Casa Organização

Lista de compras para quarentena: veja itens que não podem faltar

Fomos pegos de surpresa por uma pandemia viral, em pleno início de 2020. O novo coronavírus (Covid-19) se alastrou pelo mundo todo e, também, já contabiliza muitos casos aqui no Brasil.

Como medida para conter o avanço da contaminação pelo vírus, o governo brasileiro, assim como todas as autoridades globais, decretou o período de quarentena, no qual nós deveremos ficar isolados por um período de, inicialmente, duas semanas em nossas casas para evitar a infecção pela doença, pensando no bem comum.

No entanto, precisamos concordar que ninguém aqui estava preparado para ficar um longo período dentro de casa, não é verdade? O que comprar para comer e se manter nesses dias sem poder ir às ruas? Como calcular para que não falte nada enquanto estamos em casa?

Pensando nisso, a seguir, nós separamos dicas para você montar a lista de compras para quarentena e conseguir passar por essa fase mais difícil sem dificuldades, o que pode ser feito tranquilamente se você escolher os produtos certos para deixar na despensa. Vamos lá?

Lista de compras para quarentena: pense no próximo também

Neste post, você vai conferir quais são os itens realmente essenciais em uma lista de compras para quarentena, aprendendo a selecionar somente o que é importante, sem precisar levar o supermercado inteiro para casa e, obviamente, sem deixar as outras pessoas que estão na mesma situação que você sem nada.



Afinal, não custa nada lembrar que, se você comprar mais do que deveria, outras pessoas, especialmente as que não podem sair de casa, como é o caso das que estão em grupos de risco (idosos e grávidas, por exemplo), de baixa renda ou com mobilidade reduzida, poderão ser afetados com o desabastecimento dos supermercados.

Isso porque, com poucas mercadores disponíveis, os preços tendem a inflacionar, o que pode prejudicar quem não tem dinheiro sobrando agora para comprar o que precisa para passar a quarentena em casa. Sendo assim, vamos pensar no próximo! Com o espírito de coletividade, empatia e sem alarde, todos sairemos dessa juntos, saudáveis e felizes.

Veja também:

Lista de compras básica: o que não pode faltar no seu carrinho

6 dicas para montar a sua lista de compras para quarentena e não faltar nada

Agora que você já sabe que, para montar a sua lista de compras para quarentena, você precisa ser responsável e ter empatia, levando o que precisa, mas sempre pensando no próximo, chegou a hora de conferir as melhores dicas para escolher os itens para passar esse período em casa sem passar necessidades. Confira:

1 – Veja o que já tem na despensa

A primeira dica para montar a sua lista de compras para quarentena é fazer um levantamento de quais itens você já tem na despensa para saber o que realmente precisa comprar no supermercado. O mesmo vale para o freezer e geladeira.

Com a lista do que já tem em mãos, você pode comprar outros produtos básicos para consumir por, pelo menos, duas semanas (período inicial da quarentena).

Algumas das opções são os itens enlatados, que possuem vida útil longa, além de arroz, macarrão, grãos integrais, aveia, etc. Estes ingredientes são “coringas” em qualquer refeição, já que podem ser utilizados em sopas, massas, café da manhã, entre outros pratos.

2 – Planeje refeições com alimentos comuns

Antes de correr para o supermercado com a sua lista de compras para quarentena, uma dica que pode ajudar muito é sentar-se por 10 minutos e traçar um planejamento alimentar para que você consiga utilizar os ingredientes que comprar em mais de um tipo de refeição e por, pelo menos, duas semanas.

Neste caso, os itens mais indicados são: arroz, legumes, macarrão, entre outros ingredientes que possuam vida útil prolongada, além de vegetais e proteínas (ovos e carnes), que não podem faltar na sua alimentação.

Por exemplo, você pode fazer arroz ou macarrão de diferentes formas, podendo utilizá-los em até três refeições diferentes e por vários dias.

Ou, ainda, cozinhar um frango inteiro e usar algumas partes para servir com arroz em uma refeição e outras para preparar uma sopa de frango para servir no jantar ou almoço no dia seguinte.

Também vale a pena apostar em produtos lácteos (exceto o leite fresco, que tem menor prazo de validade), como queijos e iogurtes, para compor a sua lista de compras para quarentena.

Além de terem maior durabilidade, eles podem compor diferentes refeições, em variadas horas do dia. Fique de olho na data de validade, é claro, que deve chegar até, pelo menos, às duas semanas iniciais da quarentena.

