esconder ou não experimentar.

O Kamasutra é a oportunidade de conhecer novas formas de prazer para você e seu parceiro.

LISTA VIP!
Nossas Dicas no seu Email
Seja a primeira a saber das nossas últimas dicas. Coloque seu email abaixo e receba nossos posts:
Cadastrar!
close-link
/* ]]> */