Nutrição

Leite semidesnatado: características, vantagens e desvantagens

O leite é a principal fonte de cálcio que dispomos, minério importantíssimo para a saúde dos ossos, para o crescimento e manutenção de dentes saudáveis, para evitar osteoporose, e diabetes do tipo 2. Mas muita gente não se dá com o consumo diário do leite integral e por isso foram pensados outros processos de produção que resultaram no leite semidesnatado e desnatado.

Em postagem anterior nos dedicamos a falar sobre o desnatado (Nota revisão: colocar link de texto sobre anteriormente produzido), neste artigo nos dedicaremos a falar a comentar sobre as características, vantagens e desvantagens do leite semidesnatado.

O que o difere da versão integral? Ele é mais ou menos calórico? Há diferença acentuada de gosto?

Tire todas essas dúvidas sobre leite semidesnatado a seguir.

As características do leite semidesnatado

O leite semidesnatado surge como uma necessidade para as pessoas que passam a enfrentar problemas de peso devido ao sobrepeso ou que apresentem problemas cardíacos, quadro que força a interrupção ou diminuição considerável do consumo de gordura.

Como nem todos conseguem consumir a porção diária recomendada de cálcio, 400 ml crianças de até 10 anos, 700 ml adolescentes até 19, 600 ml idosos e adultos acima de 20 anos, dos derivados do leite, a versão semidesnatada e desnatada surgiram como alternativas para esses casos.

A popularização do leite semidesnatado e consequentemente a explosão de seu consumo ocorre em meados da década de 1960, quando pesquisas científicas comprovaram que a gordura presente no leite integral poderia ser prejudicial a saúde se consumida em excesso e prejudicar o controle do peso.

O grande diferencial do leite semidesnatado é que se trata de uma versão que filtra parte da gordura presente do integral, que recebe esse nome, aliás, por manter de forma “integral” toda a gordura presente na substância.

Vejamos os valores nutricionais do leite integral e do leite semidesnatado para efeito de comparação.

A porção é de 100 ml de leite:

Integral

  • Cinquenta (50) milímetros (ml) de água;
  • Dois (2) milímetros (ml) de carboidratos;
  • Vinte e dois (22) milímetros (ml) de proteína;
  • Quinhentos e cinco (505) miligrama (mg) de cálcio;
  • Vinte e dois (22) milímetros (ml) de gorduras totais;
  • Zero (0) ponto quarenta e quatro (44) miligrama (mg) de ferro;
  • Trezentas (300) calorias;
  • Seiscentos e vinte e sete (627) miligramas (mg) de sódio;
  • Três (3) miligrama (mg) de zinco.

Semidesnatado

  • Oitenta e nove (89) milímetros (ml) de água;
  • Quatro (4) ponto oito (8) milímetros (ml) de carboidratos;
  • Três (3) milímetros (ml) de proteína;
  • Cento e vinte (120) miligrama (mg) de cálcio;
  • Um (1) ponto noventa e oito (98) milímetros (ml) de gorduras totais;
  • Zero (0) ponto dois (2) miligrama (mg) de ferro;
  • Cinquenta (50) calorias;
  • Quarenta e sete (47) miligrama (mg) de sódio;
  • Zero (0) ponto quarenta e oito (48) miligrama (mg) de zinco.

As vantagens

Por ser uma versão mais “suave”, menos gordurosa que o integral o leite semidesnatado é mais saudável de se consumir, é menos calórico, conforme pôde apurar na tabela nutricional acima. Tem menos gordura e menos caloria. O que obviamente o coloca como uma opção mais aconselhável a quem esteja iniciando ou precisando de uma dieta.

Outra vantagem faz paralelo com a versão desnatada, que é ainda mais rigorosa com o teor de gordura, tem no máximo 0,5%, o que é ótimo se pensar em termos saudáveis, de consumo de caloria, porém a gordura é a grande responsável pela consistência e o sabor apreciável do leite integral. Evidentemente quando se retira grande parte de tal item se perde muito das características apontadas. O resultado é um leite mais “fraco”, não em termos nutricionais, porque, apesar do filtro, tanto o leite semidesnatado como o desnatado se mantém próximos ao integral, mas em termos de sabor.

Essa diferença para a maioria é gritante, o que prejudica muito a tentativa de uma alimentação mais saudável, mais balanceada.

O leite semidesnatado acaba sendo um meio termo, ocupa uma faixa intermediária, entre o integral e o desnatado, o que favorece a habituação do consumo de uma substância menos calórica, pois a diferença no que tange ao aspecto de sabor não é tão acentuada, não gera uma mudança tão brusca.

Outra vantagem do leite semidesnatado é que por não ser tão distinto do produto mais popular, pode ser usado em receitas de bolos, tortas, iogurtes etc, sem também alterar drasticamente no sabor e proporcionar os mesmos benefícios de ingestão de menos gordura e consequentemente de calorias.

Desvantagens

Os contras do leite semidesnatado é praticamente idênticos do desnatado, diferindo apenas na questão da quantidade.

É comum algumas marcas de produtos lácteos acrescentar na fórmula de suas produções, como o leite semidesnatado, açúcar para compensar, ou diminuir, a diferença para o leito integral em termos de paladar. Nesse caso, se a ideia é emagrecer, consumir esse tipo de produto de pouco servirá. Por isso sempre é útil conferir os ingredientes utilizados na tabela nutricional exposta nas embalagens das mercadorias.

A gordura é uma das responsáveis do aspecto da saciedade, a sensação de se estar bem nutrido após a ingestão de um alimento. Ao ter menos gordura, o leite semidesnatado necessita de um consumo maior para se sentir a mesma sensação de se estar bem nutrido, gera aquele momento de “parece que não bebi nada” ou “não comi nada”.

Tal sensação estimula que os consumidores aumentem a dosagem, o consumo diário, muitas vezes superando a quantidade que bebiam normalmente do leite integral sem se dá conta, resultando em uma situação que em vez de emagrecer, de perder peso mais facilmente ao beber uma substância menos gordurosa e calórica, acabar engordando mais.

Tenha vista que tanto essa questão da saciedade e do açúcar é menos pungente no caso do leite semidesnatado ao se comparar com o desnatado, porque o primeiro não tem redução tão significativa de gordura quanto o último.

Considerações finais

O leite semidesnatado se caracteriza como uma versão situada na zona intermediária, entre o leite integral e desnatado, porque tem menos gordura, e por tabela, calorias do que a versão integral, mas não chega a ser tão acentuada como ocorre com o desnatado.

Menos calorias e gordura significa um produto mais saudável, indicado para pessoas que querem perder peso ou tem problemas cardíacos ou de colesterol alto.

As desvantagens são a sensação reduzida de saciedade, o que estimula um consumo maior, e o risco de consumir produto rico em açúcar.

Gostou do conteúdo?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio é muito importante para nós.

Leia mais de nossa sessão de nutrição.

/* ]]> */