3 – Use o freezer

Após duas semanas em casa, você perceberá o quanto é difícil e limitada a disponibilidade de consumir legumes e frutas frescos. Por isso, a dica aqui para manter esses itens perecíveis por mais tempo é usar o freezer.

Alguns legumes, como batata, cebola, cenoura e abóbora, vão durar por mais tempo, além de frutas como laranjas, maçãs e pêras. No entanto, todo o restante, provavelmente, você vai precisar congelar para não perder nas próximas duas semanas (especialmente, na segunda).

Brócolis, vegetais misturados e espinafre, por exemplo, podem ser congelados para serem usados em refeições mais para frente, sejam salteados, cozidos no vapor ou assados, assim como você faria normalmente com eles frescos.

Frutas como bananas, uvas e morangos também podem ser congeladas e até serem utilizadas em receitas de smoothies, por exemplo, ou sobremesas ou misturadas a cereais.

A dica é simples: compre frutas, verduras e legumes para usar nos primeiros cinco dias da quarentena. Passado esse tempo, leve-os ao congelador para conservá-los e consumir depois.

E quem não tem muito espaço no congelador? Fácil! Basta tirar as carnes que ficam inteiras em suas embalagens, que ocupam muito espaço, e separá-las em saquinhos plásticos com zíper (ou qualquer lacre) em porções equivalentes às que serão usadas nas refeições.

Aproveite para já temperar as porções, se quiser economizar tempo mais tarde. Ah, e não se esqueça de etiquetar bem os saquinhos para não ficar procurando o que quer cozinhar.

4 – Junk food pode ajudar em algum momento

Biscoitos recheados, bolachas, batata frita industrializada, nuggets, salgadinhos, pizzas, macarrão instantâneo, barras de cereais, etc. Os alimentos do tipo junk food também podem ajudar quando bater a fome em algum momento dessas duas semanas de isolamento.

No entanto, não devem fazer parte nem da metade da sua lista de compras para quarentena, já que possuem baixíssimo valor nutricional. Por isso, priorize sempre alimentos frescos e nutritivos.

Caso queira, pode levar algum junk food para, por exemplo, fazer a noite da pizza com a família ou comer biscoitos com as crianças à tarde quando o tédio começar a bater à porta por não poderem sair de casa.

5 – Prepare refeições simples e distraia-se

Sim, ficar em casa por duas semanas será estressante. Por isso, você precisará encontrar formas de não ficar entediada ou estressada, ainda mais no caso de quem estará com filhos e companheiro (a) em casa o dia todo.

Mas o que isso tem a ver com a lista de compras para quarentena? Tudo. Afinal, quando ficamos estressadas ou ansiosas, a tendência é comermos mais. E comendo mais, os alimentos poderão acabar mais rápido na despensa e no freezer.

Por isso, tente manter-se calma e, o mais importante, ocupada. Lembre-se que não estamos em um “apocalipse zumbi”. Portanto, os celulares, computador, internet e TV continuam funcionando. Distraia-se!

Além disso, na hora de cozinhar, opte por preparar refeições simples, nada muito elaborado. Neste momento de quarentena, o ideal é apostar em batatas fritas rápidas, no clássico espaguete com molho de tomate ou de jogar tudo na panela de pressão.

Deixe os pratos mais sofisticados para quando tudo voltar ao normal e vocês poderem ir a um restaurante. Assim, você se estressa menos e, é claro, também gasta menos alimentos do estoque. Além do mais, diferente um “apocalipse zumbi”, a população não será dizimada.

Será apenas um período de semanas – ou meses, no máximo – para conter a proliferação do vírus. Então, não tenha pressa em querer comer algo diferente por agora.

6 – Produtos de higiene e limpeza

Geralmente, esses produtos estão sempre em boa quantidade em qualquer despensa, por terem vida útil longa. No entanto, se você achar que eles não vão durar até as duas semanas, você deve incluí-los também na sua lista de compras para quarentena. São eles: sabonetes, sabão, papel higiênico, creme dental, shampoos, condicionadores, etc.

Além deles, outros devem entrar especificamente neste momento na sua lista para ajudar a conter a propagação do novo coronavírus, tais como: sabão neutro, álcool em gel, luvas e máscaras descartáveis. Esses itens também não precisam estar em quantidades absurdas nas suas compras, até porque serão apenas alguns dias de isolamento.

Além do mais, outras pessoas precisarão desses mesmos produtos neste momento. Então, mais uma vez, compre com responsabilidade e empatia.

Gostou da nossa lista de compras para a quarentena? Compartilhe-as nas suas redes sociais!

Cuide-se. E cuide do próximo também!

Até mais!

Sobre o autor

Raiane