Comportamento

Liderança feminina: por que é tão importante debater sobre isso?

Liderança feminina

Em um mundo em que as buscas por igualdade de gênero ainda são difíceis, é extremamente importante falar sobre questões como liderança feminina. A mulher ao longo da história foi subestimada quanto às suas capacidades intelectuais e subjugada a tarefas como ser mãe é cuidar do lar apenas.

Hoje, há maior aceitação sobre o papel da mulher na sociedade, o qual não se resume à isso. Entretanto, o caminho para as mulheres ocuparem posições de liderança e terem respeito dos homens ainda enfrenta muitos obstáculos. O machismo é um dos principais problemas enfrentados por mulheres, mesmo quando estas estão em posições de hierarquia superior em ambientes profissionais.

Para muitos homens ainda é difícil aceitar a idéia de que uma mulher pode ser sua chefe, ou mesmo conduzir trabalhos em grupo. Esse e outros problemas possuem embasamento histórico. Para mudar essa realidade e a fim de que as mulheres tenham uma posição social privilegiada, tanto quanto os homens, por questão de mérito, ainda há um longo caminho a ser percorrido.

Preconceitos e obstáculos

Muitas vezes corporações evitam contratar mulheres para determinados cargos devido a possibilidade de elas se tornarem mães ou mesmo terem filhos pequenos. Desqualificam logo de saída, preferindo dar os cargos para homens.



Isso é um grande problema que a sociedade enfrenta, principalmente por atribuir o dever de cuidar dos filhos únicamente às mulheres. É preciso entender que homens também são pais, e devem tanta dedicação à criação de seus filhos quanto as mães. Desta forma, isso não será um pretexto para as empresas fazerem acepção por gênero.

Outrossim, a imagem da mulher como líder não é valorizada. Por muito tempo a mulher teve que viver à sombra de homens, até que conquistou o direito ao voto e começou a possuir maior interação social.



O problema é que isso se repete nos dias atuais. Por mais que as mulheres demonstram ter desempenho maior em em ocupação de cargos de liderança em empresas, não há respeito por sua atuação profissional, estereotipando a sua imagem e dificultando o seu trabalho. Isso ocorre por que muitos homens acreditam que eles não devem receber orientação de mulheres para fazer o seu trabalho.

Nessa perspectiva, precisa ser mudada a ideia de que apenas homens são capazes de ocupar cargos de gestão em empresas. Da mesma forma, devem ser analisadas as competências sem considerar o gênero, e isso é oferecer igualdade para homens e mulheres.

Uma desculpa comumente utilizada para desqualificar as mulheres é relacionar o sexo feminino à falta de inteligência emocional, fragilizando o público feminino como seres mais emotivos e menos racionais. Este tipo de argumento visa relacionar aos hormônios femininos, desqualificando a capacidade de uma mulher de comandar. Entretanto, esse tipo de argumento sexista não deve ser um empecilho para que nós mulheres possamos conquistar o nosso espaço.

Liderança feminina

Conquistas de liderança feminina

Ao longo do tempo muitas conquistas femininas ocorreram. No Brasil, foi apenas no ano de 1827 que as mulheres começaram a reivindicar o direito de ter acesso à educação, mas foi apenas 50 anos depois que o governo autorizou que elas pudessem cursar algum tipo de ensino superior.

Em nosso país, apenas no ano de 1934 a mulher alcançou o direito de votar sem que houvesse restrição para os votos. Além disso, há apenas pouco mais de 5 décadas a mulher ganhou autonomia, podendo trabalhar, viajar ou mesmo criar os filhos sem necessitar da autorização do marido. Uma das conquistas mais recentes contra o feminicídio foi a lei Maria da Penha, a qual foi criada no ano de 2006.

Essas e muitas outras conquistas dependem de muitas lutas e reivindicações de mulheres feministas, as quais lutam por direitos iguais. Contudo, esta não é apenas uma luta de mulheres feministas, mas sim de toda mulher.

Apesar de as mulheres terem autonomia há pouco tempo, já conquistaram um grande espaço no mercado de trabalho. Porém, problemas como a competitividade desigual com homens para ocupar cargos de liderança ainda fazem com que as mulheres continuem tendo que se adaptar.

Importância de discutir liderança feminina

Assim como as demais conquistas para as mulheres, ocupar cargos de liderança é um passo que está sendo conquistado. Muitas mulheres bem sucedidas são exemplos para outras mulheres que desejam construir suas carreiras profissionais independente do seu gênero.

Entretanto, pretextos ainda são criados para desqualificar mulheres quanto à ocupação desses cargos. É importante discutir o tema a fim de combater preconceitos e outros fatores que nos impedem de alcançar a igualdade de gêneros. Precisamos tornar a competição mais justa, e não aceitar que argumentos relacionados ao fato de sermos mulheres nos condicione a viver à sombra de homens.

Além disso, características femininas podem ser um ponto forte para que as mulheres venham a ocupar cargos de liderança. Muitos especialistas apontam como a capacidade de a mulher suportar maior pressão do que o homem como um dos pontos estratégicos mais fortes.

Não só na vida profissional, mas também na vida pessoal, os papéis de homem e mulher devem ser analisados de forma que os homens tenham maior responsabilidade com a família, ao passo que as mulheres ingressam no mercado de trabalho. Isso também é uma questão de igualdade de gênero, o que torna mais justo a competição no mercado de trabalho.

O quadro atual

Mesmo com todos os problemas pelo caminho, as pesquisas apontam que é crescente o número de mulheres ocupando cargos de destaque em empresas. Isso se deve unicamente à competência e dedicação que essas mulheres para construção de sua carreira.

Mas não se engane, o aumento não é muito significativo, os homens ocupam majoritariamente os cargos de liderança, e isso significa que ainda há um longo caminho até alcançarmos o direito de competir igualmente. Concomitantemente, as mulheres que estão na posição de chefiar setores ainda enfrentam preconceito e não têm o respeito de funcionários como deveriam.

Este é um problema recorrente dentro das empresas. A liderança feminina é até mesmo questionada. Ao mesmo tempo, comentários maldosos surgem, atribuindo a outras qualidades femininas o direito de ocupar tais cargos. Essa é uma realidade que precisa ser modificada!

Sobre o autor

Redação Tudo Ela

Site focado em publicar conteúdo atual e interessante sobre o universo feminino. Fazemos curadoria e pesquisamos dicas úteis para o dia-a-dia da mulher moderna. Saiba mais sobre nós.